6.3.18

Policiais civis prendem autor de feminicídio horas após o crime.


Anailton Silva agrediu a companheira em Itabuna com socos, pontapés e um pedaço de madeira. Ele foi autuado por feminicídio.

O agressor Anailton Marques Silva, de 33 anos, foi preso horas após assassinar a sua companheira, Sandra Silva dos Santos, 43, no bairro Maria Pinheiro, em Itabuna. O crime foi informado a Polícia Civil na noite do domingo (4), mas as agressões à vítima começaram no dia anterior.

A equipe do Serviço de Investigação de Local de Crime (Silc), da Delegacia de Homicídios (DH), daquela cidade, esteve na casa da vítima, onde o assassinato ocorreu. No local, encontraram Sandra com várias lesões provenientes de socos, pontapés e causadas por um pedaço de madeira com pregos na ponta.

Os investigadores descobriram que Anailton havia sido o autor das agressões e o encontraram na casa de sua mãe, na mesma rua onde o crime ocorreu. Autuado por feminicídio, ele foi conduzido para a unidade policial, onde confessou o crime.

“As agressões começaram na noite anterior, após ele suspeitar que Sandra o estava traindo. O assassino relata que a vítima estava caída na cama, desmaiada, quando ele deixou o local”, explicou a delegada Magda Sueli Figueiredo, titular da DH/Itabuna.

Anailton havia saído recentemente do presídio, onde estava custodiado por agredir Sandra, mas eles voltaram a viver juntos, após ele ser liberado pela Justiça. A vítima já havia denunciado o companheiro diversas vezes na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam/Itabuna), o que resultou em cinco processos criminais e na prisão anterior.

Por Letícia Rastelly.

Nenhum comentário: