Dimas Roque: Paulo Afonso: Sede da Aspra é interditada pela justiça

16.10.19

Paulo Afonso: Sede da Aspra é interditada pela justiça



Por determinação judicial e a pedido do ministério público da Bahia, as 20 sedes da Aspra - Associação dos Policiais e Bombeiros Militares e seus Familiares foram interditadas na manhã de hoje, (16). Além da de Paulo Afonso, também foram fechadas as de, Salvador, Alagoinhas, Barreiras, Feira de Santana, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Porto Seguro, Santa Maria da Vitória, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.


A interdição tem o apoio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), através das Polícias Civil e Militar. O grupo está sendo investigado por incitar movimento paredista, afrontando Constituição Federal e causando “grave risco à segurança pública e à coletividade”.

A SSP informa que a interdição é dos imóveis e a de apreensão de documentos, computadores e dinheiro. A justiça ainda determinou o bloqueio das contas da entidade. Vinte promotores de Justiça participam da ação em todo o estado.

Com a deflagração de uma greve sem o apoio da tropa, o soldado e deputado estadual Marco Prisco, não conseguiu o seu intuito, que era o de emparedar o Governo do estado da Bahia em um movimento basicamente político.

Nenhum comentário: