7.9.17

A TESTEMUNHA QUE NÃO ESTAVA LÁ. (Por Mário Marona)



Duas das acusações mais importantes de Palocci no depoimento a Moro ocorreram exatamente assim:

- O senhor Emilio Odebrechet ofereceu a Lula um sítio de presente, um prédio ao lado do Instituto Lula e uma conta de R$ 300 milhões para ele usar em campanhas eleitorais - acusou Palocci.

- O senhor estava neste encontro - pergunta Moro.

- NÃO -- responde o delator.

Mais adiante:

- Em 30 de dezembro, Lula chamou Dilma, recém-eleita, para um encontro com o dono da Odebrecht e disse que queria que ela preservasse as relações que ele tinha com a empresa em todos os seus aspectos, lícitos e ilícitos -- acusou Palocci.

- O senhor estava nesta reunião -- pergunta Moro.

- NÃO -- responde de novo o delator.

Palocci deve ser a primeira testemunha do mundo que não viu porque não estava no lugar em que os crimes que denuncia aconteceram.

Por Mário Marona.

Nenhum comentário: