6.12.19

Alta no preço da carne (Por João Daniel)


O preço da carne só dispara no país, alcançando um aumento de até 50% no valor do quilo adquirido pelo consumidor. O produto já não faz parte dos pratos de muitos brasileiros. Em discurso na Câmara,  ressaltamos que essa alta do preço da carne ameaça a nossa segurança alimentar. Não se pode criar uma política apenas de exportação.


Toda a equipe do Governo tem a única preocupação com a grande exportação que lucra, com meia dúzia de grandes produtores de gado que utiliza grandes extensões de terras, com meia dúzia de empresas que lucra com esta questão da exportação, enquanto a nossa população volta a deixar de consumir a carne porque os preços subiram até 50%. Grande parte da população está desempregada e em dificuldades e fica sem o consumo de carne.

Cada vez mais artigo de luxo, essa questão da alta do preço da carne pode ser tratada também como um ataque à soberania alimentar e nacional, destacou o parlamentar. A ministra da Agricultura, também produtora rural, Teresa Cristina, chegou a afirmar que com o aumento de 35% nos preços da arroba do boi gordo, o preço da carne não vai mais voltar ao patamar anterior, o que ocasionou a disparada dos preços da carne aos consumidores. Impulsionados pela carne vermelha, o frango e o porco também subiram. Em alguns açougues o preço do frango quase dobrou, passando de R$ 8,90/kg para R$ 15,90.

Nenhum comentário: