Dimas Roque: Vereador disse que “demissões” foram um “massacre”

26.8.19

Vereador disse que “demissões” foram um “massacre”



Na seção de hoje (26), na Câmara de Vereadores de Paulo Afonso na Bahia, o parlamentar Marconi Daniel explicou o porquê do seu voto contrário ao projeto de lei encaminhada pelo prefeito Luiz de Deus de empréstimo de R$ 80 milhões de reais e que foi aprovado na última segunda-feira, (19).

“Nós tínhamos o direito de discutir esse projeto”, disse ele. Para Marconi, faltou debater o projeto na casa. Ele reclama que o prefeito enviou a documentação sem a própria assinatura nele e que as comissões que deveriam dar parecer, sequer se reuniram para isto.

A fala do vereador se dá em um momento que o prefeito demite pessoas ligadas diretamente ao parlamentar e a outros que, também, votaram contra o projeto. Uma dessas pessoas, segundo o vereador, tinha 14 anos trabalhando na prefeitura. “Não fui em quem coloquei” e estão “demitindo pessoas que votaram em Luiz de Deus”.

Marconi disse que durante a semana recebeu recados vindo de outros vereadores de que ele deveria ser punido. Seria, para ele, uma dose amarga. “Vereador não ganha voto com a miséria alheia”. “Eu votei em 35 projetos de lei” vindos do atual grupo político que domina a política local. “No trigésimo sexto em que eu pedi para discutirmos”, segundo ele, por 1 projeto recebeu retaliação. “Isso eu não merecia”, finalizou o vereador.

Nenhum comentário: