27.3.22

Unidade de beneficiamento de buriti é inaugurada na região dos Brejos em Pilão Arcado

O Governo da Bahia tem chegado com ações em todos os cantos do Estado. Um bom exemplo é a recente inauguração da agroindústria de beneficiamento de buriti na comunidade Brejo Dois Irmãos. A unidade beneficia diretamente famílias de 05 comunidades que vivem numa das regiões mais remotas do município de Pilão Arcado.

O empreendimento no valor R$ 438 mil foi inaugurado, nesta sexta-feira (25), e integra as ações do Pró-Semiarido, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) com co-financimento do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida).

Na ocasião, o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, parabenizou e agradeceu a comunidade pelo empenho e sinalizou que o Governo está trabalhando na renovação da parceria com o Fida para chegada de mais recursos para fortalecer a agricultura familiar e falou ainda, do compromisso de investir no beneficiamento da cana-de-açúcar na região dos Brejos.

"Nosso desafio é fazer uma planta de uma agroindústria de cana do tamanho adequado à capacidade gerencial da comunidade. Nós queremos colocar o açúcar mascavo, a rapadura, os subprodutos da cana no mercado, como o buriti e o mel", salientou Wilson Dias.

Para a presidenta da Associação Comunitária e Beneficente Brejo Dois Irmãos, Eliane das Virgens, esta unidade de beneficiamento de buriti tem uma grande relevância para o desenvolvimento dos Brejos de Pilão Arcado.  “Tem uma grande importância aqui na nossa comunidade: primeiro que é valorizar o produto da agricultura familiar, o extrativismo do Buriti que é o carro-chefe da produção das famílias. Tem uma grande importância econômica e social na vida das famílias brejeiras. E a gente pretende alcançar mercados mais longe. A gente sabe que nosso produto de qualidade e isso agrega um valor muito grande".

O evento de inauguração reuniu centenas de pessoas, entre pessoas das comunidades, lideranças comunitárias e autoridades políticas.

Nenhum comentário: