Dimas Roque: Prefeito de Jeremoabo - coronelzinho ou analfabeto político?

7.1.10

Prefeito de Jeremoabo - coronelzinho ou analfabeto político?

O (des) governo tista de deda, acha pouco as trambicagens que implantou e pratica na prefeitura de Jeremoabo, resolveu agora perseguir quem votou de acordo com a consciência.

Logo que se apoderou do seu império, encharcou o quadro da viúva, contratando e dando cargo a rodo, até que sabendo que o Ministério Público iria agir, resolveu demitir centenas de apadrinhados irregulares, muito embora, com suas artimanhas do diabo arranjou não sei como uma firma para contratar os demitidos.

Diante dessa simples preliminar, vamos partir para a lógica: se a prefeitura estava “precisando” de centenas de servidores, conforme admissões irregulares e fraudulentas, inclusive com a implantação da republiqueta do sertão, onde só tinha parentes do secretário de infraestrutura e do vice prefeito, como desloca um funcionário para esse mesmo sertão, se os de lá vieram para Jeremoabo.

Esse funcionário está sendo perseguido porque não votou no prefeito, e também porque tentou cumprir com sua obrigação como funcionário público, ou seja, tentou inscrever na DIVIDA ATIVA DA PREFEITURA, um rombo apurado pelo TCM/BA, contra o atual prefeito, num montante aproximado de dois milhões de reais, inclusive com desvio e apropriação indébita com recolhimentos do INSS, portanto, a pessoa para ser honesto na prefeitura de Jeremoabo, tem que pagar muito caro.

O (des)governo tista de deda juntamente com o secretário de educação, transferiu o servidor para o povoado Água Branca, distante da sede 40 km, com estradas em péssimas condições, sem transporte, porque os ônibus são sucatas sem nenhuma segurança, ou então caminhonetas mais apropriadas para transporte de bagulhos, não paga hora extras, vale-transporte ou vale refeição.

O que mais dói é ver políticos que no passado se gabavam pela sua coerência e honestidade, se curvarem diante de tanta sujeira e até se submeterem à liderança desses políticos desonestos que eles próprios chamavam de "aproveitadores e oportunistas". Acho que perdí as minhas referências...

Como aqui em Jeremoabo curso superior ainda é restrito e sem opção de escolha, o dito servidor cursa faculdade em Paulo Afonso/Bahia, enfrentando uma distancia de mais de 90 km, , e assim mesmo vai parar os estudos por caprichos irresponsáveis e mesquinhos do (des) governo endossado pelo seu secretário de educação, é por essa e outras, que o jovem se não tiver uma personalidade forte, e uma boa formação familiar, se desespera, perde a cabeça e a razão, se tornando um marginal.

Dando continuidade a nossa reportagem, vou transcrever abaixo um apelo dramático do servidor em busca de solução para sua vida funcional e pessoal, onde o prefeito e seu secretário faz ouvido de mercador, numa demonstração que sua atitude animalesca está acima da lei, da razão e dos bons costumes.

Será que esses cérebros de ameba tem filhos?

Com informações do Blog do Dedé Montalvão.

Nenhum comentário: