Dimas Roque: Agricultores familiares do Território Velho Chico recebem capacitação sobre manejo de caprinos e ovinos

10.10.19

Agricultores familiares do Território Velho Chico recebem capacitação sobre manejo de caprinos e ovinos



Agricultores e agricultoras familiares do Quilombo Fortaleza, município de Bom Jesus da Lapa, Território de Identidade Velho Chico, foram orientados sobre o manejo, fornecimento de alimentos e cuidados com a sanidade para a criação de caprinos e ovinos, durante capacitação realizada nesta quarta-feira (09). A ação, que integra a estratégia de capacitação do projeto Bahia Produtiva, foi realizada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).
 

De acordo com Odanílio Oliveira, da Associação do Quilombo Fortaleza, das 36 famílias beneficiárias do projeto na comunidade, 26 trabalham na produção de caprinos e ovinos: “O curso foi muito importante para o fortalecimento da cadeia produtiva da caprinocultura na comunidade, pois aprendemos novas técnicas de manejo sanitário, alimentar, reprodutivo e sobre o aproveitamento dos materiais disponíveis na propriedade, para a construção das instalações”. Ele conta que antigamente havia muito problema de mortalidade de cabritos por falta de cuidados com a limpeza, mas, com o curso, será possível evitar isso, desenvolvendo novas técnicas de limpeza das instalações, evitando doenças nos animais.

A capacitação tem o objetivo de atender às demandas dos produtores sobre o manejo de alimentação, de sanidade e reprodutivo, além de melhorar o desenvolvimento dessa cadeia produtiva, aumentando o alcance no acesso ao mercado e na comercialização: “Existe o mercado, mas muitas vezes o agricultor não está com a produção adequada para fornecer ao consumidor. Quando o produto for levado ao mercado, a expectativa é que tenha qualidade e atenda ao que o consumidor espera”.

O Bahia Produtiva é um projeto do Governo do Estado, executado pela CAR/SDR, a partir de acordo de empréstimo com o Banco Mundial. Só no âmbito do Bahia Produtiva estão sendo destinados recursos da ordem de R$ 26 milhões, em mais de 100 projetos voltados para a cadeia produtiva da caprino-ovinocultura, distribuídos em diversas regiões do estado, principalmente no Semiárido baiano. As ações incluem desde a entrega de animais, assistência técnica e extensão rural (Ater), máquinas e equipamentos, requalificação de unidades de beneficiamento, infraestrutura e assistência técnica e extensão rural (Ater).

No Território de Identidade Velho Chico também estão recebendo essa capacitação as comunidades da Agrovila 13, no município de Serra do Ramalho, e Várzea Danta, em Oliveira dos Brejinhos.

Nenhum comentário: