13.5.21

Acesso ao crédito para a agricultura familiar foi tema de encontro no Baixo Sul


A equipe técnica da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), unidade da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que atua no Território Baixo Sul, e representantes do Banco do Nordeste (BNB), do Consórcio Intermunicipal da APA do Pratigi (Ciapra) e de secretarias municipais de Agricultura do Baixo Sul, participaram, nesta terça-feira (11), de encontro sobre acesso ao crédito rural, do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), no âmbito do projeto Cacau +. O evento aconteceu na sede do Ciapra, em Ituberá.

“A reunião foi muito proveitosa e teve como objetivo buscar os meios para melhorar a interação entre os técnicos das secretarias de Agricultura, os agricultores e o BNB, sobre o desenrolar dos projetos, para facilitar o crédito aos agricultores familiares”, explicou Fabrício Dantas, coordenador da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater/SDR), no Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF), Território Baixo Sul.

De acordo com o diretor-executivo do Ciapra, Leandro Luiz Ramos, o objetivo foi aproximar e levar ao conhecimento do BNB, das agências de Ipiaú e Valença, que atendem quase os 100% dos municípios do Baixo Sul, a proposta do projeto Cacau +, que tem a parceria da SDR, no financiamento da assistência técnica e extensão rural (Ater), pois o crédito é fundamental para fechar a estruturação do projeto: “Nós vamos garantir aos produtores assistência técnica, material genético de boa qualidade, produtos para a correção e fertilidade do solo e o crédito”.

Durante o encontro, articulado pela SDR, o BNB se comprometeu a capacitar de 13 a 15 técnicos dos municípios, que irão elaborar os projetos de crédito, a partir da demanda de cada família agricultora, com os devidos enquadramentos a cerca das linhas de financiamento.

O projeto Cacau+

O projeto Cacau + tem o objetivo de aumentar a produtividade de cacau no Baixo Sul, com investimentos do Governo do Estado, por meio da SDR, na ampliação da assistência técnica e extensão rural (Ater), visando aumentar a renda dessas famílias agricultoras, que representam 50% dos produtores de cacau da região cacaueira.

O sistema produtivo do cacau foi identificado como potencial para incrementar a economia e geração de renda nos municípios do Baixo Sul, com a elevação da produção de cacau, de 10 a 45 arrobas por hectare, ao ano, para 80 arrobas, por hectare. Para chegar a esses resultados, estão previstas ações como implantação de viveiro para produção de mudas, manejo, controle de pragas, polinização, adubação, manejo pós-colheita e rastreabilidade.

 

Nenhum comentário: