Dimas Roque: Após notícia de que bunker de Geddel fica no prédio de Paulo Azi, dirigente nacional do PT cobra explicações de ACM Neto.

12.9.17

Após notícia de que bunker de Geddel fica no prédio de Paulo Azi, dirigente nacional do PT cobra explicações de ACM Neto.

"Qual é a explicação de ACM Neto sobre seus parceiros?". Esse foi o questionamento do dirigente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) Jones Carvalho diante da notícia, divulgada neste sábado (9), de que o prédio onde foram encontrados os R$ 51 milhões do ex-ministro Geddel Vieira Lima pertence à família do deputado federal Paulo Azi - aliado e correligionário de ACM Neto.

Além de ser a proprietária do prédio, a empresa baiana JP Patrimonial, pertencente à família Azi, ainda é administradora do prédio onde ficava o bunker de Geddel. Inclusive, o edifício leva o nome de um dos parentes de Paulo Azi: Residencial José da Silva Azi, tio do deputado. José da Silva Azi, que foi prefeito de Alagoinhas, morreu em 2014.

"São R$51 milhões com impressões digitais de Geddel, aliado de ACM Neto, e de Gustavo Ferraz, candidato a vice-prefeito na chapa perdedora em Lauro de Freitas, em 2016, com apoio direto de Neto. E todos são ligados ao governo de Michel Temer, que vem tirando os direitos dos trabalhadores e que é reconhecidamente corrupto", diz Carvalho.

O dirigente ainda mencionou a relação entre o governo de ACM, o neto, e ACM, o avô, morto em 2007. "Antigamente, a política carlista se valia do 'rouba mas faz'. Agora, com todos esses fatos, mudou para 'rouba e desfaz direitos".

Ao cobrar um posicionamento de ACM Neto, Jones ainda lembrou que o prefeito é um dos donos do maior conglomerado de comunicação do Nordeste - que incluía afiliada da Rede Globo no estado. "Se a TV Bahia não fosse dele qual seria a manchete?", interpelou.

Nenhum comentário: