1.4.22

Atuação do Estado é destaque em seminário sobre a democratização do acesso a políticas públicas para a agricultura familiar

As ações viabilizadas pelo Governo do Estado, por meio do projeto Pró-Semiárido, foram apresentadas durante o Seminário Municipal de Agricultura Familiar, Desenvolvimento Local e Economia Solidária, realizado nesta quarta-feira (30), no município de Saúde. Com investimentos de mais R$1 milhão na agricultura familiar do município, a metodologia adotada pelo projeto foi trazida como exemplo para a democratização e o acesso a políticas públicas voltadas a comunidades rurais com baixo índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

A coordenadora local do Pró-Semiárido, Rejane Magalhães, traçou um panorama das ações desenvolvidas e explicitou a forma de atuação do projeto. “Nós não chegamos com algo pronto, nós ouvimos o povo. A primeira pergunta que fazemos ao chegar na comunidade é: O que vocês precisam para se desenvolver? Para tornar as políticas realmente democráticas é preciso envolver o povo e dar voz aos agricultores e agricultoras. Nós ousamos quando dissemos ao povo: Vocês podem!”.

Rejane apresentou as ações desenvolvidas pelo Pró-Semiárido no município após a escuta das comunidades. Na área produtiva, foram destinados investimentos para a construção de quintais agroecológicos, para o fortalecimento dos sistemas produtivos da avicultura, caprinovinocultura, extrativismo do licuri, mandiocultura; implantação de sistema agroflorestal, biodigestores, cisternas para o consumo humano e, ainda, a organização de grupos para o processamento de alimentos e comercialização de produtos oriundos da agricultura familiar. A partir do Componente de Capital Humano e Social, o projeto viabilizou a contratação de agentes comunitários rurais (ACR) e realizou encontros, oficinas e capacitações para debater sobre questões de gênero, raça e geração, associativismo, gestão de convênios e das associações e sobre a elaboração de projetos.

Atualmente, o projeto tem buscado fortalecer as parcerias com o poder municipal, organizações públicas e representantes da sociedade civil, para dar sustentabilidade às ações. “A importância do Pró-Semiárido para o município tem sido fundamental, pois tem ajudado a visibilizar o potencial das nossas comunidades. Nós temos andado e observado o quanto essas comunidades têm se sentindo fortalecidas. Agora, precisamos nos unir mais. Precisamos também que os agricultores busquem mais a Prefeitura, pois o projeto vai passar e nós precisamos dar continuidade ao trabalho”, assinalou a secretária de Agricultura do município de Saúde, Zeni Ribeiro.

O Pró-Semiárido é um projeto cofinanciado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). Além da presença de equipe técnica do projeto e da Prefeitura Municipal, também participaram do evento representantes da Adesba, o Cesol, Codeter, Codep, os Bancos do Nordeste e do Brasil e do Consórcio Público Sustentável do Piemonte da Diamantina. 

Nenhum comentário: