Dimas Roque: SSP, motoristas e empresas de app discutirão ações preventivas

17.12.19

SSP, motoristas e empresas de app discutirão ações preventivas



Motoristas solicitaram intervenção da pasta junto às empresas, durante reunião com o subsecretário Ary Pereira de Oliveira e demais autoridades das Polícias Militar e Civil.

Solicitar a intervenção da pasta junto às empresas de aplicativo de transporte, para que iniciativas de prevenção à violência contra os motoristas sejam adotadas. Essa foi a principal pauta da reunião ocorrida na manhã desta segunda-feira (16), no Centro de Operações e Inteligência, entre os representantes do Sindicato de Motoristas por Aplicativo (Simactter-BA) e o subsecretário da Segurança Pública, Ary Pereira de Oliveira.


De acordo com o presidente da entidade, Átila Santana, as empresas podem oferecer mais segurança aos motoristas. “Somos mais de 28 mil trabalhadores só em Salvador. A rigidez na seleção do passageiro deve ser a mesma que as empresas exigem de nós motoristas”, afirmou.

Ele também questiona a falta de intervenção das plataformas de aplicativo durante as chamadas que terminaram com a morte dos quatro motoristas. “Uma situação totalmente fora da normalidade. Se houvesse um investimento mínimo em inteligência artificial ou a existência de botão de pânico, certamente vidas ali teriam sido preservadas”, continuou.

Os superintendentes de Gestão Tecnológica e Organizacional e de Telecomunicações da SSP, coronel Marcos Oliveira e o tenente-coronel Antônio Carlos da Silva Magalhães, respectivamente, fizeram sugestões de ações que serão apresentadas às prestadoras do serviço no próximo encontro. A SSP já possui um canal exclusivo para direcionamentos das ocorrências que envolvem a categoria.

Os representantes também foram informados sobre a condução das investigações sobre a morte de quatro motoristas de aplicativo, ocorrida na última sexta-feira (13). “A polícia está toda empenhada em elucidar este crime bárbaro, sem precedentes. Um crime totalmente atípico que não ficará sem resposta”, afirmou o subsecretário.

Na ocasião, o comandante-geral da PM, coronel Anselmo Brandão, e o delegado-geral da Polícia Civil, Bernardino Brito, reafirmaram o compromisso de reforçar ações preventivas para os motoristas.

Foto: Jorge Cordeiro.

Nenhum comentário: