Dimas Roque: Comunidade quilombola na Bahia recebe investimentos da Codevasf para estruturação do acesso

12.8.19

Comunidade quilombola na Bahia recebe investimentos da Codevasf para estruturação do acesso



Uma das principais vias de acesso à comunidade quilombola Laje dos Negros, no município de Campo Formoso (BA), foi estruturada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com a implantação de calçamento em paralelepípedo e a realização de serviços de drenagem superficial. A nova estrutura foi entregue à comunidade numa solenidade realizada no sábado (10).

Com a conclusão das obras, os serviços de transporte de pessoas e o escoamento da produção agrícola serão facilitados, levando mais desenvolvimento àquela região.
Esta ação faz parte de um conjunto de obras semelhantes que atenderão também os municípios de Jacobina, Mirangaba, Pilão Arcado, Sento Sé, Umburanas, Morro do Chapéu, Campo Formoso e Várzea Nova.


A Codevasf está investindo nesta ação mais de R$ 3 milhões, oriundos do Orçamento Geral da União, repassados à companhia por meio de emendas parlamentares.
Em Campo Formoso serão beneficiados ainda os povoados de Baixio, Curral, Caraíba, Lagoa da Roça, Pauzinhos e Torrões. Serão pavimentados cerca de 13.085 m² de vias.

Em Laje dos Negros, a Codevasf deverá estruturar ainda 3.600 m² da avenida principal de acesso à localidade, o que evitará a exposição da população à poeira e à lama, contribuindo consequentemente para a melhoria da saúde coletiva.

Com a melhoria do acesso ao povoado, o agricultor Rosinaldo Marcionílio Macedo comemorou. “Vai melhorar os deslocamentos da gente que mora aqui e também de quem vem de fora. Isso é muito bom para nós”, declarou. Ele mora na rua Beira Rio, que foi beneficiada com as obras de drenagem e o calçamento.

Os resultados dos investimentos realizados pela Codevasf também foram destacados pelo superintendente regional da Codevasf em Juazeiro Elmo Nascimento. ”Esta obra também vai melhorar o acesso de estudantes às três escolas públicas locais e facilitar a locomoção de pessoas e veículos até o posto de saúde. Desta maneira, a Codevasf está contribuindo para que as pessoas tenham uma qualidade de vida melhor. É uma obra simples, mas de grande importância para a comunidade de Laje dos Negros”, afirmou.

Comunidade Quilombola

Segundo os moradores, a comunidade quilombola de Laje dos Negros foi fundada por um ex-escravo há cerca de 200 anos e serviu de refúgio para outros que fugiam das fazendas próximas. Esta história ainda hoje é repassada para as crianças da comunidade. O povoado está localizado a aproximadamente 100 Km da sede do município de Campo Formoso.

São cerca de 8 mil moradores que sobrevivem da pequena agricultura. As famílias produzem a farinha de mandioca, feijão, milho, mamona e beneficiam o sisal. A fibra de sisal é muito procurada naquela região. As mulheres também se dedicam ao artesanato em palha de licuri, uma planta nativa da região.

Nenhum comentário: