Dimas Roque: Governo da Bahia debate sobre mudanças climáticas nos grandes centros urbanos

22.8.19

Governo da Bahia debate sobre mudanças climáticas nos grandes centros urbanos



A Bahia esteve presente na primeira reunião conjunta entre a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (Abema) e o Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras e do Distrito Federal (CB27), em evento realizado nesta quinta-feira (21), no Hotel Deville, em Salvador. O encontro congregou gestores estaduais e municipais, com o objetivo de debater sobre oportunidades de sinergias e posicionamentos conjuntos sobre a agenda relacionada às mudanças climáticas nos grandes centros urbanos e contou com a participação dos titulares da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).


Antecedendo a este compromisso, o secretário João Carlos Oliveira participou também na quinta-feira da Semana do Clima da América Latina e Caribe (Climate Week), junto com secretários do Meio Ambiente de outros estados e da diretora-geral do Inema, Márcia Telles. Na reunião “Governadores pelo Clima”, João Carlos fez uma rogativa para que separem a questão ambiental dos lados emocional e ideológico e que tenham sensibilidade para tratar o tema com a importância que merece.

“Não podemos conceber que na Bahia e em muitos outros estados nordestinos existam municípios em regime de emergência por índice pluviométrico. É por essa pauta e tantas outras que devemos nos ajudar, sendo também um grande desafio que precisamos assumir”, disse o secretário. Ele destacou também a criação do Consórcio do Nordeste como um exemplo positivo para que os secretários de estado e dos municípios também se juntem com um único objetivo, que é a agenda das mudanças  climáticas. “Apesar dos desafios ambientais distintos enfrentados nas regiões brasileiras, muita coisa pode se construir em conjunto, no processo de socialização de algumas ações ou no compartilhamento das ferramentas estratégicas”, pontuou.

Durante a reunião conjunta, Inamara Melo, representando a Abema, com base em relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças do Clima (IPCC), reforçou a gravidade da questão climática. "Hoje, o aquecimento global e a emissão de gases do efeito estufa se apresentam como um grande desafio da humanidade". Para ela, não se pode desconhecer esse problema, ainda que se implique em um grande desafio, já que é muito difícil quando falamos de outros problemas crônicos no Brasil, como é o caso da falta de saneamento básico. "Mesmo assim, precisamos pensar em longo prazo, em planejar as cidades, em tratar das vulnerabilidades socioambientais para que a gente possa se adaptar aquilo que são os efeitos climáticos", finalizou.

A diretora-geral do Inema, Márcia Teles, destacou em seu discurso a importância desses espaços de convergência de ideias entre estados e municípios, exatamente porque é nesses encontros que se compartilham do que aprendem, e o quem vem desenvolvendo na gestão ambiental. "É nessa agenda pela preocupação com a questão da mudança climática que a Abema criou uma comissão técnica que se dedica em verificar a necessidade de cada estado, discutindo de forma mais profunda e compartilhando aquilo que a gente consegue com muito sacrifício desenvolver na área ambiental”, ressaltou.

Câmara Técnica - Paralelamente a este encontro, João Carlos Oliveira e Márcia Telles se reuniram com a Comissão Técnica do Clima da Abema, com o propósito de elaborar uma proposta com o compromisso dos estados brasileiros nas ações de adaptação e de mitigação das mudanças climáticas, além de acompanhar a preparação e articular a presença massiva dos estados brasileiros na Conferência de Mudanças Climáticas do Clima, que acontece em novembro, em Recife.

Nenhum comentário: