15.3.12

Rui Costa pede recursos para a Via Expressa.

O secretário da Casa Civil do Estado, Rui Costa, pediu ao diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Jorge Fraxe, a liberação de mais recursos para as obras da Via Expressa, em Salvador. São R$ 20 milhões para as desapropriações necessárias ao andamento da Via e R$ 18 milhões para a construção de quatro passarelas no percurso. Além desses valores, a reunião realizada ontem, 14, em Brasília, tratou também da aprovação do termo aditivo do convênio, no valor de R$ 50 milhões.

O diretor geral afirmou que a Via Expressa é um dos compromissos do órgão com a Bahia e que, até o final desse mês, encaminhará ao Governo do Estado uma definição sobre o aporte de recursos.

Costa pontuou ainda as demandas para a recuperação do pavimento da rodovia Jorge Amado, entre os municípios de Ilhéus e Itabuna, e a duplicação da BR 101, no sul da Bahia.

De acordo com o secretário, a audiência proporcionará ganhos efetivos ao estado. “Temos o compromisso do diretor geral do Dnit. A expectativa é que os recursos saiam em breve”, disse Costa.

A reunião contou ainda com a presença do secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro, do presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Conder), Milton Villas-Bôas, e do diretor geral do Departamento de InfraEstrutura de Transportes da Bahia (Derba), Saulo Pontes. (Ascom/Casa Civil)

Nenhum comentário: