15.4.22

Equipe médica organiza festa para comemorar alta de "bebê milagre" na maternidade Frei Justo

Desde as primeiras semanas de gestação, a pequena Emilly já lutava pela vida. A mãe, Deise Silva, foi diagnosticada com restrição de crescimento intrauterino, condição rara que faz com que o bebê não atinja o peso normal. O caso foi acompanhado de perto pelos profissionais da maternidade Frei Justo, em Seabra, e, graças ao empenho e dedicação de todos, a história teve um final feliz. "Emilly nasceu no dia 06 de março pesando apenas 1,082 kg e com 35 semanas, um caso bem complicado. Ela permaneceu na unidade recebendo todo acompanhamento para ganho de peso e, finalmente, teve alta no dia 09 de abril, para a felicidade de toda a equipe", conta o médico neonatologista Franck Júnior, que acompanhou o caso de perto.

E, para comemorar o primeiro mês de vida de Emilly, os profissionais da unidade que acompanharam todo o desenvolvimento da pequena seabrense realizaram uma festa de despedida que mobilizou toda a unidade. Com direito a bolo e presentes, a comemoração marcou o fechamento do ciclo de mãe e bebê na Frei Justo. "É realmente muito gratificante. Essa coisinha linda nasceu com risco potencial de morte e agora completa um mês de vida", comemora o diretor médico da unidade, Robson Luiz de Souza.

Inaugurada há pouco mais de um mês pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), a unidade administrada pela Fundação Fabamed vem apostando na humanização do atendimento para garantir um ambiente acolhedor e seguro para gestantes, puérperas e bebês. Para o diretor médico da maternidade, casos como o de Emilly mostram que o afeto aliado a adoção de condutas hospitalares que rompam com o tradicional isolamento imposto à mulher produzem resultados mais que satisfatórios. "Nós temos uma equipe muito humanizada e acreditamos que esses pequenos detalhes, que esse cuidado especial, fazem a diferença na vida do paciente. Para muitos profissionais, se trata somente de mais um paciente, nós encaramos cada paciente, cada bebezinho como o amor de alguém. Então, seguimos tentando fazer a diferença", completa Robson.

 

Referência para a região

Com 35 leitos distribuídos entre obstétricos (12), gestação de alto risco (8) e Unidade de Cuidados Intensivos Neonatal do tipo canguru e convencional (15), a Maternidade Estadual Frei Justo é referência para os municípios de Abaíra, Boninal, Ibitiara, Iraquara, Lençóis, Mucugê, Novo Horizonte, Palmeiras, Piatã, Seabra e Souto Soares. No local, gestantes e puérperas têm acesso a serviços de urgência e emergência, além de exames de ultrassonografia obstétrica, ultrassonografia com doppler, eletrocardiograma e cardiotocografia.

Nenhum comentário: