30.5.21

BCS e parceiros levam ajuda para moradores carentes de Fazenda Coutos

Até a quinta-feira (27), os moradores da localidade receberam das mãos de PMs e parceiros, cestas básicas, colchões, e botijões de gás.

A assistência da Base Comunitária de Segurança (BCS) Fazenda Coutos aos moradores do bairro durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) não parou e, até a quinta-feira (27), os PMs e parceiros da unidade encerraram uma grande entrega de alimentos, materiais de higiene e de uso pessoal para moradores daquela comunidade.

Duzentas e quarenta e cinco cestas básicas, 200 colchões, 45 botijões de gás, além de frangos, ovos e pacotes de macarrão foram entregues às famílias das regiões da Rua do Lixo, Invasão da Bica, Teotônio Vilela e Lavapés.

Segundo a comandante da base, capitã Lilian Souza Carvalho, o apoio do Departamento de Polícia Comunitária e Direitos Humanos (DPCDH), de empresários e lideranças religiosas, além da parceria com a Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate a Pobreza (Sempre), durante o dia de inscrição e atualização no Cadastro Único (Cadúnico), foi muito importante.

“Viemos acompanhando estes moradores há um tempo e, sem dúvidas, esse apoio vai manter as dispensas abastecidas”, contou a oficial, lembrando de agradecer às equipes da Empresa de Limpeza Urbana do Salvador (Limpurb) e da Defesa Civil (Codesal), acionadas para dar suporte na limpeza e nos cuidados com as famílias que vivem em áreas de risco.


Emoção

Durante o trabalho de atenção às famílias, a história de dona Nelita, 60 anos, comoveu equipes da BCS. A idosa perdeu a casa onde morava na localidade da Rua do Lixo, durante o período de fortes chuvas que atingiram a capital baiana e, após receberem um vídeo onde ela solicitava apoio para que construíssem um lugar para morar, os PMs não hesitaram em ajudar.

“Prontamente entramos em contato com um grupo de empresários, representado por Carlos Candeal, e moradores da comunidade que dominam a parte de construção civil. Eles arrecadaram os materiais e construíram uma casa de alvenaria para ela, que ficou extremamente contente!”, disse.

A oficial concluiu, explicando que, assim como dona Nelita, outros moradores continuarão sendo assistidos pelas equipes ao longo da pandemia.

Nenhum comentário: