6.9.17

Por que a Bahia cresce mais que o Brasil.

PIB do estado cresceu quase 10 vezes mais que o nacional no segundo trimestre.


No segundo trimestre deste ano o Produto Interno Bruto (PIB) baiano cresceu 1,9%. Esse resultado é quase 10 vezes maior que o crescimento do Brasil, que no mesmo período registrou apenas 0,2% da variação do PIB.

Há de se indagar por que no mesmo período a Bahia cresceu muito mais que o restante do Brasil. Certamente tem a influência de natureza econômica. A agropecuária cresceu 2,4% e puxou o índice baiano. No País, esse setor ficou estagnado. Mas a explicação vai além da economia, entra na política.
Para liderar um país ou um estado é necessário ter voto popular. O governador Rui Costa (PT) carrega a delegação de quase quatro milhões de baianos que nele votaram. Essa legitimidade possibilita a articulação dos setores produtivos e das forças de trabalho em prol do desenvolvimento do estado. Rui tem a gestão bem avaliada e transmite confiança, o que mobiliza toda sociedade.
Esse é um diferencial enorme em relação a Michel Temer. Falta ao presidente respaldo popular, valor fundamental para se liderar o País. Temer é ilegítimo, surgiu de um golpe de Estado e quinze meses depois tem o governo mais mal avaliado de todos os tempos. Denunciado por corrupção, Temer é o mau exemplo que não inspira confiança aos investidores nacionais e internacionais. 
O segundo fator é que o governador Rui Costa é um gestor competente. Numa situação de crise, não deixou as contas do estado degringolarem. Fez a coisa certa e a Bahia mantém o equilíbrio fiscal. Fora o rico estado de São Paulo, a Bahia é o estado com mais investimentos de todo Brasil. 
Laia a matéria completa aqui na Carta capital.

Nenhum comentário: