14.3.22

Tem shows de segunda a sábado no Largo do Cruzeiro do São Francisco

Palco montado no centro do Largo recebe shows de forró, axé, sertanejo, salsa, merengue, chorinho, MPB e samba

A semana começa e termina ao som de boa música no Largo do Cruzeiro do São Francisco, palco de shows de forró, MPB, salsa e merengue, chorinho, samba, axé e sertanejo. De segunda a sábado, das 18h às 21h, talentosos artistas com carreiras de sucesso na Bahia movimentam a vida cultural do Centro Histórico. Esta semana  se apresentam Gel Barbosa, Luisito Gutierrez, Claudya Costta,  Aline Souza, o grupo Gente do Choro e Dinho Reis. Os shows são patrocinados pelos restaurantes Boteco do Pelô, Cuco Bistrô, Maná Grill e Odoyá, todos localizados no Largo do Cruzeiro do São Francisco. Confira a programação dia a dia:

Segunda-feira, dia 14 de março - FORRÓ – Gel Barbosa, que é produtor musical, compositor, cantor, arranjador e sanfoneiro, já acompanhou e gravou com artistas como Zé Calixto, Pinto do Acordeon, Antônio Barros, Cecéu, Elba Ramalho, Xangai, Targino Gondim, Carlos Pitta, Elba Ramalho, Almério, Mariana Aydar e Renato Borghetti. Um dos melhores sanfoneiros da atualidade, Gel Barbosa faz temporada de shows gratuitos no Largo do Cruzeiro do São Francisco, às segundas-feiras, a partir das 18h.  Natural de Serra da Raiz, na Paraíba, ele nasceu numa família de músicos e teve como maior influenciador seu pai Geraldinho, tocador de oito baixos. Em 2013 se mudou definitivamente para Salvador e desde então trilha sua carreira atuando em diversos espaços culturais e também em cidades do interior da Bahia. Considerado um dos melhores sanfoneiros nordestinos da atualidade, fez participação no primeiro CD solo do cantor sueco Thomas Eby, participou do CD Obatalá, onde participaram artistas como Gilberto Gil, Zeca Pagodinho, Alcione, Marisa Monte e Jorge Ben. Hoje Gel Barbosa divide seu tempo também entre gravações e produção musical de diversos gêneros musicais como forró, choro e frevo.

Terça-feira, dia 15 de março – SALSA, MERENGUE, CUMBIA, RITMOS LATINOS - Luisito Gutierrez, é cantor, compositor, multi-instrumentista e produtor musical do gênero latino. Interpreta grandes êxitos de artistas de fama internacional com o toque autêntico de cada ritmo, como Salsa, merengue, Reggaeton, bachata, bomba, cumbia, entre outros. Peruano, natural de Trujillo - La Libertad... Luisito reside em Salvador desde 1998. Começou com a música aos cinco anos de idade, influenciado pela família de músicos, e aos 16 gravou seu primeiro CD autoral, chamado "Tropikola - con Mucho Sabor". Em 2014 gravou um CD promocional, não autoral chamado "Expresso do Ritmo". Em sua carreira acompanhou outros grupos do mesmo gênero, em épocas diferentes em Salvador, como  Tropikola (direção musical, piano e voz), Salsalitro (Ddireção musical, piano e backing vocal), Improviso Latino (piano e backing vocal), além de participações em orquestras de Salsa em São Paulo.

Quarta-feira, dia 16 de março – SAMBA, AXÉ E SERTANEJO - Claudya Costta vem desenvolvendo uma carreira com uma forte presença de palco. No  repertório,  canções autorais e grandes sucessos da música negra brasileira.  A cantora assume não se encaixar em rótulos e formatos preestabelecidos, se desligando de padrões quando o assunto é identidade e liberdade musical. É a voz feminina do Cortejo Afro, representando a estética, a beleza e o empoderamento da mulher negra. Com carreira solo iniciada em 2007, suas apresentações são marcadas em grandes palcos como Teatro Castro Alves, Concha Acústica, Teatro Sesc, Sesi, Gamboa Nova, Teatro Irdeb, Parque da Cidade, Largos e Praças do Pelourinho, Música no Porto, Parada Gay de Salvador, Projetos no Conexão VIVO. Já recebeu prêmio de melhor intérprete no Festival de música Negra  no Ilê Aye, fez participação no Olodum, Muzenza, além de puxar o trio principal da Mudança do Garcia, nas segundas de carnaval. No carnaval 2020, fez homenagem, em vida, ao grande  mestre do Samba, Riachão, onde cantaram juntos a canção, Cada Macaco no seu Galho. Já dividiu palco com grandes nomes da MPB como  Margareth Menezes, Daniela Mercury, Mariene  de Castro, Martinália, Preta Gil, Luiza Possi e abriu Show para Carlinhos Brown e Sandra de Sá, no Ilê Ayê.

Quinta-feira, dia 17 de março - SAMBA DE RAIZ – Aline Souza é cantora e compositora nascida em Salvador. Começou a cantar na sua igreja aos três anos de idade. Dos sete aos 14 anos participou de festivais de música como os realizados pelo SESI e pelos Correios, sempre ganhando competições. Em 2016,  participou do Iluminados, quadro do Domingão do Faustão, onde foi a primeira finalista. Gravou um EP “Meu Samba” com cinco músicas autorais. Viajou para o Qatar- Doha onde cantou por um ano no restaurante brasileiro “Ipanema”. Voltando de lá em 2018, continuou cantando em bares, restaurantes e eventos em Salvador. Em 2020  participou do  “The Voice Brasil”, da Rede Globo, onde cantou “A Loba” e fez Iza, Lulu e Brown virarem pra ela. Aline saiu na quarta fase do programa, próximo das finais. Aline Souza tem um trabalho autoral que está disponível em todas as plataformas digitais, e também  tem clipes no seu canal do YouTube alinesouzacantora.

Sexta-feira, dia 18 de março – CHORINHO – O Gente do Choro é o grupo mais tradicional do choro da Bahia, formado por Carlinhos do Bandolim, Dudu Reis (cavaquinhos), Natan Drubi (violão sete cordas) e Pedro Calil (pandeiro). No repertório, choros tradicionais brasileiros, bem como composições autorais inspiradas neste gênero totalmente nacional. O grupo Gente do Choro tem mais de 20 anos de trabalho musical. É, certamente, o grupo atuante mais antigo de Salvador, talvez até da Bahia. À frente do grupo, Carlinhos do Bandolim que, ao lado do saudoso Pedrinho do Pandeiro, formou o Gente do Choro. A princípio, era apenas uma “brincadeira musical”. Vários músicos se reuniam num ponto do bairro da Liberdade e tocavam, deixando a animação e o prazer tomar conta dos presentes, na tradicional roda de choro. Hoje, o Gente do Choro possui CD gravado e está fortemente inserido no cenário musical baiano, por elevar astral e contagiar a todos com o seu ‘tempero musical” único.

Sábado, dia 19 de março – SAMBA, AXÉ, POP E ROCK - Dinho Reis é cantor, compositor e multi-instrumentista e apresenta em seu show um repertório variado com clássicos da música baiana, brasileira e internacional. Canta, por exemplo,  sucessos de Gilberto Gil, Jorge Benjor, Olodum, Ivete Sangalo, Bob Marley, Lionel Richie e, Freddy Mercury. Sua apresentação é caracterizada pela alegria, descontração e a interação com o público. Seu repertório eclético passeia por grandes clássicos da música baiana como  Faraó, Protesto Olodum, Baianidade Nagô, É d’ Oxum, sem deixar de apresentar releituras do pop rock nacional do  Legião Urbana, Capital Inicial, Roupa Nova, Lulu Santos e pelo samba de Zeca Pagodinho, Alcione, Fundo de Quintal e Exaltasamba.


Serviço:

Segunda-feira - dia 14.03, a partir das 18h – Gel Barbosa

Terça-feira - dia 15.03, a partir das 18h – Luisito Gutierrez

Quarta-feira - dia 16.03, a partir das 18h – Claudya Costta

Quinta-feira-feira - dia 17.03, a partir das 18h – Aline Souza

Sexta-feira -  dia 18.03, a partir das 18h – Gente do Choro

Sábado -  dia 19.03, a partir das 18h – Dinho Reis.

Por: Doris Pinheiro.

Nenhum comentário: