Dimas Roque: 08/01/2010 - 09/01/2010

31.8.10

Historiador Ubiratan Castro de Araújo vota Emiliano.

O historiador, escritor e professor Ubiratan Castro de Araújo declarou seu voto em Emiliano deputado federal 1331 em carta aberta enviada ao candidato. Para ele, Emiliano é um ícone vivo da geração de 1968.

"Não traiu nossos princípios e continua na linha de frente do combate contra todas as sobrevivências da ditadura e contra as novas formas de cerceamento das liberdades, inclusive contra o racismo. Emiliano é um político que honra a nossa geração. É Emiliano José, bote fé!", declarou.

Ubiratan é membro da Academia Baiana de Letras, doutor em História pela Université de Paris IV e mestre em História pela Université de Paris V.

Mais informações em www.emilianojose.com.br.

LEGUELÉ MARQUES, MARCOU. (Antonio Godi)

Foi numa quinta-feira 26 de agosto de 2010 que o nosso mundo tremeu e silenciou. Chuvas a dissolver parte de nós da capital e do Recôncavo quando assisti mais um gol e canção de Leguelé. Esse grande passe não foi dado pelo seu irmão de sangue e luta Alberto Leguelé. Um dos maiores jogadores da briosa torcida do Esporte Clube Bahia. Foi uma jogada do destino que gostaríamos que fosse diferente e glorificante como foi a construção de sua obra musical. Ele foi um goleador como o irmão só que na dimensão da musica e da cultura de uma Baia de Todos os Santos que não pode esquecer as contribuições de uma brasilidade original. Uma brasilidade que tem o Recôncavo como capital de nossa independência nacional na data do 2 de julho reconfigurando o país com cientistas e artistas diferenciados.

Foi em Santo Amaro num fim de tarde triste que olhei pela última vez o semblante silencioso de um grande poeta e compositor do recôncavo e dos sertões de nós: Leguelé Marques. Lá estava Lega, estirado na horizontal prestes a cumprir sua passagem para sempre. Feição resoluta e orgulhosa como o rio Subaé que apesar dos descasos e descuidos urbanísticos desliza altivo representando a história de nós todos. Leguelé Marques flui em águas resolutas de nossa música como Piti, grande músico do tropicalismo morto sem as glórias que merece. Glórias que o grande Tóm Zé reconquistou com ajudas de águas externas.

Lá estive por conta do contato telefônico sempre presente de meu irmão Jorge Papapá. Militante de nós e grande admirador de Lega. Lá estive numa trincheira da vida e da morte diante de uma representação de uma poética e musicabilidade baiana que não pode ser esquecida. Lá, estávamos com Carlos Pita, Oscar Paris, Cardan Dantas e as lágrimas que Ari da Matta anunciava desaguar dos olhos de um dos ilustres compadres do falecido. Todos diferenciados na construção de nós. Leguelé é dessa linha diferenciada, grande no texto e na visão de nós. Grande como Jadmaro com sua pegada percussiva no violão reverberando no Teatro Vila Velha do grande João Augusto anunciando novidades estéticas na Bahia.

Leguelé vai e fica a Bahia que pouco sabe de si mesma. Espero não continuar sendo a Bahia de sempre. Triste Bahia que ousa esquecer de si e de todos nós. Gregório de Mattos poeta primeiro de nós falou de nós e de nossos esquecimentos. Leguelé cantou essa Bahia sem esquecer de nós. Impossível pensar a importância da cultura e música baiana sem esses nomes. A cultura de nós deve saber da importância determinante da música na construção de sociabilidades plurais protagonizadas por heróis como o maestro Vivaldo Conceição, o compositor Lidenberg Cardoso. E, outros tantos como o exuberante Alcivando Luz cimentando e negociando uma nova MPB sincrética e plural.

A passagem de Lega. Como era chamado pelos que reconhecem sua obra e caminho de luta através da música. É um marco do desconhecimento, descompromisso e descaso da cultura baiana para com seus heróis musicais. Um marco de um mercado desconcertado, capitalista e voraz que insiste em usurpar a cultura popular. Um mercado que a partir de negociações com o nefasto golpe político das décadas de 60, 70 e 80. Instauraram uma nova política de mídia na Bahia destronando nossas tradições recentes como os tratores que invadem as praias de nós. Viva as praias de nós e nossos músicos e poetas! Viva o Comendador Juvená das praias e dos muitos Carnavais. Viva Leguelé Marques que não temeu os ferros, plásticos e petróleos contemporâneos. Viva Lega! Um homem que legou para nós parte do que somos. Grande legado.

Por Antonio Jorge Victor dos Santos Godi.

(Antropólogo, ator e Prof. da UEFS/DCHF/NUC)

28.8.10

Emiliano faz campanha em cidades do Recôncavo da Bahia.

Candidato a deputado federal (1331), o jornalista e professor Emiliano José percorreu sexta-feira (27) três cidades do Recôncavo baiano: São Gonçalo dos Campos, Cachoeira e Cruz das Almas. O assessor de imprensa, Filipe Nobre Almeida, registrou tudo em fotos.

Em São Gonçalo dos Campos, Emiliano andou pelas ruas em companhia do presidente do PT municipal, Hugo Carvalho, do Tesoureiro do PT, Nengo do Bar, do candidato a prefeito Cacau e muitos militantes e amigos.

Em Cachoeira, foi recebido por uma animada militância e percorreu as ruas em carreata. Um carro de som acompanhava tocando o jingle da campanha. Uma foto mostra um muro particular pintado: Quinha apóia Vânia Galvão, 13133 e Emiliano 1331.

Em Cruz das Almas, Emiliano se reuniu com eleitores do bairro Tabela, na Associação de Desenvolvimento Comunitário e Beneficente. Manoel Quinha, coordenador municipal da campanha e o professor da Universidade Federal do Recôncavo, Geraldo Sampaio, comandaram o evento.

Com outra agenda, a “Juventude Emiliano 1331” continua percorrendo cidades, promovenfo reuniões e distribuindo panfletos. Eles participaram do comício de Dilma, Lula e Wagner em Salvador, panfletaram cursinhos e colégios, compareceram a uma Sessão especial na Câmara Municipal de Serrinha, agitaram Paulo Afonso na visita de Wagner e marcaram presença forte na ExpoMandioca de Santo Antônio de Jesus.

Está tudo documentado em fotos AQUI e AQUI.

Por Oldack Miranda do Blog Bahia de Fato.

Gol de Placa (Oscar Paris).

Eles nasceram para brilhar. Não foi por acaso que o destino os colocou ainda adolescentes sob a tutela de dona Edith do Prato, um dos maiores expoentes da arte e da cultura do Recôncavo.

Daí que não foi surpresa para ninguém quando os irmãos assumiram o papel de destaque de uma das escolas mais tradicionais de Santo Amaro. Como balizas transformaram o desfile do Sete de Setembro em um verdadeiro espetáculo de ginástica, equilíbrio e contorcionismo.

Só foram de fato desafiados quando a escola adversária, sem alternativa diante do talento nato dos rapazes, cooptou artistas circenses para fazer frente aos “meninos endiabrados”.

E entre fatos e lendas os irmãos foram conquistando fama desde aquela época, lá no início dos anos 60. Que um nasceu em 29 de fevereiro e o outro, um ano depois, em 28 de fevereiro, é a mais pura verdade.

Que dona Edith do Prato não agüentou as peraltices e decidiu-se pelo internato é, digamos, meio lenda, meio verdade, afinal, os meninos precisavam estudar para serem alguém na vida e nada melhor do que dedicação em tempo integral para tanta energia, disposição e criatividade.

Não deu outra. Um virou artista dos palcos. O outro dos campos. Um corria, driblava e ditava o ritmo do jogo. O outro compunha, cantava e de posse do inseparável violão ditava o ritmo de canções que não se ouvem mais. Canções exuberantes diante da acachapante simplicidade dos versos.

Com o privilégio de desfrutar da amizade de Alberto e de Antonio durante muito tempo alimentei o desejo, compartilhado com ambos, de fazer uma reportagem sobre a vida deles, evidentemente misturando futebol e música. O roteiro é mais que óbvio.

A idéia central era mostrar a habilidade de Alberto com a bola nos pés, tendo como trilha sonora a música de raiz de Antonio. Cada um com seu instrumento de trabalho e prazer e ambos com um mesmo objetivo: alegrar as multidões.

Entretanto, por uma infinidade de motivos o fato é que a reportagem nunca saiu do papel. E para meu desconsolo e desatino na última quinta-feira a voz rouca e inconfundível do santo-amarense Leguelé Marques, o Antônio, irmão mais velho do craque Leguelé, eterno ídolo do Bahia, calou-se para sempre.

Fica um vazio enorme e uma certa culpa por não ter driblado as dificuldades e realizado a reportagem. Tenho certeza de que seria um registro definitivo sobre a força e o talento de dois homens, dois irmãos, que escreveram os nomes na história da música e do futebol.

Seja como for, fica aqui a sugestão de pauta para as redações de programas esportivos e culturais. Sim, o velho Lega nos deixou. Mas ainda dá tempo de fazer o resgate.

Leguelé, o craque, continua em plena forma, e Leguelé, o músico, deixou um legado de valor inestimável através de gravações que vão eternizá-lo na memória e nos corações de todos nós. Com tecnologia e edição tudo é possível. Até porque a Bahia merece que dois de seus filhos mais ilustres recebam esta justa homenagem. Antes tarde do que nunca.

Oscar Paris é Jornalista.

26.8.10

Emiliano é o candidato dos roqueiros da Bahia.

A edição de lançamento da revista nacional "URB: Música, Cultura e Comportamento", especializada em Rock’n Roll, publicou texto e foto da Associação Cultural Clube do Rock da Bahia (ACCRBA) declarando apoio à candidatura de Emiliano a deputado federal 1331.

Leia o texto na íntegra:

ACCRBA apoia Emiliano José para deputado federal

A voz dos oprimidos não pode ser calada

Por Cleber Silva (ACCRBA)

Apoiar um candidato a algum cargo político é, acima de tudo, confiar na idoneidade daquele ser humano que se dispõe a defender interesses coletivos. Com a vitória nas urnas, o eleito não pode esquecer o eleitor, que por sua vez passa a cobrar a confiança dada anteriormente. Nessas relações, a Associação Cultural Clube do Rock da Bahia (ACCRBA) já tem vasto conhecimento e por isso se considera vacinada contra maus políticos que tanto visaram apoios mas nunca resolveram apoiar, salvo exceções que conhecem suas devidas posições.

O candidato a uma das vagas baianas no Congresso Nacional, Emiliano José, nos provou que podemos contar com ele para o que estiver ao seu alcance. Em alguns anos de aproximação com essa entidade demonstrou transparência e considerações com relação ao nossos anseios coletivos e não é à toa que o Palco do Rock teve um crescimento considerável para continuar a ser o maior festival de rock independente da Bahia.

A ACCRBA tem, sim, seu candidato à Câmara Federal. O jornalista e escritor Emiliano José (1331) mostrou que é um político confiável, ficha limpa e que tem no seu coração a luta incessante pela bem estar do cidadão.

Ele sabe que cobraremos! Ele nos conhece muito bem e crê na valorização do ser humano. Nós, enquanto coletivo cultural que luta pelo fomento de uma cadeia produtiva além do mercado constituído, fazemos valer as expectativas, juntando-nos a tantos outros grandes nomes da cultura, educação e política do Estado que reconhecem o candidato Emiliano (1331) como a nossa voz e a voz de muitos outros oprimidos, a voz que não pode ser calada.

O nosso apoio ao candidato a deputado federal Emiliano (1331).

Coligação que reúne PMDB e PR protocola ação para tirar do ar propaganda que mostra “troca de camisa”.

A imagem é simples e direta: uma camisa da Seleção Brasileira está estendida em um varal, quando começa a chover e, aos poucos, as cores do Brasil são substituídas pelas da Argentina. A cena, que faz parte do programa eleitoral da coligação “Pra Bahia Seguir em Frente”, descreve um candidato “que anda dizendo por aí que é do time de Lula, mas na primeira lavada aparece a sua verdadeira paixão”, segundo a narração. Coincidência ou não, a coligação “A Bahia tem Pressa”, que tem na chapa majoritária Geddel Vieira Lima e César Borges, acionou o TRE para tentar tirar do ar a propaganda eleitoral. Assista aqui ao trecho polêmico.

ACM do Paraguai.

A coligação A Bahia tem pressa, liderada pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima, recorreu ao TRE contra o termo ACM do Paraguai usado no programa de rádio da coligação do PT. Mesmo não fazendo alusão direta a Geddel, seus aliados resolveram entrar com um recurso no Tribunal para impedir a veiculação da frase. Reunido ontem, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia não aceitou o recurso peemedebista, concluindo não haver nada demais na frase.

Cineasta Tuna Espinheira declara apoio a Emiliano deputado federal.

"Emiliano é um político que sempre manteve a sua coerência, a sua postura na defesa do socialismo, do humanismo. É um dos raros políticos que merecem a confiança do eleitor", declarou o cineasta e documentarista baiano Tuna Espinheira em vídeo disponível no Youtube.

Baiano de Poções, Tuna tem atuação de mais de 30 anos no cinema baiano, como documentarista, tendo realizado diversos curtas-metragens. Atuou como ator em "Um Sonho de Vampiros", de Iberê Cavalcanti, 1969. "Cascalho" (2008) é o seu primeiro longa-metragem, totalmente filmado em Andaraí (BA), na Chapada Diamantina.

ASSISTA AO VÍDEO.

LULA E DILMA NO COMÍCIO EM SALVADOR/BA. (AO VIVO)

Oldack Miranda é um amigo querido.

Eu já falei outras vezes aqui da importância dele para o jornalismo brasileiro. Agora que agradecer a ele por todas as vezes que citou este nosso Blog. Agora ele faz de um titulo de postagem (ELES ESTÃO APOIANDO WAGNER E EMILIANO”, uma poesia.

Obrigado pelo carinho dispensando ao que é postado aqui! E por estar sempre ao lado da defesa das classes menos favorecidas.

ELES ESTÃO APOIANDO WAGNER E EMILIANO.



Encontro da região com governador Wagner em Paulo Afonso/BA.


Organização afirma que 3.000 pessoas estavam no evento. Hoje (25) o Clube Operário de Paulo Afonso ficou pequeno para receber as pessoas que foram ao local. A abertura do encontro foi feita por Jonas Paulo presidente do Partido dos Trabalhadores na Bahia e por Luiz Caetano que é prefeito da cidade de Camaçari coordenador geral da campanha de reeleição do Governador Jaques Wagner.

A participação dos candidatos a deputados residentes na cidade foi de destaque, Paulo Rangel pelo PT e Mário Junior do PP falaram da importância de suas candidaturas. Rangel lembrou de sua luta em defesa dos trabalhadores e de sua passagem pelo sindicato do eletricitários da Bahia.

Ainda falaram Nelson Pelegrino, Leoneli, Fátima Nunes, além dos candidatos ao Senado, Pinheiro e Lidice da Mata.

Com a chegada de Wagner os discursos foram suspensos e começou a oratória da chapa majoritária. Deixando de fora Mário Negromonte. O único que não conseguiu falar ao público presente.

Wagner falou das realizações do seu Governo na região e prometeu que no segundo mandato ira fazer muito mais.

Após o evento houve uma carreta pelas ruas do centro da cidade e indo ate o Bairro Tancredo Neves. As carreatas já viraram a marca dessa eleição na campanha do candidato à reeleição Jaques Wagner do Partido dos Trabalhadores.

CNT/Sensus: Dilma tem 17,9 pontos de frente.


A candidata da coligação “Para o Brasil seguir mudando” está mais de 17,9 pontos percentuais à frente de Serra, na pesquisa estimulada CNT/Sensus, divulgada nesta terça-feira (24). Dilma tem 46% das intenções de voto, contra apenas 28,1% do candidato tucano.

Em relação à última pesquisa, no início de agosto, Dilma cresceu 4,4 pontos percentuais, enquanto Serra caiu 3,5 pontos. Já na pesquisa espontânea, na qual não são apresentados os nomes dos candidatos aos entrevistados, Dilma tem 37,2% das intenções de voto - o que representa crescimento de 6,8 pontos - e o tucano tem 21,2%.

No caso de segundo turno, a candidata venceria com 52,9%, contra 34% de Serra. Na pesquisa anterior, Dilma estava com 48,3%, contra 36,6% do tucano. Logo, Dilma cresceu 4,6 pontos e seu adversário caiu 2,6 pontos.

Com os números de hoje, o Sensus mostra a tendência de vitória de Dilma no primeiro turno, assim como já projetaram o Datafolha, Vox Populi e Ibope.

Vitória no primeiro turno

O presidente da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), Clésio Andrade, afirma que, “mantido esse resultado, a eleição será decidida no primeiro turno”. Para Andrade, esses “bons resultados se devem ao Bolsa Família, a popularidade do presidente Lula e o programa eleitoral [na televisão] de ótima qualidade”.

A pesquisa indica que 56% dos entrevistados que assistiram ao programa acham que Dilma apresentou a melhor propaganda eleitoral. Somente 34,3% dizem o mesmo de Serra.

Oposição rejeitada

O cientista político Ricardo Guedes, do Sensus, aponta que, em 23 anos de existência do instituto de pesquisa, nunca ninguém foi eleito com a rejeição que Serra apresentou nesta pesquisa. “O candidato está com índice de rejeição alto, 40,9%. Perde-se a chance de ganhar a eleição”, diz Guedes. “É a primeira vez que a pesquisa classifica uma eleição definida. Tecnicamente definida, com vitória no primeiro turno”, completa Guedes.

O Instituto Sensus realizou duas mil entrevistas, em 136 municípios brasileiros de 24 estados, nas cinco regiões brasileiras, no período de 20 a 22 de agosto. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

25.8.10

Exames em Paulo Afonso pode demorar ate quatro meses.

A população mais carente do município de Paulo Afonso que necessita dos serviços de saúde prestados pelo município tem que penar nas filas dos postos e PSFs. Um simples exame pode demorar até quatro meses e depois outra peregrinação para retorno do paciente ao medico.

A saúde em Paulo Afonso, vive sua pior fase, falta de médicos e profissionais de saúde; demora no atendimento de consultas de exames; volta das filas; falta de remédio e péssimo atendimento nas unidades de saúde.

Hoje em nosso município quem pode ter um plano de saúde goza de certo privilegio, embora os planos não estejam também prestando um serviço conivente com os preços que cobram, deixando a mercê seus usuários.

A grande pergunta que tem que ser respondida é, a quem interessa o sucateamento do serviço público de saúde? Quem ganha com isso? Essa e outras perguntas terão que ser respondidas pelo poder público urgentemente para que não reste duvidas.

Do Site Notícias do Sertão.

Vinda da Empresa aérea NOAR teria sido uma ação da Chesf.


Foi feito uma festa no aeroporto de Paulo Afonso/BA para receber a nova empresa de aviação que vai trabalhar na cidade. Houve inclusive vôos panorâmicos para alguns dos convidados que lá estiveram. Mas o parece que quem cuidou do evento fez de tudo para esconder um pouco da verdade. A vinda da nova empresa agora no mês de agosto, segundo informações, é a concretização do esforço da Chesf – Companhia Hidrelétrica do São Francisco, para dotar Paulo Afonso de uma companhia aérea. A NOAR vai atuar na rota Paulo Afonso/Recife/Maceió, no sentido de atender a demanda da cidade e da região. A Chesf por meio da Diretoria Administrativa e Administração Regional de Paulo Afonso – APA, Gilberto de Barros Pedrosa Júnior, percebe cumprido o seu compromisso social, por ter sido pioneira nos contatos e interagido durante o mês de junho de 2010 com a presidência da empresa NOAR, o que facilitou e possibilitou a inclusão de Paulo Afonso nas rotas definidas. O empenho da Chesf para esta conquista reflete, ainda segundo pessoas que lá trabalham o seu compromisso e sua importância para o desenvolvimento e integração do município de Paulo Afonso e toda região. No dia dois (02) de junho de 2010, Gilberto enviou um correio eletrônico a Fabiana da NOAR onde informava já ter mantido entendimento com o governo municipal, Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual e Caixa Econômica Federal e mais alguns outros órgãos públicos. Ele solicitava a informação do custo das passagens, os possíveis dias a serem usados pela empresa, além das conexões a serem feitas.

24.8.10

LULA EM CAMPO GRANDE AO VIVO AGORA.

Coligação faz o décimo encontro de Wagner com lideranças do interior em Paulo Afonso.

O governador Jaques Wagner, candidato à reeleição, participará na tarde desta quarta-feira (25) de encontro político em Paulo Afonso/BA, na décima reunião com prefeitos, vereadores e representantes de entidades empresariais, sindicais e de organizações sociais que já reuniu lideranças de mais de 280 municípios. A comitiva do governador é composta pelos integrantes da chapa majoritária, Otto Alencar, Lídice da Mata e Walter Pinheiro.

O primeiro encontro ocorreu em Salvador, no dia 14 de julho passado, e nessas reuniões de trabalhos são discutidos os rumos da campanha e a estratégia de ação a ser disseminada nas bases por cada liderança, que passa a funcionar como multiplicadora.

Na cidade de Paulo Afonso, a atual gestão investiu R$ 4,3 milhões, por meio do Programa Luz Para Todos, beneficiando 4,5 mil pessoas, e do “Produzir”, cujo objetivo é de implantar a mecanização agrícola para mil lavradores do município.

O programa "Todos pela Alfabetização" já benefriciou 4,1 mil pessoas e a Secretaria Estadual de Educação abriu ainda 2,4 mil vagas para seis cursos de técnicos: Meio Ambiente, Segurança do Trabalho e Eletrotécnica, Telemática, Construção e Reparos, Alimentação e Saúde.

Na área de Saúde, 19 equipes do Programa Saúde da Família foram implantadas e mais 162 agentes comunitários. Uma Central de Regulação está em funcionamento para o SAMU/192 do município, que recebeu mais quatro ambulâncias novas.

Paulo Afonso receberá também 200 novas casas para a população de baixa renda no Bairro Tancredo Neves, por meio do programa federal Minha Casa Minha Vida. Os investimentos no empreendimento são de R$ 8,2 milhões.

Missa de um (01) ano de Tatiana Cristina.

Amanhã fará um ano em que Tatiana Cristina Gomes Feitosa, foi ao encontro de nosso Pai. Partiu em pleno gozo de sua juventude. Sua mãe Dona Cristina, seus irmãos, filhas e amigos, vão estar nesta quarta-feira (25) participando da missa de uma missa em sua homenagem.

Todos estão convidando você a participarem desse encontro que vai acontecer na Igreja Perpetuo Socorro, às 19h.

Tatiana foi uma daquelas pessoas que passam pelo mundo e deixam a certeza de que a raça humana é mesmo obra de Deus.

23.8.10

Por que Emiliano deputado federal?

“O Brasil merece um congresso digno, honrado e ético”, nos ensina o ex-governador Waldir Pires, em sua Carta Aberta, defendendo o voto para Emiliano (1331) deputado federal.

Emiliano é ficha limpa. Tem uma vida dedicada à construção da democracia. Começou sua atividade política como nossa candidata à presidência da República, Dilma Rousseff, lutando contra a ditadura militar.

Emiliano defende distribuição de renda com crescimento econômico para reduzir o abismo que separa ricos e pobres em nosso País. Participou ativamente das campanhas que elegeram Lula presidente e Wagner governador da Bahia. Emiliano faz parte dessa história.

Durante seus mandatos de vereador, deputado estadual e deputado federal, Emiliano defendeu mudanças sociais. Acredita na educação e na cultura como caminho da cidadania. Defende a liberdade de religião e o ensino gratuito e de qualidade.

Emiliano é doutor pela UFBA, onde lecionou por 25 anos. Tem oito livros publicados. Por sua dedicação à causa pública recebeu duas grandes homenagens: Cidadão de Salvador, pela Câmara Municipal, e Cidadão da Bahia, pela Assembleia Legislativa.

Deputado faz leis, fiscaliza as contas dos poderes constituídos e se torna porta-voz das necessidades da população. Emiliano acredita nisso. E por isso nós acreditamos nele.

Por Joana Vitória.