Dimas Roque: Povoado em Tucano vai realizar VI Feira de Artesanato de Couro

14.5.19

Povoado em Tucano vai realizar VI Feira de Artesanato de Couro



Entre 21 e 23 de junho, o povoado de Tracupá, no município de Tucano, no nordeste da Bahia, realizará a VI Feira de Artesanato de Couro de Tracupá. Com apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), o evento é uma iniciativa da Cooperativa dos Produtos de Artefato de Couro da Comunidade de Tracupá (Coopact). A programação será composta por exposição, intercâmbio e venda de produtos oriundos de empreendimentos solidários.

A maioria dos moradores do povoado trabalha há muito tempo com a produção artesanal e profissional em couro. Daí, surgiu a iniciativa de criar a Coopact, que hoje possui 22 famílias associadas, produzindo itens como bolsas, carteiras, chapéus, cintos e sandálias. A cooperativa também tem um automóvel para a distribuição do material a todas as regiões do Brasil.

Para o diretor da Coopact, Sérgio Evangelista, o processo de cooperativismo no interior do Nordeste ainda está em um momento de evolução e de construção. “A cooperativa é como São Tomé. O pessoal quer ver o sucesso para poder crer”, destaca.

Além da Coopact, hoje há em Tracupá lojas de marcas de renome nacional, que estão investindo na produção dos produtos feitos por mão de obra local. Em qualquer rua, é notada a presença empresarial, atraída pela qualidade dos produtos feitos pelos moradores do povoado.
 

“A maior parte daqueles que nasceram e se criaram em Tracupá trabalha com o couro. Daqui, nós exportamos para o Rio de janeiro, São Paulo, Paraná e muitos outros lugares do Brasil. Aqui, a maioria das casas tem sempre alguém fazendo artesanato de couro”, afirma Gerson Reis de Souza, conhecido como Gersinho, que trabalha com artesanato em couro desde criança.

Localizado às margens da BR 116, Tracupá já foi conhecido como a “cidade das antenas parabólicas”. O apelido surgiu porque ao passar pela estrada, que fica acima do nível da cidade, era comum ver que todas as casas do povoado possuíam uma antena do tipo. A Coopact Couro fica logo na entrada da localidade e é um exemplo de associativismo na região do sisal.

Por Regina Ferreira.

Nenhum comentário: