31.1.22

Leia o Jornal Folha de São Paulo do dia 31.01.2022

Você agora vai poder ler o Jornal Folha de São Paulo aqui no Blog.

Basta clicar no link que irá ser redirecionado a todo o conteúdo do jornal.

Boa leitura. Link na sequência.

Leia o Jornal O Globo do dia 31.01.2022

Você agora vai poder ler o Jornal O Globo aqui no Blog.

Basta clicar no link que irá ser redirecionado a todo o conteúdo do jornal.

Boa leitura. Link na sequência.

Leia o Jornal Correio Braziliense do dia 31.01.2022

Você agora vai poder ler o Jornal Correio Braziliense aqui no Blog.

Basta clicar no link que irá ser redirecionado a todo o conteúdo do jornal.

Boa leitura. Link na sequência.

Leia o Jornal O Dia do dia 31.01.2022

Você agora vai poder ler o Jornal O Dia aqui no Blog.

Basta clicar no link que irá ser redirecionado a todo o conteúdo do jornal.

Boa leitura. Link na sequência.

Leia o Jornal Valor Econômico do dia 31.01.2022

Você agora vai poder ler o Jornal Valor Econômico aqui no Blog.


Basta clicar no link que irá ser redirecionado a todo o conteúdo do jornal.

Boa leitura. Link na sequência.

Leia o Jornal Estadão do dia 31.01.2022

Você agora vai poder ler o Jornal Estadão aqui no Blog.

Basta clicar no link que irá ser redirecionado a todo o conteúdo do jornal.

Boa leitura. Link na sequência.

Leia o Jornal Estadão do dia 31.01.2022

Você agora vai poder ler o Jornal Estadão aqui no Blog.

Basta clicar no link que irá ser redirecionado a todo o conteúdo do jornal.

Boa leitura. Link na sequência.

Lições de um Patriota (Por Roberto Amaral)

Não sei com quantos estadistas o processo social contemplou nossa frágil república. Mas, principalmente na sequência dos anos 1930, dois nomes saltam à vista:  Getúlio Vargas e Leonel Brizola.  O primeiro inaugura o ciclo trabalhista; o segundo, encerrando-o, cede caminho para a emergência do lulismo, vertente que negara o varguismo, cadinho de todos os vícios do sindicalismo brasileiro, na conclusão primária da socialdemocracia paulista, que, no governo, prometeu “enterrar a era Vargas”.

Implantação de fusegate na barragem de Ponto Novo leva água para consumo e produção a mais de 300 mil pessoas

O Governo do Estado investiu mais de R$14 milhões, para garantir que mais de 300 mil pessoas também passassem a ter acesso à água para consumo e produção. Isso foi possível após a implantação, na barragem do município de Ponto Novo, do fusegate - uma tecnologia francesa que possibilitou o aumento da capacidade de armazenamento de água da barragem em 24%.

A tecnologia implantada em 2018, aliada ao apoio direto do Pró-Semiárido, também projeto do Governo da Bahia, que proporcionou, entre outras ações, a oferta de assistência técnica especializada, permitiu ainda que cerca de 145 famílias irrigantes pudessem voltar a produzir frutíferas e, consequentemente reativar o perímetro irrigado do município, gerando alimento e renda, e também o planejamento da produção agrícola e das pequenas criações dessas famílias.

SDR assina convênios para a construção de casa de farinha e unidade classificadora de ovos em Mascote

Com investimentos de mais de R$715 mil, o Governo do Estado assinou convênios, neste sábado (29), para a construção de uma unidade de beneficiamento de mandioca e uma unidade classificadora de ovos no município de Mascote, no Território de Identidade Litoral Sul.

Os dois equipamentos visam consolidar o município de Mascote como um importante polo econômico da região, conforme analisa o titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Josias Gomes.

29.1.22

Samba do Liba reúne em show todo tipo de samba!

A Casa da Mãe recebe neste sábado, dia 29 de janeiro, a partir das 22h, o “Samba do Liba”. No repertório, muito samba ! Tradicional, de Raiz, de Roda, mas também Partido Alto, chorinho e ijexá.  O “Samba do Liba”  é formado por Elvio Magalhães (cavaco), Patrícia Ribeiro (voz), Riquinho (percussão), Thiago Leite (voz e violão) e Vitor Ribeiro (percussão).  O couvert) custa R$ 15,00 e é preciso fazer reserva pelo telefone 71 98732-5803. A abertura da Casa da Mãe, que fica na  Rua Guedes Cabral, 81, no Rio Vermelho, é às 19h. O bar e restaurante segue todas as normas e diretrizes dos órgãos de saúde com o uso obrigatório de máscara, apresentação de comprovante de vacinação e distanciamento entre mesas, entre outros.


Que samba é este?

O Samba do Liba nasceu que nem bebê mesmo, sem nome nenhum, em julho de 2016. Veio ao mundo apenas como uma reunião de amigos músicos, no Bar do Espanha, nos Barris, em Salvador. Juntos eles mostravam suas poesias e, “de quebra”, tocavam samba. Na época o Bar do Espanha era de Joseph, que não era espanhol, era libanês, mas que gostava de samba e abraçou a ideia de fazer aquele grupo de músicos ainda sem batismo passar a tocar lá todas as sextas-feiras.

O negócio começou a dar certo, o movimento aumentou, as pessoas começaram a procurar saber nas redes sociais se "nessa sexta ia ter o Samba do Libanês?” E aí, não deu outra, o grupo foi batizado : Samba do Libanês ! Hoje, para facilitar mais as coisas, o nome virou quase um apelido entre amigos, e o grupo se chama Samba do Liba.

Do Bar do Espanha o Samba do Liba saiu ganhando o mundo, tocando em vários locais de Salvador e para além das terras quentes da capital da Bahia. Desde 2018 seus componentes são os mesmos - Elvio Magalhães (cavaco), Patrícia Ribeiro (voz), Riquinho (percussão), Thiago Leite (voz e violão) e Vitor Ribeiro (percussão). E o samba que eles fazem passa pelos grandes clássicos, mas se lança em outras aventuras também. Eles tocam Ijexá, Chorinho, Partido Alto, Samba Raiz e claro, Samba de Roda. Fazem um verdadeiro resgate de tudo que é bom, com o desejo de  levar sua mensagem para mais e mais pessoas, ampliar  horizontes, lançar música boa no mundo!

E o Samba do Liba tem feito isso em boa companhia... Dividiu o palco com artistas de renome como Edil Pacheco, Waldir Lima, Gal do Beco e Lazzo Matumbi. Participou do lançamento do livro “Puçangas”, do compositor Roque Ferreira, e foi a banda que homenageou o artista, interpretando as composições do mestre. Em agosto de 2018 a família de Batatinha fez uma homenagem a este outro grande mestre, exibiu na Praça Quincas Berro D´Água um documentário sobre ele e o Samba do Liba ficou encarregado de fazer a homenagem musical, acompanhando os artistas que se apresentaram. Fora isso, o Samba do Liba marca presença todos os anos na Lavagem do Bonfim, no Botequim Barbell, na Festa de Yemanjá, no Gema Botequim, no Rio Vermelho e toca no Restaurante Preta, em Ilha dos Frades. Mas quem faz o Samba do Liba?

 

Quem faz este samba?

Elvio Magalhães - Começou sua carreira aos 16 anos e partiu para estudar Música  na Universidade Federal da Bahia . Ensinou cavaquinho e Teoria Musical Elementar, e já fez parte de diversos grupos de samba e choro de Salvador, dentre eles, Samba quem Bossa, os DezCompromissados. Toca o Liba desde 2018.

Patrícia Ribeiro - Começou sua formação artística no Centro Musical Teodoro Salles, em 2014. Em 2015, passou a fazer parte do elenco do Teatro Vila Velha, onde participou de espetáculos musicais como “Alice Através do Espelho” e “Trilogia de Matei Visnieck”. Em junho de 2015 começou a cantar no Grupo Samba das Águas. No mesmo ano montou o Coletivo Samba das Rosas, com 10 mulheres, cantando e tocando samba num tributo a Clara Nunes. O espetáculo resultante deste encontro teve temporadas no Teatro Vila Velha, Teatro Solar Boa Vista e no Bar Toalha da Saudade. Fundou, em junho de 2016, o Samba do Libanês.

Thiago Leite - Professor de violão e violonista que já passeou pelo forró, rock, bossa nova, choro e agora se encontrou no samba. Se destaca trazendo a vertente do 7 cordas no 6 (quem é leigo não entende isso). Já dividiu o palco com o grupo Botequim e Juliana Ribeiro. Já fez parte dos grupos  Sambão pra Jorge, Samba das Águas e atualmente está no no Samba do Liba.

Riquinho do Pandeiro - Pedro Henrique começou sua carreira musical aos 15 anos, como percussionista. Em sua trajetória já tocou em bandas como Samba de Arerê, Samba Mocidade, Sampartido e faz parte do Samba do Liba desde 2019.

Vítor Cardoso - Mais conhecido como Vitinho, é um percussionista do Engenho Velho de Brotas, um dos bairros mais musicais de Salvador. Com mais de 18 anos dedicados à música, Vitinho acumula passagens por diversas bandas de Salvador, entre elas Fora da Real, Só Na Paquera e Samba de Arerê. Integrante do Liba desde  2018, Vitinho também já dividiu o palco com diversos Ícones da música brasileira como Carla Visi, É o Tchan, Nelson Rufino e o grande mestre Walmir Lima.

Recentemente o percussionista participou do documentário Riachão - O Retrato Fiel da Bahia. Uma homenagem aos 100 anos do mestre Riachão.

Mais de 169 mil agricultores baianos contam com o benefício do Garantia-Safra

Neste mês de janeiro de 2022, foram autorizados os pagamentos do benefício do Garantia-Safra de mais quatro municípios baianos, totalizando, na Safra 2020/2021, 169.696 famílias beneficiadas, de 150 municípios. Passaram a integrar a folha de pagamento: Casa Nova, Ituaçu, Lagoa Real e Umburanas, mediante a comprovação de perdas, em seus plantios, referente à Safra Verão, por estiagens ou excesso de chuvas. O valor total para os pagamentos é de R$ 144,2 milhões, sendo destinado a cada agricultor e agricultora o valor de R$850.

28.1.22

Rui assina convênio de infraestrutura com 34 municípios, entrega 15 ambulâncias e anuncia novos leitos para pacientes com Covid-19

Em evento realizado no Centro Administrativo (CAB), em Salvador, nesta quinta-feira (27), o governador Rui Costa assinou convênio com 34 cidades do interior, que irão receber intervenções urbanas, por meio da Conder, companhia vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

Para garantir o atendimento à população, neste momento em que o número de casos de Covid-19 aumenta no estado, Rui anunciou também a criação de 230 leitos para tratamento de pacientes com coronavírus.

Bahia manterá congelamento de ICMS sobre combustíveis por mais 60 dias

A despeito da insistência na disseminação de fake news por parte de representantes políticos que buscam confundir a opinião pública, o Governo do Estado da Bahia continua com o congelamento dos preços de referência para o ICMS dos combustíveis por mais 60 dias e faz os seguintes esclarecimentos:

1. Não houve alteração das alíquotas de ICMS para combustíveis na Bahia. As frequentes altas registradas nas bombas decorrem da política de preços da Petrobras, que gera a maior parte da sua produção em território brasileiro, com custos em reais, mas insiste em dolarizar os valores praticados para o mercado interno, o que tem resultado em frequentes reajustes dos combustíveis e em forte pressão inflacionária. A Petrobras precisa explicar esta política à população brasileira, que tem sido extremamente penalizada pela escalada nos preços.

Lula e o desafio de conciliar a mudança reclamada pelas massas com a união nacional... (Por Roberto Amaral)

O debate em torno do vice de Lula, tanto quanto o debate relativo às alianças partidárias, presentemente alimentados por uma bolorenta disputa em torno de cargos, traz consigo o inconveniente de toda inversão lógica, ao relegar a segundo plano o essencial, a saber, o necessário, prévio e público debate em torno de um programa mínimo que, ao encerrar os compromissos de governo, deve constituir-se na peça central da boa campanha eleitoral, discutido com a sociedade, e por ela sancionado, para que a votação no candidato seja também um referendum de seu programa, que se converterá, ipso facto, em programa-compromisso.

Se o ponto de partida (para as forças progressistas) é a derrota eleitoral do bolsonarismo, o ponto de chegada é a construção de um governo democrático, popular  e nacionalista. Fora daí seria conciliar com o statu quo, de que a nação quer se desvencilhar.

 A base de sustentação de um governo de mudanças  -- o apelo do sentimento nacional --  ultrapassa os limites das alianças pragmáticas (partidárias e institucionais), que sabidamente fracassaram no segundo governo Dilma, como antes haviam fracassado nos governos Vargas e João Goulart, lição que, parece,   não foi apreendida pelas forças populares contemporâneas.  A história mostra que a segurança dos governos progressistas  mais depende do apoio popular, que se conquista e se perde independentemente das composições de chapas e alianças partidárias, ou de esquemas militares, como aqueles que iludiram o governo de João Goulart. Os mais velhos devem estar lembrados do “dispositivo militar” do General Assis Brasil.   Doutra parte, o apoio popular, aquele que faltou a Vargas em 1954 e a Jango em 1964 e a Dilma em 2016 é tanto mais significativo e perdurante quanto mais se move na defesa de um programa que o eleitorado conhece, que fala aos seus interesses e que ele sancionou.

Esse programa nacional-popular é o que se espera de Luiz Inácio Lula da Silva, o cadinho onde presentemente se fundem as frustrações e as esperanças das grandes massas.

Em entrevista recente, Lula, pretendendo desarmar a resistência de correligionários de primeira água,   deixou claro que a aliança in pectoris com o ex-governador Geraldo Alckmin não guarda propósito eleitoral, muito menos caráter ideológico, reunindo políticos com distintas visões de mundo; seu escopo é assegurar a governabilidade, o fantasma que ronda a república, tão plena de crises institucionais e golpes de Estado, e que assusta o PT desde a derrubada do segundo governo de Dilma Rousseff.

Mirando para além do pleito, o ex-presidente, ao tratar da governabilidade,  não se referia nem à notória má vontade da av. Faria Lima, nem aos boatos de vetos sussurrados nas esquinas dos quartéis, mas à necessidade de promover um governo de “união nacional” (ainda que de mudanças),  necessidade tornada imperiosa em face do legado do bolsonarismo, um quadro de degradação nacional (econômica, política, social e ética), inumeráveis vezes mais grave do que aquele encontrado por Lula em 2003.

Como conciliar mudança (reclamada pelas grandes massas) com união nacional, que sugere congelamento e importa composição com o grande capital, o ex-presidente está por explicar.

O grande objetivo de hoje, ditado pelos fatos, determinaria os contornos da campanha eleitoral – conquistar apoios fora do âmbito progressista – e o caráter do governo, que, sendo de mudança, seria igualmente de composição, preparado o governante a estabelecer negociação com todas as forças políticas e econômicas, a nenhuma delas, porém, cedendo o mando. A metáfora é do ex-presidente: o pobre precisa caber no orçamento da União e o rico no imposto de renda. Resta saber como reagirá a burguesia rentista.

O difícil projeto de governo de união nacional proposto por Lula, quando são tão profundos os conflitos de classe, traz o risco de converter-se em mais uma conciliação, expediente tão cediço entre nós, mediante o qual a classe dominante se acautela  quando confrontada com avanços do movimento social. Sabe-se, porém, está à vista sua biografia, que o ex-presidente jamais sancionaria um projeto político que uma vez mais subordinasse os interesses dos trabalhadores à ordem dominante. Daí a conveniência de o candidato armar-se de um programa-mínimo em torno do qual se articulariam todas as negociações, sejam as relativas à composição de sua chapa,  sejam as que dizem respeito às alianças. A discussão em torno desse programa mínimo  daria o tom da campanha eleitoral, o que, ademais, favoreceria a elevação do nível político das massas, o que é do máximo interesse das forças de esquerda sobreviventes.  Nesta hipótese, de forma clara e transparente, restariam formuladas as bases de um “pacto nacional”, desta feita negociado não só com as instituições e as forças políticas, mas igualmente com o eleitorado, e, assim, sancionado pela soberania popular.

Fica à conta de Lula a construção de um pacto que, visando à “salvação Nacional”, concilie interesses de classe antípodas.

Na entrevista coletiva que concedeu a uma rede de sites independentes, na tarde do último  19/01, o ex-presidente enunciou um roteiro de proposições que pode ser a base de um “programa mínimo” a ser discutido com a sociedade: fundamentalmente democrático, o que compreende a defesa da institucionalidade e dos direitos individuais, e desenvolvimentista e nacionalista, o que alcança a defesa da empresa nacional. Seu eixo é a recuperação do Estado. Lula usou mesmo a expressão “Estado forte”, devolvendo-lhe o papel de vetor do desenvolvimento. Em síntese, embora não o enuncie, promete a desmontagem do projeto neoliberal, ensaiado por Collor, consolidado por FHC e levado ao paroxismo pelo atual governo, que tanto encantou a casa-grande.

Qualquer projeto de recuperação da economia e de retomada do desenvolvimento, de um desenvolvimento sustentável e que vise ao combate às desigualdades sociais e à eliminação da pornográfica concentração de renda, haverá de ser, fundamentalmente, um projeto de política de industrialização, ou seja, de sofisticação produtiva, promotora, por seu turno, do desenvolvimento científico e tecnológico, estrangulado pelo bolsonarismo, que desorganizou o ensino e combateu a cultura como se enfrenta um inimigo mortal.

A obra de verdadeira reconstrução nacional implicará a recuperação do BNDES e o fortalecimento das agências financeiras públicas, como o Banco do Brasil e a Caixa Econômica, a recuperação da Petrobras, a anulação das privatizações e a preservação da Eletrobras, em síntese a retomada do papel do Estado como agente de planejamento e desenvolvimento.

A política desenvolvimentista, que remonta aos anos 30 do século passado, é, fundamentalmente, uma política de industrialização, que cobra inovação, que promove o desenvolvimento científico e tecnológico, que promove a educação e a ciência, que, por fim, cria empregos e assegura melhores salários.

Um programa mínimo se define pelas suas limitações, que exigem clareza e fundamentação em poucos itens. Difere de um “programa de governo”, podendo ser sua síntese, elencando os  pontos centrais. De outra parte há  “assuntos de Estado” que não cabem em plataformas eleitorais. Mas há questões, como a militar, que precisam ser discutidas pelo povo brasileiro, que deve ser chamado a dizer que tipo de forças armadas deseja custear.

Consabidamente, um dos pontos altos das duas presidências de Lula, ao lado da emergência das massas,  foi a defesa dos interesses nacionais e o exercício de uma  política externa “ativa e altiva”, no resumo de Celso Amorim, seu principal timoneiro. Nos últimos 12 anos, porém, o quadro internacional  sofreu alterações radicais, seja por força da ascensão da direita nos EUA e na Europa, seja pela deterioração das relações internacionais, que Joe Biden está levando a extremos ao alimentar o impasse com a Rússia (ainda mais grave  se somam as controvérsias com a China), lembrando o clima de tensão vívido pelo mundo na crise dos mísseis, em 1962. Esse novo mundo requer, mais do que nunca, uma politica externa altiva, para que nosso país não se converta, na hipótese de uma solução dramática, em instrumento da política hegemônica das potências atômicas, em conflito por questões estratégicas e comerciais que não nos dizem respeito.

Para cumprir com o papel de braço armado da burguesia, a formação atual de nossos oficiais (cuja qualidade se expressa no capitão Bolsonaro e no general Pazuello) é suficiente, como mais do que suficientes são as armas e equipamentos de que dispõem os fardados para intervir na vida civil. Para cumprir com seu papel de instrumentos de defesa nacional, porém, as forças armadas brasileiras carecem de nova formação de  seus quadros, e de armas e equipamentos que não têm, porque o Brasil não dispõe de parque industrial adequado, e muito menos dispõe de decisão política (civil e militar) de fabricar aqui suas armas e seus equipamentos, confinando-se no subalterno papel de consumidor de artefatos estrangeiros de segunda linha ou claramente obsoletos,  como vimos na constrangedora parada dos blindados dos fuzileiros navais no desfile de 10 de agosto do ano passado em Brasília.

Essa política precisa ser revista visando a  assegurar a autonomia de nossas forças armadas, investindo na pesquisa, na inovação, e na fabricação dos equipamentos necessários à defesa nacional, sua missão constitucional,  longe do atual papel de braço armado da burguesia contra os movimentos sociais.  País cujas forças armadas dependem de fornecedores estrangeiros é país sem forças armadas e  sem segurança nacional.

Qualquer  projeto democrático deverá considerar a revisão do atual art. 142 da Constituição federal, redigido sob a curatela militar, e que  não mais corresponde  à correlação de forças que se espera emergirá das eleições deste ano.

***

Ignominia – Há exatamente 52 anos, em janeiro de 1970, era assassinado o jornalista Mário Alves de Souza Vieira, um humanista, um brasileiro de escol, um patriota, dirigente, ao lado de Jacob Gorender e Apolônio de Carvalho, do Partido Comunista Brasileiro Revolucionário-PCBR. Mário Alves, preso, assim sob a custódia do Estado, “foi trucidado numa sequência de torturas que incluíram a raspagem de sua pele com uma escova de aço e o suplício medieval do empalamento” (Brasil nunca mais, p. 96). Empalamento ou empalação, é, segundo o Caldas Aulete, “antigo suplício infligido a condenado que consistia em espetá-lo em uma estaca aguda, pelo ânus, deixando-o assim até morrer”. Os militares se desfizeram de seu corpo e, até hoje, Mário, meu querido amigo,  é listado como “desaparecido”. A tortura, a sevicia, a injúria e o assassinato se deram no quartel da Polícia do Exército, no Rio de Janeiro, na rua Barão de Mesquita. Seus algozes, segundo denúncia do MPF, foram os tenentes Luiz Mário Correia Lima, Dulene Aleixo Garcez e Magalhães, o capitão Roberto Augusto Duque Estrada, o major Valter Jacarandá e o inspetor Thimóteo de Lima. Era presidente da República o general Garrastazu Médici;  ministro do exército o general Orlando Geisel. Os criminosos, responsáveis por esse e numerosos outros crimes,  continuam impunes.

Por: Roberto  Amaral.

Governo inicia audiências públicas para concessão de serviços nos parques estaduais

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), deram início, nesta quarta-feira (26), às três audiências públicas para a contribuição da sociedade baiana sobre a proposta de concessão de serviços de apoio à visitação de atrativos e instalações dos parques estaduais Zoobotânico de Salvador, das Sete Passagens e Serra do Conduru.

Camacã recupera estradas vicinais com apoio do Governo do Estado

A cidade de Camacã, no território Litoral Sul, foi um dos municípios que sofreram com as fortes chuvas que atingiram a Bahia no final de 2021. Para mobilizar com rapidez as comunidades rurais atingidas e dar trafegabilidade aos agricultores e agricultoras familiares, Camacã foi uma das primeiras a acessar os recursos disponibilizados pelo Governo do Estado e já iniciou a recuperação das estradas vicinais.

O prefeito Paulo Cézar Bonfim, conhecido como Paulo do Gás, presente em reunião junto ao chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Jeandro Ribeiro, nesta terça (25), destacou a importância do apoio finnaceiro no valor total de R$ 80 mil.

Estudantes de Araci trabalham na criação de protótipo não invasivo para controle glicêmico de diabéticos

Com a finalidade de promover uma alternativa mais confortável ao paciente diabético voltada ao automonitoramento constante de seus níveis glicêmicos, os estudantes do curso técnico de nível médio em Análises Clínicas, do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) do Sisal II, localizado em Araci, estão trabalhando no projeto “Protótipo não invasivo para controle glicêmico a partir do fluido salivar”. O projeto conquistou o 1º lugar na categoria “Ciências Exatas e Engenharia” e venceu as categorias “Reconhecimento Científico: Menção Honrosa" e “Reconhecimento Científico: Projeto Inovador”, na 9ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA), realizada de forma on-line, em dezembro de 2021.

26.1.22

Bahia atinge 21.635 casos ativos de Covid-19; 28 óbitos são registrados

O boletim epidemiológico desta terça-feira (25) registra 21.635 casos ativos de Covid-19, o maior desde 6 de março de 2021, quando a Bahia atingiu 21.916 casos ativos da doença.

O boletim epidemiológico de hoje ainda indica que, nas últimas 24 horas, foram registrados 6.145 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,47%), 4.477 recuperados (+0,35%) e 28 óbitos. Dos 1.325.321 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.275.867 já são considerados recuperados, 21.635 encontram-se ativos e 27.819 tiveram óbito confirmado.

Governo realiza inscrições para cursos do Conectar – Qualificação e Trabalho


Trabalhadores de Eunápolis, Itamaraju, Porto Seguro, Prado, Teixeira de Freitas, Ilhéus e Itabuna, municípios baianos atingidos pelas fortes chuvas do final do ano passado, podem se inscrever, até o próximo dia 31, no projeto Conectar – Qualificação e Trabalho. A iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), oferece cursos na modalidade a distância com bolsa-auxílio no valor de R$ 240. 

 As inscrições estão sendo realizadas nas unidades do SineBahia ou nas prefeituras municipais. Os interessados devem apresentar RG, CPF e comprovantes de residência e dados bancários.

Bahia registra 2.336 casos de H3N2 com 114 óbitos

De 1º de novembro de 2021 até 25 de janeiro deste ano, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) registrou 2.336 casos de Influenza A, do tipo H3N2, distribuídos em 214 municípios. Deste total, 1.079 (46,19%) são residentes em Salvador. Vale ressaltar que se trata de uma amostragem de casos de Síndrome Gripal (SG), pois nem todas as amostras coletadas são testadas para Influenza.

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Bahia, dos 2.336 casos, 487 evoluíram para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e necessitaram de internação, com 114 pacientes evoluindo a óbito, o que caracteriza uma letalidade de 23,4%. Dos 31 municípios que notificaram óbitos, Salvador (62), Feira de Santana (8) e Teixeira de Freitas (7) concentram 67,5% das mortes.

Equipes técnicas do Governo do Estado seguem realizando diagnóstico e regularização de documentos de agricultores familiares

Iniciou, nesta segunda-feira (24), mais uma etapa de mutirões promovidos pela Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR). Desta vez, a ação está ocorrendo, simultaneamente, em municípios dos Territórios Chapada Diamantina e Piemonte do Paraguaçu. 

A iniciativa visa a realização de diagnósticos geolocalizados, para o levantamento da situação de propriedades rurais de agricultores e agricultoras familiares, assentados e assentadas de reforma agrária e representantes de povos e comunidades tradicionais, atingidos pelas fortes chuvas, que ocorreram no último mês de dezembro e no início de janeiro.  Os diagnósticos irão subsidiar o planejamento de políticas públicas para essas áreas.

19.1.22

Prefeituras baianas recebem investimentos para dar início à recuperação de estradas vicinais

Os municípios baianos, que tiveram estradas vicinais danificadas pelas fortes chuvas de dezembro e início de janeiro, já começaram a receber recursos para dar início à recuperação dos trechos que dão acesso a comunidades rurais. A ação foi reforçada em evento realizado, nesta segunda-feira (17), pelo governador Rui Costa, no Parque de Exposições de Salvador.

Estão sendo destinados R$14 milhões para beneficiar municípios baianos sob decreto emergencial, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com o apoio e a mobilização de consórcios públicos. 

Bahia completa um ano de vacinação contra Covid-19 com redução de internações e da taxa de mortalidade

Há exatamente um ano, em 19 de janeiro de 2021, a enfermeira Maria Angélica Sobrinho foi uma das primeiras moradoras da Bahia a serem vacinadas contra a Covid-19. Desde então, 11.163.665 baianos iniciaram o esquema vacinal contra a doença, o que representa 78,3% do público alvo (pessoas com 5 anos ou mais). Deste total, 9.040.834 já tomaram também a segunda dose e 1.811.592 já completaram o esquema vacinal com a dose de reforço.

Estudantes de Ibitira criam herbário para catalogar plantas em risco de extinção na região

Com o intuito de catalogar algumas espécies de plantas em risco de extinção no distrito de Ibitira, em Rio do Antônio, estudantes do Colégio Estadual Professora Lia Publio de Castro, situado na localidade, desenvolveram um herbário. A iniciativa integra o projeto “Herbário: plantas em extinção no distrito de Ibitira”, que conquistou o 1º lugar na categoria “Cientista Júnior” entre as pesquisas científicas concluídas, na 9ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA), realizada de forma on-line, em dezembro de 2021.

Bahia registra 2.184 casos de H3N2, com 100 óbitos, e 23 de Flurona

De 1º de novembro de 2021 até 18 de janeiro deste ano, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) registrou 2.184 casos de Influenza A, do tipo H3N2, distribuídos em 193 municípios. Deste total, 1.104 (50,54%) são residentes em Salvador. Vale ressaltar que se trata de uma amostragem de casos de Síndrome Gripal (SG), pois nem todas as amostras coletadas são testadas para Influenza.

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Bahia, dos 2.184 casos, 454 evoluíram para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e necessitaram de internação, com 100 pacientes evoluindo para óbito, o que caracteriza uma letalidade de 22,02%. Os óbitos foram registrados nos municípios de Salvador (58), Feira de Santana (6), Teixeira de Freitas (6), Canavieiras (2), Ilhéus (2), Mulungu do Morro (2), Jequié (2), São Sebastião do Passé (2), Simões Filho (2) , Valença (02) e 01 óbito para cada um dos seguintes municípios: Mairi, Cabaceiras do Paraguaçu, Camaçari, Candeias, Catu, Guanambi, Itagimirim, Ituberá, Laje, Maragogipe, Nazaré, Pojuca, Ribeira do Pombal, Sapeaçu, Tanquinho, Urandi e Jequiriçá.

18.1.22

Consórcios receberam máquinas adquiridas pela Seagri para minimizar impactos das chuvas

As máquinas adquiridas pela Secretaria da Agricultura, com autorização do Governo do Estado, foram  entregues nesta segunda-feira (17), pelo governador Rui Costa. Com investimento da ordem de R$40 milhões, foi possível adquirir 60 máquinas entre  motoniveladoras, escavadeiras e roçadeiras hidráulicas, tratores agrícolas e pás carregadeiras, que contribuirão na reconstrução dos municípios baianos mais afetados pelas chuvas e também na reconstrução das estradas para escoar as produções dos agricultores.

Funceb abre 1,3 vagas em aulas de dança presenciais no mês de janeiro

Serão 44 modalidades como afro jazz, street jazz, dança aérea em tecido, danças 60+, stiletto e balé. Aulas acontecem de 3 a 28 de janeiro de 2022

Quem deseja fugir de vez do sedentarismo e iniciar o ano de 2022 com as atividades físicas em dia, poderá escolher entre as 44 modalidades em dança que estarão disponíveis entre 3 e 28 de janeiro na Escola de Dança e no Centro de Formação em Artes da Funceb, ambos localizados no Centro Histórico de Salvador. 

No turno matutino estarão abertas 540 vagas nos Cursos Intensivos de Verão 2022. Nesta modalidade, as inscrições acontecem diretamente com o professor ou professora de cada aula, e a matrícula é formalizada com o pagamento do curso no primeiro dia de aula. Com duração de uma semana, os cursos intensivos têm carga horária de duas ou três horas diárias, e o investimento é a partir de R$ 120,00.

Saiba como quitar IPVA 2022 com 20% de desconto

Os proprietários de veículos baianos podem aproveitar o desconto de 20% para pagamento à vista até 10 de fevereiro.

Uma boa oportunidade para os contribuintes neste início de ano é realizar o pagamento do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2022 com desconto de 20% oferecido pelo Governo do Estado para quem quitar o tributo de forma integral até 10 de fevereiro. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz-Ba), em comparação com os exercícios anteriores, o percentual de abatimento para quem pagar logo o imposto dobrou: até 2021, o desconto no início do ano era de 10% para o pagamento antecipado.

Confira calendário de sorteios do primeiro semestre da Nota Premiada Bahia

O calendário para o primeiro semestre do ano prevê a realização dos sorteios regulares com premiação de R$ 100 mil e R$ 10 mil.

O calendário com as datas de realização dos sorteios do primeiro semestre do ano de 2022 da Nota Premiada Bahia já pode ser conferido pelos participantes. O primeiro sorteio do ano acontecerá no próximo dia 20 de janeiro, quando concorrem os consumidores cadastrados na campanha e que fizeram compras inserindo o CPF na nota ao longo do mês de dezembro. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), responsável pela campanha, este ano serão realizados 12 sorteios regulares, cada qual distribuindo um prêmio de R$ 100 mil e 90 R$ 10 mil. Haverá ainda o sorteio especial de R$ 1 milhão para um único ganhador, agendado para 4 de julho. Confira o calendário por meio do link ou no Instagram @notapremiadabahia.

Luizinho se lança como pré candidato a deputado estadual

A Rádio Angiquinho no Programa Radar levou ao ar na tarde de hoje, 18, uma entrevista feita pela jornalista Ivone Lima com Luiz Humberto, popularmente conhecido como “Luizinho”. Ele é atualmente o administrador do Bairro Tancredo Neves, cargo ligado à prefeitura de Paulo Afonso na Bahia com status de secretaria.

Cachoeira de Paulo Afonso: quintessência da beleza em movimento nas lentes de Mário Roberto e a segurança de suas usinas no cognitivo científico do “Dr. Chico do concreto”, signatário de suas construções!

Recentemente, as chuvas caudalosas que avolumaram sobremaneira o rio São Francisco causaram a reabertura das comportas do complexo hidroelétrico da CHESF, ora em visitação pública, retratando novamente um dos mais belos espetáculos da natureza com suas quedas d’águas que, categoricamente, elevam os olhos de quem as contempla a um puro prazer celestial. As fotos do exímio fotógrafo, em anexo, falam per si e, no senso comum, valem mais que mil palavras.

17.1.22

Bahia atinge 9.479 casos ativos de Covid-19; 10 óbitos são registrados

A Bahia registrou nesta segunda-feira (17) 9.479 casos ativos de Covid-19. A última vez que o estado teve um número de ativos maior ao de hoje foi em 16/07/2021, quando foram registrados 10.054 ocorrências. O boletim epidemiológico aponta ainda que, nas últimas 24 horas, foram computados 1.795 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,14%), 1.361 recuperados (+0,11%) e 10 óbitos. Dos 1.290.351 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.253.200 já são considerados recuperados e 27.672 tiveram óbito confirmado.

Ação realizada pela Seinfra libera o tráfego de veículos na BA-651, em Itapitanga

O trabalho de recomposição de vias realizado pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) permitiu a passagem de veículos em mais uma rodovia afetada pelas chuvas. O tráfego na BA-651, em Itapitanga, foi autorizado no último domingo (16) com a construção de um desvio provisório próximo a ponte de acesso ao município, que havia sido interditada por conta de rompimento do muro de contenção. Com a ação na BA-651, aumenta para 62 dos 74 trechos afetados pelas chuvas com o trânsito totalmente ou parcialmente liberado.

Governo do Estado firma convênios para construção de moradias e entrega equipamentos a municípios afetados pelas chuvas

O governador Rui Costa assinou nesta segunda-feira (17), no Parque de Exposições de Salvador, convênios com seis municípios atingidos pelas chuvas de dezembro de 2021 para a construção de casas, por meio do Programa Bahia Minha Casa. A ação é parte da determinação de dar prioridade e rapidez aos projetos de reconstrução das áreas afetadas pelas enchentes. O trabalho será uma parceria entre as secretarias estaduais de Desenvolvimento Urbano (Sedur), via Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), e de Relações Institucionais (Serin). Têm prioridade no atendimento as famílias desabrigadas em municípios que elaboraram os cadastros de moradores de bairros destruídos pelos temporais.

Boa música de terça a sábado na Casa da Mãe

Tem samba jazz, choro, reggae, MPB, lançamento de livro e mais samba!

Muita música boa de terça a sábado, na Casa da Mãe, no Rio Vermelho, que tem também comida de primeira qualidade. Todos os protocolos de segurança contra a contaminação pela Covid-19 estão sendo tomados pelo espaço cultural. Na terça-feira, 18.01, tem Samba Jazz, com a banda formada por Matias Traut, Samuel Cabral, Tobias Möller, Jordi Amorim e Fernando Isaia. Às 21h, com couvert a R$ 15.

Defesa Civil do Estado atualiza dados sobre população afetada pelas chuvas na Bahia

Com base em informações recebidas das prefeituras, a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) atualizou, na tarde deste domingo (16), os números referentes à população atingida pelas fortes chuvas que ocorreram em diversas regiões do estado. São 30.306 desabrigados, 62.156 desalojados, 27 mortos e 523 feridos. O total de atingidos é de 965.643 pessoas.

O último óbito ocorreu no dia 7, em Barra, no oeste baiano, e foi informado à Sudec pelo município apenas neste domingo (16). Trata-se de um homem de 72 anos, que se afogou no assentamento São Francisco, na margem do Rio Grande, zona rural de Barra.

Nesta segunda (17), Rui firma convênios para construir moradias nas cidades atingidas pelas enchentes e entrega ambulâncias e máquinas

Em ato que será realizado nesta segunda-feira (17), às 10h30, no Parque de Exposições, em Salvador, o governador Rui Costa vai entregar 28 ambulâncias tipo van, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Além disso, serão disponibilizados 56 máquinas pesadas e equipamentos diversos para 19 Consórcios Públicos Multifinalitários para ajudar na reconstrução das cidades mais prejudicadas pelas fortes chuvas no estado. A viabilização desses itens ficou a cargo das secretarias estaduais da Agricultura (Seagri) e de Infraestrutura (Seinfra).

Rui ainda assinará convênio com os municípios para construção de casas, por meio do Programa Bahia Minha Casa, com prioridade de atendimento às famílias que estão desabrigadas. O trabalho será realizado a partir de uma parceria entre as secretarias estaduais de Desenvolvimento Urbano (Sedur), via Conder, e de Relações Institucionais (Serin).

15.1.22

Bahia atinge 8.732 casos ativos de Covid-19; 8 óbitos são registrados

A Bahia registrou neste sábado (15) 8.732 casos ativos de Covid-19. A última vez que o estado teve um número de ativos maior ao de hoje foi em 24/07/21, quando foram registrados 9.042 ocorrências. O boletim epidemiológico aponta ainda que, nas últimas 24 horas, foram computados 918 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,07%), 738 recuperados (+0,06%) e 8 óbitos. Dos 1.287.084 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.250.694 já são considerados recuperados e 27.658 tiveram óbito confirmado.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

Projeto Laudato Si é referência em plantação de uvas em Paulo Afonso

No dia de ontem, 14, aconteceu o evento de apresentação do Projeto Laudato Si a comunidade da cidade de Paulo Afonso na Bahia. Com o objetivo e promover o plantio de mudas de parreiras, o espaço usado para a plantação já começa a dar frutos.

Inspirada na segunda Encíclica do Papa Francisco, “Laudato Si, sobre o cuidado da Casa comum”, a diocese de Paulo Afonso não só plantou arvores, mas elas servem para produzir frutos e ajudar a manter outros projetos sociais. É o caso do Fandame – Fundação de Assistência a Criança e Adolescentes criando pelo então Bispo Dom Mário Zanetta.

Quem fará o discurso da esquerda? (Por Roberto Amaral)

A burguesia aqui operante, desapartada dos interesses do país, vem garantindo o império de sua ordem, nada obstante a periódica troca nominal de governantes que promove e a sucessão de partidos políticos conservadores que no mais das vezes se confundem na mesmice de programas (escritos por mera exigência legal) e na prática comum de vícios, dentre os quais aflora o descompromisso com o que quer que mesmo de longe sugira um projeto nacional, a cuja carência debitamos grande parte de nossas mazelas. O poder pelo poder – a ocupação das sinecuras e os “negócios de Estado”– é o fim e a justificativa do concurso partidário, elevado aos píncaros da biltraria pelo Centrão, conglomerado de reacionários e negocistas de que se vale a classe dominante para manietar o Congresso e, por seu intermédio, impedir reformas e impor retrocessos políticos. Mediante esse controle, custeado pela ingerência do poder econômico nas eleições, asfixia os eventuais governos populares (sempre um episódio fora da curva), impondo-lhes a rendição, como ocorreu com o golpe de Estado parlamentar que sequestrou o mandato de Dilma Rousseff.

14.1.22

Bahia atinge 7.256 casos ativos de Covid-19; 14 óbitos são registrados

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.999 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,16%) e 903 recuperados (+0,07%). O boletim epidemiológico desta quinta-feira (13) também contabiliza 14 óbitos. Dos 1.283.736 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.248.838 já são considerados recuperados, 7.256 encontram-se ativos e 27.642 tiveram óbito confirmado. Esse número é o maior desde 26/07/2021, quando o estado da Bahia apresentou 7.796 casos ativos para Covid-19. Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

Nos onze primeiros meses de 2021, volume de serviços na Bahia avançou 10%

No acumulado do ano, as atividades turísticas ampliaram 49%

O volume de serviços na Bahia avançou 10,1%, no acumulado dos onze primeiros meses de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior. O Estado foi destaque, no mesmo período, nas atividades turísticas, que expandiram 49,3%. A Bahia contabilizou ainda crescimento de 44,5% no volume das atividades turísticas em novembro do ano passado, quando comparado com o mesmo mês do ano anterior. É importante ressaltar que, em termos de variação, a Bahia contabilizou a segunda taxa mais expressiva e maior alta da série histórica iniciada em 2012, para os meses de novembro.

Covid-19: Bahia receberá apenas 5% do total de doses necessárias para imunizar crianças de 5 a 11 anos com a primeira dose

A primeira remessa de vacinas contra a Covid-19 destinadas às crianças de 5 a 11 anos chegará à Bahia nesta sexta-feira (14). Serão 75 mil doses, o que corresponde a apenas 5% do total de doses necessárias para imunizar o público-alvo baiano, estimado em cerca de 1,5 milhão, com a primeira dose.

A previsão é que a carga enviada pelo Ministério da Saúde chegue ao aeroporto de Salvador em um voo comercial, com pouso programado à 1h20.

O planejamento é que as doses comecem a ser enviadas para os municípios após a emissão do parecer do INCQS/Fiocruz (Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde), previsto para ser divulgado às 14h, e conclusão da reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), programada para a manhã desta sexta-feira.

Vídeo explica como instalar o Preço da Hora Bahia em seu celular

Disponível em páginas e redes sociais da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz-Ba), vídeo explicativo busca ajudar os consumidores com orientações sobre como baixar em seu celular o aplicativo Preço da Hora Bahia (PHB), do Governo do Estado, que permite pesquisar preços no mercado a partir de informações em tempo real extraídas das notas fiscais eletrônicas emitidas pelos estabelecimentos comerciais em todo o Estado. Baixado por cerca de 430 mil baianos, a ferramenta já em sua versão 1.2.122. Somente no mês de outubro, 90 mil usuários utilizaram a ferramenta. O Preço da Hora Bahia está disponível na Apple Store, no Google Play Store e também pelo site Preço da Hora.

Lacen registra aumento de 234% no número de casos positivos de Covid na Bahia​

O crescimento do número de casos de positivos para o vírus da Covid-19 voltou a acender um alerta na Bahia. Com mais de 3 mil exames de RT-PCR analisados diariamente, o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) registrou um aumento de 234% na positividade dos testes para detecção da doença em relação ao exames realizados no período entre 1º a 12 de janeiro de 2022. A última vez que o estado atingiu essa marca foi em outubro de 2021.

Coordenadora Técnica dos Laboratórios de Vigilância Epidemiológica, Felicidade Pereira explica que o dado mostra que, a cada 100 exames, o número saltou de 6,55 para 21,93 casos positivos. "A gente vê hoje que o percentual tem se elevado diariamente e isso atribuímos a essa nova variante Ômicron, o que é muito preocupante. Tínhamos índices baixos de positividade, mas agora já estamos vendo um reflexo de um novo cenário epidemiológico no estado", alerta.

SEC realiza inscrições para sorteio eletrônico de 40 cursos técnicos distribuídos em 11 eixos tecnológicos

 

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) está com inscrições abertas para o sorteio eletrônico, até a próxima terça-feira (18), de 12.985 vagas em 40 cursos técnicos de nível médio, distribuídos em 11 eixos tecnológicos. Voltados para as pessoas que já concluíram o Ensino Médio, os interessados podem buscar formação profissional nas áreas de Gestão e Negócios; Recursos Naturais; Ambiente e Saúde; Informação e Comunicação; Segurança; Turismo, Hospitalidade e Lazer; Recursos Naturais; Infraestrutura; Produção Alimentícia; Controle e Processos Industriais; e Produção Cultural e Design. As vagas são para os centros de educação profissional e unidades compartilhadas, na capital e em mais 93 municípios da Bahia.

Desconto de 20% no IPVA é vantajoso, explica economista

Segundo especialista, nenhuma aplicação tem rendimento semelhante. Ele alerta, porém, que cada pessoa deve analisar sua situação financeira antes de optar entre o desconto ou o parcelamento.

O desconto de 20% no pagamento antecipado, até 10 de fevereiro, do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em 2022 deve ser aproveitado pelos contribuintes baianos. É o que aponta o economista da SEI (Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia) e especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, Luiz Mário Vieira. Ele alerta, porém, que cada pessoa deve analisar a sua condição financeira antes de optar entre o desconto e o parcelamento. 

13.1.22

LANÇAMENTO DO LIVRO GENOCÍDIO - O INÍCIO DO FIM NA LIVRARIA LAMARCA

 

Sistema PAIS é tema de episódio no Conhecendo o Mercado

Está no ar mais uma edição do Conhecendo o Mercado, o podcast que divulga informações e dicas para descomplicar a vida e alavancar os negócios do agricultor e agricultora familiar. No episódio desta quarta-feira (12), o tema aborda o Sistema de Produção Agroecológica, Integrada e Sustentável (PAIS), que é uma estratégia de plantio muito utilizada pelos agricultores e agricultoras familiares. No sistema são utilizados os bens naturais, de forma sustentável, integrando o ecossistema e reduzindo os custos na produção da agricultura familiar.

Segundo Marcelo Miranda, técnico da Coordenação de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), esse não é um sistema pensado para ocorrer de forma apenas individual, mas em grupo, para favorecer a comercialização do excedente da produção.

Nota Premiada Bahia contempla 1.093 participantes em 2021

A campanha do Governo do Estado realizou 12 sorteios regulares que distribuíram 91 prêmios a cada mês, além de um sorteio especial de R$ 1 milhão, e repassou ainda R$ 18,7 milhões para entidades filantrópicas.

A campanha Nota Premiada Bahia deu um show de prêmios e solidariedade em 2021, transformando a vida dos participantes e apoiando as entidades filantrópicas ativas no Programa Sua Nota é um Show de Solidariedade. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), responsável pela campanha, ao longo do ano foram realizados 12 sorteios regulares e um sorteio especial, totalizando 1.093 participantes contemplados. Mensalmente, as premiações distribuíram R$ 1 milhão entre 91 sorteados: 90 prêmios de R$ 10 mil e um de R$ 100 mil. Já o sorteio especial, realizado em junho, tornou milionário um único ganhador.