11.3.22

Jovens de Salvador e Camaçari recebem certificados de qualificação profissional

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), certificou nesta quinta-feira (10), no Auditório Zezéu Ribeiro, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, 220 jovens da capital baiana e de Camaçari que fizeram cursos do Programa Trilha. O investimento foi de R$352 mil, do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), para oferecer formação nas cadeias produtivas de Arte e Cultura, Beleza Estética e Bem Estar, Comércio e Atendimento, Turismo e Hospedagem e Tecnologia da Informação. 

Moradora do distrito de Arembepe, no município de Camaçari, Beatriz Machado, 26 anos, concluiu o curso de Recepcionista de Hotel com Noções de Inglês. “Quando a gente chega qualificada em uma empresa, as oportunidades se abrem. A experiência foi excelente, os professores foram muito bons, tivemos fardamento e todo o material necessário, coisas que em um curso particular nós teríamos que arcar”, conta a jovem.

Já Emanuel Abreu, 19 anos, está terminando o ensino médio e optou pela área de Animador e Agente Cultural. “Era uma atividade que a gente já desenvolvia no bairro do Uruguai, mas não contava com conhecimento suficiente. Tivemos a chance de adquirir novos aprendizados, compreender melhor a dinâmica e expandir nossa atuação”, afirmou.

“A realização do Trilha tem esse objetivo, inserir jovens no mercado de trabalho formal ou em atividades empreendedoras para geração de renda, além de prepará-los para o exercício da cidadania”, destacou o titular da Setre, Davidson Magalhães, presente na certificação.

A cerimônia contou também com as participações do superintendente estadual de Desenvolvimento do Trabalho, Marcelo Gavião, do deputado federal Daniel Almeida, da deputada estadual Olívia Santana, dos vereadores da capital baiana Augusto Vasconcelos e Hélio Ferreira, e do presidente da Comunidade Cidadania e Vida (Comvida), instituição executora dos cursos, Valnei Roberto de Souza Silva.

Em 2021, o Programa Trilha disponibilizou 600 vagas, sendo 30 turmas com 200 horas aula, em 12 municípios de 9 territórios de identidade da Bahia. O aporte total foi de superior a R$ 1 milhão.

Nenhum comentário: