Dimas Roque: 03/01/2010 - 04/01/2010

30.3.10

Defensoria Pública convida.

A realização da eleição para escolha do cidadão habilitado a membro titular do Grupo Operativo. A fim de torna o papel da defensoria público cada vez mais importante e de relevância social, convidamos você cidadão para o evento do dia 31/ 03 as 16: horas, o cidadão ter a garantia dos seus direitos assegurados representa um avanço democrático. A presença de membros de entidades da sociedade civil se faz necessária no intuito de legitimar o processo.

A realização da eleição para escolha do cidadão habilitado a membro titular do Grupo Operativo da ouvidoria Cidadã da Defensoria Pública da Bahia que seria na noite de 29/ 03, devido à ausência de quorum legal e um desencontro de informações decidiu-se em comum acordo entre os presentes pelo adiado da mesma, visando contemplar a presença de um maior número de candidatos e de populares para a escolha. O cidadão de posse da "Ficha de Habilitação de Candidatura", dentro do prazo fixado no "Diálogo Municipal que ficou estabelecido entre os dias 15 a 25 de Março, os inscritos a vaga deverão apresentar "Ficha de Habilitação de Candidatura", emitida pela defensoria após minuciosa avaliação e dando totais condições de aptidão a disputa para a escolha popular a membro titular do Grupo Operativo a que trata o edital deverá atender aos seguintes requisitos:

Ser cidadão brasileiro em pleno gozo de seus direitos políticos;
Inexistência de ação penal condenatória transitada em julgado contra o interessado;
Não ocupar cargo eletivo, cargo comissionado ou de confiança em qualquer uma das esferas da Administração Pública municipal, estadual ou federal, direta ou indireta, em qualquer esfera de poder.
Ser representante de organizações da sociedade civil, que incluam entre suas finalidades institucionais atuação com qualquer das áreas de competência da Defensoria Pública do Estado da Bahia ou representante da sociedade civil com notória atuação em qualquer das áreas de competência da Defensoria Pública.

Idade mínima de 21 anos.

Para validação da escolha dos membros titulares e suplentes do Grupo Operativo da Ouvidoria Cidadã da Defensoria Pública da Bahia, as representações da sociedade civil deverão encaminhar, nos termos do Edital, a ata original da reunião com relatório e a lista de presença original, a "Ficha de Habilitação de Candidaturas"da pessoa escolhida e seus documentos aqui especificados:

Cópia da carteira de identidade - RG, cópia do cadastro de pessoas físicas - CPF e cópia de seu comprovante de residência;
Cópia do título de eleitor ou certidão de quitação eleitoral;
Certidão negativa fornecida pelo Cartório de Execuções Penais;

Com informações da Comissão.

DE HERÓI A BANDIDO EM POUCAS HORAS.

A foto que correu o Brasil não era de um professor e sim de um PM infiltrado no movimento dos professores.

“PM embarcou em Osasco no ônibus dos professores; é um P2″.

Isabel Azevedo Noronha, presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) recebeu nesta segunda-feira, logo cedo, uma ligação de um colega da subsede de Osasco: “Aquele rapaz que socorreu a policial é um professor daqui da cidade. Nós vamos encontrá-lo, para esclarecer tudo isso”.
Diretores de subsede da Apeoesp de Osasco passaram a manhã e a tarde investigando. Lembravam-se de tê-lo visto em Osasco em meio aos professores. Conferiram listas dos que vieram para a assembleia da sexta-feira, 26 de março, no Palácio dos Bandeirantes. Conversaram com muitos colegas.
No começo desta noite descobriram que o suposto professor é um policial militar do serviço reservado (ou secreto) da Polícia Militar paulista. É um P2, como são chamados.
A caráter para não levantar suspeitas (garotão barbado, jeans, mochila nas costas), o jovem policial infiltrado embarcou no ônibus dos professores de Osasco, como se fosse um deles. Daí o pessoal da subsede de Osasco ter achado inicialmente ele que era um colega.
A descoberta da Apeoesp derruba três versões oficiais da PM paulista.
A primeira, no sábado, a Terra Magazine, de que o PM não-identificado “era um dos policiais da região, que estavam empenhados na operação” .
As outras duas são de hoje. Ao Viomundo, disse que o policial militar à paisana “estava no local”. A Terra Magazine, informou que ele estava “passando” pela manifestação.
Aos poucos a verdade sobre a foto famosa da manifestação dos professores vai se revelando. Mas ainda há muitas perguntas sem respostas. Por exemplo, qual era a missão dele na assembleia dos professores? Levantar informações sobre o andamento do movimento? Fazer provocação? Ou o quê? A mando de quem? Qual a intenção? Criminalizar a Apeoesp?
“A partir dessa noite uma das hipóteses que passamos a considerar é a de armação para sensibilizar a sociedade e jogá-la contra os professores”, lamenta a presidente da Apeoesp. “A figura da policial feminina, frágil, indefesa atacada por nós, professores, uns bárbaros. Curiosamente o capacete dela está direitinho. A roupa alinhada, como se tivesse saído da lavanderia. Para quem levou uma paulada, como disse a PM, é estranho. Os dois muito arrumadinhos, ajeitadinhos…Esquisito demais. ”
“O fato é que seremos mais rigorosos na fiscalização de quem entra nos nossos ônibus ”, cogita Isabel Noronha. “Talvez passemos a exigir o holerit, para ter certeza de que aquela pessoa é professora mesmo e essa história não se repita.”

Por Conceição Lemes

no blog Vi o Mundo de luiz Carlos Azenha (http://www.viomundo.com.br).

Emiliano José defende segurança pública no Governo Wagner.

Segundo o deputado federal, Jaques Wagner está cobrindo o déficit de segurança deixado na Bahia pelos governos passados. Em pronunciamento na rádio Tudo FM (102,5), programa Casemiro no Ar, o deputado federal Emiliano José (PT-BA) fez defesa da segurança pública no Governo Jaques Wagner e rebateu críticas dos adversários do governo passado.

"Temos plena consciência da gravidade do problema da segurança pública em todo o mundo. Não é uma excepcionalidade da Bahia e não é simples de ser resolvido. Devo dizer, no entanto, que o Governo Wagner, logo que assumiu, adotou providências e desenvolveu políticas destinadas a enfrentar seriamente o problema", acentuou.

Segundo o parlamentar, o governo desenvolveu tanto políticas sociais, "que procuram garantir oportunidades para a juventude e retirá-la do crime", quanto políticas de fortalecimento das polícias, com novos aparelhamentos, viaturas e capacitação dos profissionais.

"Já são mais de 3200 novos policiais militares concursados e mais de 1200 novas viaturas em todo o Estado. Estamos também formando e dando consciência cidadã a esse profissionais. O Governo Wagner, em consonância com o Governo Federal, está desenvolvendo ainda o Pronasci, programa que procura atuar nas áreas mais carentes e problemáticas de cidades como Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari", destacou.

ORIGEM DO CAOS

Emiliano José disse que os governos passados, principalmente o do ex-governador Paulo Souto, não têm nenhuma autoridade para falar de segurança pública e violência. Segundo ele, o Governo Wagner está cobrindo o déficit de segurança deixado na Bahia e dando mais tranquilidade ao povo baiano.

"Dados atuais do IBGE relatam que a violência explodiu na Bahia entre os anos de 2000 e 2005. A pesquisa revela que o aumento das mortes masculinas por homicídio foi cerca de 19 pontos percentuais. Dos estados em que foram registrados aumentos nas taxas de mortalidade entre jovens do sexo masculino, a Bahia se destacava, mas do que duplicando a taxa de mortalidade. No caso dos homicídios com armas de fogo, de jovens entre 15 e 29 anos, a taxa quase que triplicou àquela época", relatou.

28.3.10

Judiciário baiano paga mais de R$ 22 mil a pelo menos 75 servidores da instituição.

"A publicação da folha de pagamento de pessoal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) do mês de fevereiro endossa a ocorrência de supersalários pagos aos servidores do poder. Entre os casos, há um engenheiro com rendimento de R$ 52 mil, administrador chefe de gabinete com R$ 51 mil, técnico de nível superior com R$ 45,8 mil e psicólogo com R$ 41 mil. Ao menos 75 funcionários do TJ receberam, em fevereiro, mais de R$ 22 mil, que é o teto constitucional, por ser a remuneração mensal de um desembargador. As distorções são consequência “adicionais de função”, vantagens pessoais (adicional por tempo de serviço e decorrentes de sentença judicial ou decisão administrativa) e eventuais (férias, indenização, gratificação natalina, serviço extraordinário e pagamentos retroativo s). Por consequência, não se trata de salário mensal, mas de um somatório que coincidiu com os dois primeiros meses do ano, incluindo férias e outros direitos trabalhistas. Como resultado, um técnico de nível superior, por exemplo, que tem salário-base de R$ 3,8 mil, recebeu R$ 13,8 mil, a título de vantagens pessoais, e outros R$ 27,6 mil, em vantagens eventuais. Este servidor teve rendimento, em fevereiro, de R$ 45,8 mil – 11 vezes mais que o salário. Em janeiro, este mesmo servidor recebeu R$ 19,7 mil. São R$ 65 mil em dois meses. Informações do A Tarde."
Façamos as contas: 75 x 22.000,00 = R$ 1.650.000,00
Quantos servidores o TJ Ba contrataria com essa "merreca"?...
Em visita à Bahia, no último dia 19, o presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, comentou sobre os supersalários de até R$ 52 mil detectados no TJ-BA. “Isso certamente será corrigido. Tudo isso está sendo detectado graças à fiscalização do CNJ”, disse ele, também presidente do Conselho Nacional de Justiça. Mendes deixa as presidências no dia 23 de abril, quando o ministro Cezar Peluso assume o lugar.
Mendes cobrou do TJ-BA a extinção do Instituto Pedro Ribeiro, órgão gestor do Tribunal considerado “anomalia” pelo CNJ, e citou o problema do elevado gasto de pessoal. “A Bahia vem fazendo um grande esforço de modernização. Mas há questões pendentes, que precisam ser resolvidas, do Ipraj e outros problemas ligados à Lei de Responsabilidade Fiscal”.


COMO O JUDICIARIO DE PAULO AFONSO VAI FUNCIONAR SE RETIRAR OS MAIS DE 70% DOS FUNCIONARIOS QUE LÁ SERVEM É DA PREFEITURA, DÁ PARA ENTENDER?


Carta Aberta dos Servidores da Justiça de Ilhéus à Sociedade.

"Diante da divulgação, por meio da imprensa regional e nacional, de diversos problemas relacionados à Justiça baiana, nos vimos no dever de vir a público esclarecer com maior profundidade a posição dos servidores do Poder Judiciário da Bahia, particularmente dos lotados na Comarca de Ilhéus, quanto a estes fatos.
Com esse intuito, realizou-se na data de 17 de março do corrente ano uma reunião, em que participaram servidores de diversas funções e cargos. Nessa oportunidade, discutiu-se a melhor forma de esclarecer à sociedade qual seria a real participação e responsabilidade dos servidores neste quadro. Os pontos discutidos foram os seguintes:
1. A falta de servidores nos Tabelionatos e Cartórios de Registro de Imóveis, além de trazer grandes transtornos à população em geral (filas imensas, distribuição de senhas insuficientes etc.), tem ocasionado um aumento na carga de serviços sobre-humana, levando-os a contrair doenças laborais, a famosa LER (lesão por esforço repetitivo) e transtornos psicológicos, inclusive à população, piorando ainda mais as condições de atendimento ao público. Importante salientar que o Conselho Nacional de Justiça–CNJ, em 21 de janeiro deste ano, declarou vagos vários cargos nos Cartórios e Tabelionatos e determinou que o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia – TJBA –, realizasse concurso público, no prazo máximo de seis meses, não tendo sido publicado nenhum edital até a presente data.
2. Somos contrários às contratações sob regime diferenciado (os conhecidos REDA’s), bem como a indicação a cargos comissionados, conforme Projeto de Lei 18562/2010, em trâmite na Assembleia Legislativa da Bahia, de proposição do próprio TJBA, que institui a função de Conciliadores e Juízes Leigos, principalmente, considerando que há muitos aprovados no último concurso público que não foram nomeados pelo Tribunal de Justiça, sob alegação de falta de recursos financeiros. Ressaltamos que somos e sempre seremos defensores dos princípios constitucionais, em especial, o da moralidade, na forma de acesso aos cargos e funções públicas.
3. Os supersalários, divulgados na mídia nacional, não correspondem à realidade da maioria absoluta dos servidores do Judiciário baiano, que ganham o menor salário dentre os Tribunais de Justiça Estaduais do país. Aqueles servidores que percebem os supersalários, na realidade, são uns poucos apadrinhados, agraciados com adicionais de função, concedidos sem nenhum critério. Aliás, na verdade, nós não recebemos a reposição inflacionária desde 2008, concedidas aos demais servidores estaduais da Bahia, totalizando mais de 14% de perdas salariais, bem como não estamos recebendo parte das progressões estabelecidas em plano de cargos e salários.
4. Tramita na Assembléia Legislativa um Projeto de Lei, de autoria do TJBA, cujo objeto é o aumento da carga horária dos servidores, unificando esta jornada em todo âmbito do Poder Judiciário Nacional, conforme Resolução nº 88, do CNJ. Nós somos a favor do Projeto, desde que haja a igualdade salarial entre todos os servidores, já que os cargos e funções estão equiparados, a exemplo do Projeto que foi encaminhado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Ceará à Assembleia Legislativa daquele Estado.
Diante de todos os fatos acima apresentados, propomos:
Cumprimento do Relatório do CNJ, no sentido de extinguir imediatamente os contratos REDA;
A retirada do Projeto de Lei n.º 18.562/2010, que cria os cargos de Conciliadores e Juízes Leigos;
A reposição das perdas inflacionárias do período de 2008, 2009 e 2010;
A realização de concurso público para os Cartórios Extrajudiciais (Tabelionatos, Registro de Imóveis, Registro Civil e Protesto), conforme determinação do CNJ;
Alteração no Projeto de Lei que tramita na Assembleia Legislativa, que amplia a jornada de trabalho dos servidores do TJBA, com a inclusão da equiparação dos salários aos dos servidores dos Tribunais Federais, em cumprimento ao Princípio da isonomia;
A redução do valor do adicional de função, de até 150% para até 50%, condicionada a percepção enquanto o servidor estiver ocupando o cargo comissionado (ainda que essa permanência ultrapasse os cinco anos), sendo vedada a sua conversão em vantagem pessoal;
Nomeação de novos servidores aprovados no último concurso."

Por Tárcisio Pereira.

27.3.10

O professor solidário, mesmo depois de apanhar da policia.

O professor que levou gás pimenta no rosto, foi agredido com balas de borracha, foi o mesmo que carregou nos braços policial que passou mal devido a grande quantidade de gás pimenta e bombas de efeito moral, jogado pelos colegas policias, durante protesto dos professores em greve.

Professor que estava na manifestação carrega policial que passou mal com a fumaça das bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo,para dispersar a multidão.

Do Blog Amigos do Presidente Lula.

Anilton manda tratores novamente ao Bairro Siriema.

A ordem era a de retirar casas e construções que não estivem terminadas. Novamente a prefeitura de Paulo Afonso esteve no Bairro Seriema 1 do município de Paulo Afonso da Bahia com patrol, tratores e caçambas. O objetivo foi a retirada das construções que estão sendo feitas naquele local. Sem que houvesse nenhum contato com a população ou que fosse mostrado qualquer documento da justiça autorizando a retirada, as maquinas foram passando por cima do que encontravam pela frente. Segundo o engenheiro da prefeitura que esteve no local, tudo está acontecendo porque algumas pessoas estão vandendo terrenos sem ter a posse da terra. Perguntado se sabia quem eram essas pessoas ele não soube informar. Segundo o mesmo engenheiro existe uma ordem judicial que está com o secretário de Obras Zorobabel. Ele esteve no local e saiu de fininho, mas o Notícias do sertão conseguiu fotografalo antes do seu sumiço.

Acompanhados de muitos guardas municipais e da polícia militar, funcionários do município cumprindo ordem do prefeito, arrancaram as sapatas das construções, derrubaram barracos de taipa. E cometeram crime ambiental ao derrubar as árvores de algaroba foram derrubadas sem que houvesse uma explicação convincente para aquele ato. Aos moradores resignados e com seus filhos nos braços só restou recolher o que podiam antes que o trator passasse por cima.

Enquanto o prefeito está em seu gabinete com ar-condicionado a população pobre do Bairro Seriema vê o sonho de construir a casa própria ficar nas mãos de pessoas que só aparecem por lá em época de eleição pedindo votos e prometendo de tudo um pouco. Lá não apareceu nenhum político para ajudar aquela população pobre e necessitada.

O que sobrou depois que a patrol, trator e caçambas passaram por lá foi um novo cenário com pessoas sem saber o que será do amanhã se a prefeito Anilton Bastos resolver agora derrubar as casas de alvenaria.

26.3.10

A FOTO DO ANO ATE AGORA É CONTRA SERRA.

Postado por Emilio (@PoeTwittar) em 26 março 2010 às 22:01
A foto do ano: Professor carregando PM do Serra ferido (enquanto o #Serra foge pro interior) http://bit.ly/c7T2xx.

50 ANOS DE RENATO RUSSO.

Presidente Lula abre em ato simbólico as válvulas do Gasoduto em Itabuna.

Ao lado do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, o governador Jaques Wagner e a ministra Dilma Roussef assistiram o presidente Lula abrir, agora a pouco, em ato simbólico, as válvulas da central de distribuição de gás natural em Itabuna, no sul da Bahia.

O Gasoduto de Integração Sudeste-Nordeste (Gasene) terá capacidade para fornecer até 20 milhões de metros cúbicos de gás natural por mês. Além de Itabuna, o sul da Bahia terá outras duas centrais de distribuição (city-gate): em Eunápolis e Mucuri. O gás natural será comercializado pela Bahiagás, empresa presidida pelo itabunense Davidson Magalhães.

Da central, o governador e o presidente cumprimentarem operários e recepcionistas e se dirigiram para o parque de exposições Antônio Setenta.

HOMENAGEM AOS LADRÕES DO DINHEIRO PÚBLICO.

Lula e Wagner defendem Geddel de vaia em inauguração de gasoduto na Bahia.

Na inauguração de um gasoduto no Estado onde PT e PMDB se enfrentam com grande animosidade neste ano eleitoral, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador Jaques Wagner fizeram um aceno público nesta sexta-feira (26) em favor do ministro peemedebista Geddel Vieira Lima, que rompeu com o grupo petista na Bahia, mas segue na administração federal.
Vaiado por funcionários da obra do Gasoduto Sudeste-Nordeste (Gasene), Geddel não discursou no evento realizado em Itabuna, no sul baiano, mas ouviu críticas assim que seu nome foi citado pelo presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, e pela presidenciável petista e ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Foi então que Wagner, arquirrival do ministro da Integração Nacional, pediu generosidade.
“As pessoas que estão aqui vieram para um ato institucional. Isso aqui não é um palanque eleitoral. Todos que estão aqui são convidados da figura maior, que é o presidente Lula”, disse o governador, que foi aplaudido pelo comentário. “A gente bate palma para quem a gente gosta. Se não gosta, não diz nada. Se não quem convidou todo mundo não fica à vontade.”
Depois de encerrar seu discurso, Wagner cumprimentou Geddel, que desde o ano passado admite sua candidatura ao governo da Bahia neste ano. Ele rompeu com o petista e tem feito críticas duras a sua gestão, o que preocupa peemedebistas focados na construção da aliança nacional para eleger Dilma ao Palácio do Planalto.
No fim de seu discurso, Lula apoiou os comentários do governador baiano. “No Brasil nós precisamos aprender a separar um ato institucional de um ato político. Não é correto isso (vaiar). O Geddel tem sido um companheiro que tem contribuído com o governo. A gente não é obrigado a gostar de todo mundo”, afirmou o presidente, que na quinta-feira foi multado pela segunda vez pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que o culpou por fazer propaganda eleitoral antecipada para Dilma.
“A eleição é apenas um ato político na vida da gente. Depois da eleição a gente tem que governar”, completou Lula. De acordo com as mais recentes pesquisas de intenção de voto, Wagner pode vencer na Bahia já no primeiro turno. Geddel está em terceiro lugar, atrás do ex-governador Paulo Souto (DEM).
Ferrovia
Após a inauguração do Gasene, Lula e Wagner irão a Ilhéus para lançar os editais para a contratação das empresas que irão construir os trechos da primeira etapa da Ferrovia de Integração Oeste-Leste. O lançamento marca o início das obras que terão como ponto de partida a cidade de Ilhéus e terminarão em Barreiras, no oeste baiano, passando pelas cidades de Caetité, Brumado, Bom Jesus da Lapa e Luiz Eduardo Magalhães, com extensão total de 1.526 quilômetros.
Quando concluída, ela será interligada à Ferrovia Norte-Sul em Figueiropólis, no Estado do Tocantins. Uma das obras prioritárias do governo, incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a ferrovia terá seu primeiro trecho concluído em 2013 e exigirá investimentos de R$ 6 bilhões. Em sua segunda etapa, a Ferrovia de Integração Oeste-Leste interligará a cidade de Barreiras (BA) ao município de Figueiropólis, no Tocantins – com mais 524 quilômetros de trilhos.
Ainda em Ilhéus, o presidente fecha a programação com a assinatura de financiamento de R$ 30 milhões para a construção de mais 746 unidades habitacionais, no âmbito do programa Minha Casa, Minha Vida, nos municípios de Ilhéus, Itabetinga e Bom Jesus da Lapa.
Em dezembro do ano passado, o presidente já havia assinado a liberação de R$ 414 milhões para a construção de 9.713 unidades habitacionais na região, beneficiando cerca de 50 mil pessoas. De Ilhéus, o presidente segue no fim da tarde para São Paulo, onde passará o fim de semana.

Maurício Savarese
Do UOL Notícias ** Com Agência Brasil.

Do Blog PA de Fato.

Ilegalidade no trânsito.

Com a quebra de um ônibus da empresa Aratu, na Rua Vereador José Moreira, próximo ao Colégio Sete de Setembro, em pleno horário das 17h, saída dos alunos deste colégio e da FASETE ; alguns motoristas das empresas de transporte coletivo da cidade, resolveram por conta própria encarar uma contra-mão pela rua José Hemetério de carvalho criando um transtorno aos veículos que subiam pela mão certa, desrespeitando as leis do trânsito.

Crédito da foto: Nildo Aranha.

Vamos ajudar o Ministério público local.

O prefeito enviou a promotora Andréa a lista das pessoas que estão trabalhando no município, ate ai tudo bem, mas todos nós sabemos que é impossível que a promotora mesmo querendo, consiga saber o nome da parentada e aderentes de todos os secretários e vereadores.

O blog vai ajudar e pede o seu apoio!

Vamos identificar cada um deles e o local em que estão trabalhando. Vocês encaminham para cá e nós ao analisarmos tudo entregamos no MP local. Assim ficará mais fácil de encontrarmos aqueles e aquelas que estão trabalhando irregularmente.

Conto com sua ajuda. Isto é URGENTE!

DIA DO TEATRO E DO CIRCO.

Neste sábado 27 de Março, artistas do teatro e artistas circenses da cidade vão se concentrar na frente do Espaço Cultural Raso da Catarina às 16:00 horas e sairão em cortejo palas ruas principais de Paulo Afonso. Segundo O Encenador teatral Nildo Aranha do Grupo Popular de Teatro de rua "UM Teatro UM", a idéia de agregar todos os artistas da cidade não é somente para homenagear o dia, mas também se manifestarem para uma mobilização da classe artística por melhorias e acesso do público à cultura no âmbito municipal, como: Construção de um cine -teatro, Lei de incentivo à cultura, calendário cultural, conselho de cultura e a criação de uma secretaria municipal de cultura para implementar políticas públicas culturais de verdade.

Futsal: nossa alegria está de volta!

Nossa alegria está de volta! Os amantes e apaixonados pelo futebol de salão em Paulo Afonso tem motivos de sobra para comemorar – a equipe de futsal está sendo retomada no município. Atendendo aos pedidos de toda cidade e principalmente dos saudosos torcedores, a diretoria do Paulo Afonso Futsal Clube teve a iniciativa de reviver um dos momentos gloriosos da cidade com a composição do novo time.

Em parceria com a Prefeitura de Paulo Afonso, através da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte, o Clube mantém a base da antiga diretoria e comissão técnica que trouxeram inúmeros títulos e orgulho para a cidade.

De acordo com o presidente do Clube, Fábio Henrique, sempre houve uma cobrança para o retorno do esporte. “Nós sempre fomos cobrados para retornarmos com o clube, mas sabíamos que sozinho isso seria impossível. Foi aí que buscamos a parceria com a Prefeitura e decidimos conjuntamente. Temos certeza que esse projeto será ainda mais vitorioso do que já foi”.

Para o Clube, o momento agora é dos últimos acertos com patrocinadores, como a MS Distribuidora Nova Schin que estará estampando o seu nome na camisa dos jogadores. “Nós já éramos patrocinadores e parceiros na outra época do Futsal e quando recebemos a proposta fechamos de prontidão, pois acreditamos no trabalho que será realizado. Buscamos sempre fazer um link da nossa marca com projetos vencedores e viáveis como o do Paulo Afonso Futsal Clube, sem falar que procuramos a cada dia investir nos projetos de nossa cidade, sejam eles festivos, culturais ou esportivos. Quero voltar a ter a oportunidade de ver o nosso ginásio lotado novamente com milhares de pauloafonsinos torcendo pelo nosso time”, ressaltou o gerente da MS Distribuidora, Flávio Freire.

Agora a equipe está em treinamento e aguarda ansiosa para a estréia desta nova fase do esporte no município, que deverá acontecer em um amistoso contra uma grande equipe do Nordeste. “Estamos dando todo o nosso empenho nos treinos e tenho certeza que o lançamento oficial será uma grande festa para a torcida, para o time, enfim, para todos os pauloafonsinos, marcando o início de um período de alegrias e conquistas”, falou o presidente Fábio. Temos a certeza na credibilidade deste projeto e sentimos isso na aceitação da nossa proposta nas visitas realizadas aos nossos patrocinadores, em todas as portas que batemos fomos bem recebidos e fechamos as parcerias necessárias para concretização das competições na temporada 2010. Entre as empresas que estarão patrocinando o time além da PMPA estão: Multicor Suvinil, Fiat Cachoeira, Posto da Ilha, Nova Schin e a FS Copiadora, essas parcerias mostram a real viabilidade do projeto. Fazem parte da comissão técnica do Paulo Afonso Futsal Clube o presidente Fábio Henrique; o supervisor Neto; o treinador técnico Antônio Calos Júnior, conhecido como Júnior do Chavaska; o preparador físico Fábio Alcântara e o diretor financeiro Aluísio da Casa Pronta.

Assessoria de Comunicação

Paulo Afonso Futsal Clube

Lula: divergências dificultarão campanha de Dilma na BA.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva previu hoje que a pré-candidata à Presidência, Dilma Rousseff, terá dificuldade de fazer campanha na Bahia devido às divergências entre o governador Jaques Wagner (PT) e o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB), aliados que disputarão o governo do Estado. "Eu sei que essas divergências vão me causar problemas, mas a política tem dessas coisas, tem imprevistos. Vai ser difícil", admitiu. "Mas muito mais dificuldade vai ter a minha candidata, que vai estar nos palanques."

As declarações foram dadas em entrevista às emissoras de rádio Santa Cruz, de Ilhéus, e Difusora de Itabuna. Ele ainda foi questionado sobre a aliança que o PT está costurando com o tradicional adversário no Estado, o ex-governador e atual senador Cesar Borges, hoje no PR, que foi aliado do senador Antonio Carlos Magalhães, do antigo PFL.

"A política é interessante porque não existe nada que você considere impossível. Algum dia alguém iria imaginar que o PT fizesse aliança com o PP?", disse o presidente, referindo-se ao partido do deputado Paulo Maluf.

CPMF e imprensa

Lula voltou a reclamar do fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), que foi derrubada no Congresso Nacional. Ele disse que a falta dos recursos do chamado "imposto do cheque" tem impedido investimentos na saúde. "Eu sei que a tentativa deles (oposição) não era prejudicar o pobre; era para me prejudicar. Tiraram a CPMF por birra, quase por vingança."

O presidente encerrou a entrevista dizendo que preferia falar com profissionais do rádio do que com profissionais de jornais e TV. Segundo ele, o rádio tem uma comunicação direta. "Nas entrevistas para os jornais, a gente fala, fala, fala e depois não sai aquilo que a gente falou. Na TV eles também não colocam tudo. Eu gosto de falar mais no rádio", afirmou.

Do Notícias MSN.

Que Rei Sou Eu? Estado de Exceção em Paulo Afonso.

Cremos que muitos leitores se lembram da novela global "Que rei sou eu?". Nela um rei forjado por conselheiros suspeitos, acabou por gostar de mandar, de dá ordens e cometer desmandos, chegando ao ponto de querer mandar além do seu reino. O seu nome era Pichot e o reino se chamava Avilan. A comédia inspirada no Brasil da época, ainda se assemelha aos fatos pitorescos da política "tupiniquim", e que, estranhamente acontece em Paulo Afonso.

Retirando as meras coincidências da história fictícia e a realidade local, o comportamento do presidente da Câmara de Vereadores de Paulo Afonso, parece querer tornar-se um rei déspota no pequeno reino da "pirâmide apolonesca". Achando-se o dono das chaves da Casa do Povo, o presidente arbitrariamente adia uma Sessão Ordinária para outra data, sem que os vereadores fossem consultados, pois tal prerrogativa é exclusiva da "Câmara", ou seja: Câmara Municipal configura-se como a assembléia de representantes dos cidadãos do município, melhor entendendo, Câmara são os vereadores e não apenas um. Esta interpretação é clara na Lei Orgânica Municipal no seu Art. 35, capítulo XIV. Ao presidente é dada a prerrogativa da Reunião Extraordinária e nela se decidir, por exemplo, o adiamento de uma sessão.

"Sempre atendemos solicitação de adiamento de uma sessão por vários motivos, nunca nos opomos. Até horas antes do ínicio já adiamos em comum acordo para ceder o espaço para velórios", diz o vereador Celso Brito, que disse ainda, não ter sido consultado sobre o adiamento, apenas comunicado da decisão do presidente. Os vereadores da oposição descordaram da decisão, pois tinham interesses na sessão naquele dia, entre elas a discussao da CPI que investiga denúncia de improbidade na Administração da Câmara. "O presidente precisa entender que vivemos em uma democracia e não numa monarquia absolutista!", indignou-se o vereador ao encontrar a Câmara fechada e os funcionários dispensados do trabalho, mesmo tendo a bancada (6 vereadores) assinado um ofício descordando do adiamento sem justificativa.

Os vereadores decididos e apoiados regimentalmente avisaram que estariam na Câmara no horário previsto em Lei para a sessão ordinária e, assim a fizeram no saguão da Casa, sendo presidida a sessão pelo vice-presidente Osildo Alves, registrando em ata a sessão e convidando os presentes para a próxima sessão na terça, dia 30/03, no Plenário Josefino Teixeira. Evidente que a sesssão aconteceu dentro da legalidade, com a presença de mais de 1/3 dos edis. Tanto que, a sessão transferida para o dia 25 foi cancelada e a Câmara volta a normalidade na próxima terça.

Sobre acusações do presidente em programas de rádio, desabonando a conduta e a reputação dos vereadores da oposição, inclusive, se vangloriando que dá expediente integral na Câmara, e que os demais vereadores mal aparecem o lider da oposição responde: "Toda a cidade sabe que eu sou odontólogo e dou expediente diário em minha clínica. Não sou político profissional como alguns, mas estou quase todos os dias em meu gabinete na Câmara e recebo os que me procuram aonde eu estiver. [...] A psicologia forense explica que é comum quando uma pessoa é acusada e se sente acuada, começar a atacar o opositor na tentativa de mudar o foco da discussão. Ao invés de responder, lança outras perguntas contrárias", pontua o vereador Celso Brito.

Do Site do Ozildo Alves.

Rádio Bahia Nordeste recebe R$ 6.000,00 por mês.

Divulgação de atos do legislativo custa caro.Na Câmara de vereadores de Paulo Afonso na Bahia, o atual presidente Antônio Alexandre celebrou um contrato com uma das rádios locais no valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais) por mês. Segundo o que está descrito no objeto do trabalho que deve ser realizado seria o de “divulgação de atos do legislativo”.

O Notícias do Sertão fez as contas para saber como está sendo gasto esse valor. Usamos como base o mês de setembro que têm 30 (trinta) dias. Dividimos pelo valor de cada propaganda gravada a ser veiculada na referida rádio que custa R$ 6,00 (seis). E dividimos ainda pelo tempo em que a programação fica no ar, 19 (dezenove) horas. E chegamos ao final das contas com o resultado de 1,57 (um vírgula cinqüenta e sete) ao número de propagandas que deveria ser veiculada a cada hora.

Outra coisa que chamou a atenção desta reportagem é que durante uma semana o pessoal da redação ficou ouvindo por horas a programação da Rádio Bahia Nordeste e não identificou nenhuma das propagandas como sendo institucional com temas da câmara de vereadores. Neste mesmo período o presidente da casa legislativa utilizou os microfones da rádio para em alguns momentos se defender das acusações que vem sofrendo e em outros acusar pessoas.

Como o contrato para a divulgação de atos institucionais está celebrado legalmente o que alguns vereadores da oposição questionam é se é verdade que esse número grande de propagandas estão mesmo sendo feitas.

Velox deixa Paulo Afonso fora do ar.

Serviço de internet passou por manutenção. Ontem durante o dia a cidade de Paulo Afonso na Bahia ficou sem os serviços da operadora Oi Velox. Por volta das 09h e 30 minutos os assinantes do serviço de banda larga, sem aviso prévio, foram surpreendidos com a paralisação no acesso à internet.

Diversos usuários reclamaram do descaso da empresa. Só no período da tarde é que o Site Notícias do Sertão conseguiu contato com o setor responsável da empresa, isso depois de mais de 40 minutos indo de um lado para outro com atendentes vituais.

O mais inacreditável é que a informação dada pela equipe é que as linhas telefônicas estavam passando por manutenção. Eles não emitiram nenhum aviso de que isto iria acontecer. O descaso com os clientes fica visível, quando os serviços são interrompidos sem aviso prévio.

CONVERSA NÃO CONFIRMADA.

Ontem o telefone não pára de tocar. É que algumas pessoas estão afirmando que existe uma conversa de rua dando conta de que o presidente da Câmara de vereadores de Paulo Afonso vai deixar o cargo e deixar a vereança, tudo isto por conta do pedido de CPI protocolado pelos vereadores da oposição. Com isto o atual presidente se livraria de perder os direitos políticos.

Ao passear hoje pelas ruas do centro também ouvi algumas pessoas falarem sobre isto. Entrei em contato com alguns vereadores da oposição, mas nenhum deles confirmou saber algo sobre o assunto. Eles acham que isso não passa de boato.

O tempo está contando e só saberemos se é verdade ou não na próxima terça-feira quando se realizará a sessão ordinária onde será lido o pedido de instalação da CPI das diárias fantasmas, como está conhecida.

25.3.10

EBDA ganha reforço de 115 veículos e Wagner comemora acordo para o fim da Zona Tampão.

Aproximadamente 35 mil famílias baianas assentadas serão assistidas por mais 115 veículos entregues nesta quinta-feira (25) pelo governador Jaques Wagner a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA). A renovação da frota representa a ampliação da cobertura da empresa para 92,3% do território baiano.

No evento o governador ainda comemorou o acordo de cooperação técnica entre o Ministério da Agricultura e os governos da Bahia e do Piauí para a extinção da Zona Tampão até novembro deste ano. A Zona Tampão é formada por oito municípios na divisa da Bahia com Piauí e Pernambuco.

Apesar de a Bahia estar 100% livre da aftosa, a zona ainda apresenta riscos de surtos da doença. Para reduzi-la, o acordo prevê a contratação de médicos veterinários, intensificação da cobertura vacinal e recadastramento de todos os produtores rurais. A medida trará benefícios para a região, ao elevar o atual preço do rebanho localizado na zona tampão, que hoje não pode ser comercializado na Bahia e em outros estados.

Lula e Wagner inauguram gasoduto em Itabuna e assinam edital da Oeste-Leste em Ilhéus.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador Jaques Wagner inauguram, nesta sexta-feira (26), às 11h, o trecho do Gasoduto de Integração Sudeste-Nordeste (Gasene), em Itabuna, abrindo as válvulas de distribuição do gás natural para o Sul da Bahia.

Itabuna terá a primeira central de distribuição, implantada pela Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás), que contará com bases também em Mucuri e Eunápolis, no Extremo Sul da Bahia, e Catu, Região Metropolitana de Salvador.

A solenidade será no Parque de Exposições Antonio Setenta, na Rodovia BR-415, Km 36, e também terá a presença do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, do secretário estadual de Infraestrutura e presidente do Conselho de Administração da Bahiagás, João Leão, do presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, representantes dos setores industrial e comercial e moradores da região.

A central de distribuição da Bahiagás é interligada ao city gate (ponto de entrega) da Petrobras, em Itabuna. Até 2012, a Bahiagás planeja investir R$ 60 milhões na construção de 80 km de dutos para atender o mercado não-térmico dos municípios de Itabuna, Ilhéus, Eunápolis e Mucuri. Para o atendimento de diversos outros municípios do Sul do estado, estarão concluídos, até 2014, 250 km de gasodutos, com investimentos adicionais de R$ 100 milhões.

A distribuição do gás natural no Sul e Extremo Sul do estado cria condições para o desenvolvimento industrial, comercial e automotivo, beneficiando 32 municípios. A região também contará com o reforço do Complexo Multimodal de Transporte, composto pelo Porto Sul, a Ferrovia Oeste-Leste e um aeroporto internacional.

Não houve sessão na Câmara de vereadores.

Conforme o regimento interno da câmara de vereadores de Paulo Afonso, as maiorias dos vereadores que realizaram a sessão na última terça-feira estavam certos. O presidente da casa em um ato arbitrário, segundo os vereadores da oposição, mandou trancar as portas do plenário da casa legislativa para que não fosse realizada a sessão naquela data. Como não tinham concordado, eles que hoje tem a maioria, fizeram na ante-sala com a presença da população.
O presidente tinha anunciado em uma rádio local, que iria ter sessão hoje. Não houve.
Segundo informações, ele teria sido aconselhado pelos advogados da câmara a não cometer mais um erro.

Visita do Governador Jaques Wagner a Paulo Afonso.

Lula cai de pau em “setores da mídia” que agem de má-fé.

Ao anunciar novas medidas do governo para o programa Territórios da Cidadania, o presidente Lula criticou setores da mídia brasileira que agem de má-fé ao deixar de divulgar ações do governo federal essenciais para o país.

Segundo Lula, na medida em que a imprensa brasileira não aponta com exatidão o que vem sendo feito no País em termos de programas sociais, obras públicas e desenvolvimento, o governo tem que ficar provando todo dia o que está fazendo.

PREDILEÇÃO PELA DESGRAÇA
"Eu levanto de manhã, vejo manchetes e fico triste. Acabei de inaugurar 2.000 casas, não sai uma nota. Caiu um barraco, tem manchete. É uma predileção pela desgraça. É triste quando a pessoa tem dois olhos bons e não quer enxergar. Quando a pessoa tem direito de escrever a coisa certa e escreve a coisa errada. É triste, melancólico, para um governo republicano como o nosso", afirmou.

De acordo com Lula, se em 2040 algum estudante for pesquisar a história do Brasil pelo que saiu em jornais e usar o material em algum trabalho escolar, corre o risco de ser reprovado, pois estará reproduzindo uma grande mentira.

O presidente relembrou ainda o episódio de 2003 quando, no primeiro ano de governo, colocou um boné do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), Lula disse que não se rendeu aos ataques da mídia. "A partir daquele instante, eu passei a colocar qualquer chapéu na cabeça. Nunca mais me colocaram. Eles vêm pra cima, se você se acovarda, eles ganham. Você não tem por que temer. Não temos vergonha do que fizemos nesse país. Nós todos vamos ser medidos pelo que nós fizemos, a gente precisa ficar prestando contas todos os dias."

Lula disse ainda que alguns "setores da imprensa" deveriam olhar para as pesquisas de opinião pública antes de tirar suas conclusões sobre as ações públicas. "Se não quisessem saber pelos seus olhos, saberiam pelas pesquisas de opinião pública. Ainda assim não querem saber. Vamos trabalhando. A única coisa para vencer isso é trabalhar. Não temos tempo para resmungar", enfatizou.

Por Oldack Miranda do Blog Bahia de Fato.

24.3.10

Oposição realiza sessão mesmo com plenário trancado

A sessão foi feita na ante-sala do plenário. Estavam presentes Regivaldo Coriolano, Daniel Luiz, Celso Brito, Aroldo, Ozildo e Gilson. Depois de uma reunião no gabinete de um dos vereadores eles chegaram a conclusão de que fariam a reunião, já que tinham o número suficiente.

O atual presidente da casa legislativa Antônio Alexandre enviou ontem um oficio aos edis, em uma decisão solitária, que não haveria a ordem do dia que acontece todas as terças-feiras. Como a maioria dos vereadores não concordou com o adiamento de uma sessão ordinária o presidente não poderia suspender a mesma. O que ele fez, segundo a oposição foi um ato ditatorial.

A sessão de ontem foi presidida pelo vereador Ozildo Alves e secretariada por Regivaldo Coriolano. Já no inicio o presidente em exercício fala que “o atual presidente da Câmara, usando de sua arbitrariedade, da sua prepotência e infelizmente em um comunicado aos vereadores apenas informando que havia a mudança da sessão ordinária de hoje para a próxima quinta-feira às 10h da manhã. Foi apenas um comunicado, não foi um pedido de autorização”. Isso só poderia ser possível com a concordância da maioria, como não aconteceu os que lá estavam realizaram a sessão. A da quinta-feira fica impossibilitada de acontecer a não ser que o presidente convoque uma extraordinária.

Na oportunidade o vereador Regivaldo informou que Pedro Macário teria informado que também não autorizou o cancelamento da sessão ordinária.

Durante o grande expediente o Celso brito, líder da oposição, falou das denuncias que levaram ao pedido de CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito, e lembrou o quanto vem sendo conturbada a permanência do atual presidente. “Chegou a hora de corrigir senhores vereadores, chegou à hora de vereador que entrar aqui, saiba honrar e saiba viver com o seu salário não ta levando o dinheiro do povo”. Falou Celso em seu pronunciamento. Logo em seguida quem usou a palavra foi Aroldo que também estava indignado com o que vem acontecendo na casa legislativa, disse ele, “esse presidente veio para tentar desmoralizar os vereadores de oposição e isso ele não vai conseguir”. O vereador ainda pediu o apoio de todos aqueles que contribuíram com a eleição dos vereadores para estarem juntos, acompanhando esse processo que será iniciado para investigar as contas da câmara. Quando Gilson Falou ele foi taxativo em afirmar que “é triste e lamentável o que a gente ta passando hoje nessa sessão, é preciso que as pessoas entendam que a maioria define a realização e as decisões do legislativo”. O vereador com sua costumeira calma mostrava ao falar para a platéia que lotou a ante-sala do plenário mostrava seu descontentamento com a atitude autoritária e arbitraria, segundo ele mesmo, do presidente Antônio Alexandre. Regivaldo Coriolano é veterano nos embates da casa e sabedor dos problemas que terão que investigar, antevê a batalha durante o período em que a CPI estiver funcionando. Para ele, “aqui está se impondo vontade da minoria e nós não podemos aceitar”. O vereador também lembrou do “estardalhaço” que é feito pelo atual presidente que coloca convoca uma grande número de guardas municipais e contratou um empresa de segurança para constranger aqueles que vão a casa legislativa para assistir aos debates. Foi o bastante para os que estavam assistindo a sessão aplaudirem o vereador com entusiasmo. Daniel Luiz acredita “que a CPI vai ter um resultado positivo”, e em seguida disse que o atual presidente quer ser o dono da câmara de vereadores, “mas que é o dono é o povo que elegeu a todos para fiscalizar, tanto os atos do poder executivo quanto o do próprio legislativo”.

Os pronunciamentos de todos os vereadores foram marcados pela indignação pelos atos praticados pelo atual presidente da casa, Antônio Alexandre.