Dimas Roque: Batalhão de Guardas capacita para intervenção e mobilização

5.2.20

Batalhão de Guardas capacita para intervenção e mobilização

 

Métodos aperfeiçoados durante os treinamentos podem ser utilizados em grandes eventos e em atividades diárias de condução e escolta de criminosos. 

O Batalhão de Guardas (BG) da Polícia Militar iniciou nesta terça-feira (4), na sede da unidade, no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, o cronograma de treinamentos para atuação em grandes eventos populares. 

Durante as atividades, a tropa passa por instruções e simulações sobre o uso de algemas, do bastão, manuseio de equipamentos, imobilizações, conduções e técnicas de defesa e ataque, que podem ser utilizadas em ocorrências, dispensando o uso da arma de fogo. 

A ideia é evitar força desnecessária por parte da tropa. Nas aulas colocamos em prática alguns procedimentos das artes marciais como componente básico para evitar o mínimo possível de dano ao indivíduo que cometeu a atitude ilícita”, pontuou um dos oficiais responsáveis pelo treinamento, tenente-coronel Cláudio Moisés Silva Santos. 

A capacitação, com duração de cinco horas seguidas (com intervalo de 15 minutos), é dividida em instruções e, em cada uma delas, o efetivo é orientado e supervisionado por oficiais que na oportunidade corrigem qualquer movimento que não esteja sendo executado corretamente. 
 
À frente do BG, o comandante da unidade, tenente-coronel Djair de Freitas, destacou que os métodos aprimorados nos treinamentos podem ser utilizados em outras ocasiões. “São habilidades também usadas nas nossas atividades do dia a dia, a exemplo de conduções e escoltas de presidiários, caso eles tenham alguma atitude repressiva contra a tropa. Além de retratar ao efetivo a importância do respeito ao espaço físico do folião, que em grandes festas dividem o mesmo ambiente com a polícia”, lembrou o oficial. 
 
Foto: Jorge Cordeiro .

Nenhum comentário: