26.2.20

Rede hoteleira de Salvador tem ocupação média de 95% no Carnaval


Todos os anos, milhares de turistas desembarcam em Salvador para curtir o carnaval, impulsionando a rede hoteleira. O clima, as praias e a grande diversidade cultural, além da boa infraestrutura e serviços de qualidade, são atributos da capital baiana para atrair os visitantes. Não foi diferente em 2020, que registrou no período uma média de ocupação de 95% na rede hoteleira, composta por mais de 40 mil leitos

"Foi um carnaval excelente, tanto na capital quanto no interior do estado, que também teve ocupação acima dos 90%. Recebemos mais de dois milhões de visitantes no estado. Esses números são muito positivos para o período, resultado do trabalho que o Governo do Estado tem feito nos principais polos emissores de turistas. Mas também estamos estimulando a atração de visitantes o ano inteiro, com um modelo de trabalho intensivo", destaca o secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco.


As regiões de destaque são os bairros próximos aos circuitos da folia, onde muitos hotéis operam com capacidade máxima. Situado no Campo Grande, na entrada do Circuito Osmar, o Wish Hotel da Bahia atingiu um pico de ocupação de 97%, na última sexta-feira (21). Para a turista Stela Marinho, a escolha da hospedagem foi estratégica. "Para quem vem de fora e quer ver a festa bem de perto, ficar num hotel perto dos circuitos faz toda a diferença. A gente fica mais tranquilo e confortável. O deslocamento é mais fácil".

Para atender a demanda de turistas no período, mais de 400 voos extras foram disponibilizados pelas companhias aéreas para os principais destinos carnavalescos da Bahia, com destaque para Salvador e Porto Seguro. Já os cruzeiros marítimos trouxeram à capital cerca de 15 mil turistas nos dias de folia. O dia de maior movimento no porto foi na terça-feira (25), com a chegada de três transatlânticos.

Por: Tácio Santos.

Foto: Setur.

Nenhum comentário: