Dimas Roque: Tá na internet: esquerda precisa conversar com evangélicos (Por Anderson França)

19.8.19

Tá na internet: esquerda precisa conversar com evangélicos (Por Anderson França)


Quebrando o protocolo da esquerda acadêmica, Freixo se reúne com pastores evangélicos progressistas. E os comentários dos eleitores dele foram de desprezo, pilhéria, escárnio e uma infantil humilhação de uma corrente religiosa que, se não fossem os progressistas das periferias, morros, presídios e das pastorais de rua, os evangélicos conservadores já tinham tornado esse país uma teocracia. 

Além do já tradicional preconceito com uma das religiões populares, não reconhecida pela esquerda acadêmica, que só reconhece umbanda e candomblé porque fetichiza África e se acha em condição de se apropriar da fé de matriz africana e fazer oferenda vegana, os solistas não entendem que desprezar as evangélicas em 2019 já pode ser considerado um preconceito de classe e raça, já que muitos são pobres e negros, além disso, sem estratégias de diálogo com crentes, se não encontrar uma porta de entrada, fudeu pra Freixo, e não só pra ele, pra uma porrada de gente na esquerda, pois não é porque seus professores na UFF são ateus que todo o Brasil é, certo? Esse Brasil aí que existe pra além da São Salvador. E ateus do meu Deus, porque se botar um Prem Baba abusador vocês caem fácil. Ou adeptos do Rivotril Ismo do Freud do Sétimo Dia, e vocês continuam por décadas em terapia e nunca pegam um sol na praia, nem conseguem correr 3km numa orla. E essa casa fedendo a gato.

Quem disse pra vocês que vocês são a régua moral do mundo, esquerda branca?

Freixo foi reunir com os pastores, vocês, depois da reunião, agiram igual Janaína Paschoal fez com ele. Canalha e covarde. Tanto quanto não penso que ele deva falar com gente que depois de falar com ele cospe no chão, espero que os pastores vejam o que vocês disseram e  tomem uma atitude a altura.

O Bolsonaro venceu porque vocês não foram nas favelas conversar com o povo. Ficaram na UERJ pagando de lavradores. Botando "x" pra fugir da "opressão de gênero na ortografia". Corrigindo todo mundo, como se vocês fossem os eleitos. Tá aí o resultado.

Bando de DCE vegano não binário, poliamor pau no cu do caralho. Abre a boca de esgoto em casa nem tua mãe te entende. 

Despreza as porra dos crente, que em 2020 o PSOL não entra em nenhum dos 87 bairros da Zona Norte. E nem conte com a Zona Oeste, que lá ele morre cheio de tiro. 

Fundem um país da Lapa pra lá, botem um muro e morram. Ou aceitem o fato que se Freixo não cria pontes, Malafaia vai é ser eleito senador.

Por: Anderson França.

Nenhum comentário: