15.3.22

Governo da Bahia realizará 79 mil cirurgias eletivas em até três meses

Com o objetivo de zerar a fila de cirurgias eletivas que tiveram a demanda represada durante a pandemia da Covid-19, o Governo do Estado investirá mais de R$ 103 milhões na realização de 79 mil procedimentos cirúrgicos, exames pré-operatórios e anatomopatológicos. Esse montante contempla os projetos do Mutirão de Cirurgias Eletivas e as Feiras de Saúde.

O edital para o credenciamento de prestadores foi publicado no Diário Oficial do Estado do último sábado (12) contemplando os 417 municípios e com início imediato. Ao todo, serão oferecidos 36 tipos de procedimentos, como cirurgia de catarata e remoção de mioma, útero, vesícula, hérnias, dentre outros. “Nós estimamos 79 mil cirurgias no período de 90 dias. Com a queda do número de internados e dos novos casos da Covid-19, a gente pode retomar, em regime de mutirão, essas cirurgias eletivas que estavam represadas”, afirma o governador Rui Costa.

A secretária a Saúde do Estado, Adélia Pinheiro, explica que “terão acesso aos procedimentos as pessoas que já possuem o diagnóstico e indicação de cirurgia, bem como estão cadastradas pelo município no Sistema Lista Única. Se o paciente não sabe se está cadastrado, ele deve procurar a Secretaria Municipal de Saúde para realizar o cadastramento. Também é possível ser encaminhado através das Feiras de Saúde que serão realizadas em diversas localidades”, esclarece.

Ainda de acordo com a titular da pasta estadual da Saúde, “esse é um projeto que vai salvar muitas vidas e dar dignidade as pessoas que esperam por uma cirurgia há meses ou anos”, aponta Adélia Pinheiro. Ela ainda destaca que os atendimentos serão prioritários para mulheres, mas também beneficiarão homens que necessitem de algum procedimento ofertado.

 

Mutirão de exames

As 21 Policlínicas Regionais de Saúde funcionarão em regime especial para dar celeridade aos exames pré-operatórios, tais como ultrassonografia abdominal, transvaginal, mama, eletrocardiograma e radiografia de tórax. “Já conversamos com os prefeitos que são presidentes dos consórcios de saúde e administram as policlínicas regional. A expectativa é fazer uma grande mobilização para atingir as metas propostas”, completou o governador.

 

Confira a lista completa de procedimentos e o edital de credenciamento:

Colecistectomia

Colecistectomia videolaparoscópica

Exerese de cisto sacro-coccigeo

Fistulectomia / fistulotomia anal

Hemorroidectomia

Hernioplastia epigástrica

Hernioplastia epigástrica videolaparoscópica

Hernioplastia incisional

Hernioplastia inguinal (bilateral)

Hernioplastia inguinal / crural (unilateral)

Hernioplastia umbilical

Postectomia

Vasectomia

Tratamento cirúrgico de varizes (bilateral)

Tratamento cirúrgico de varizes (unilateral)

Colpoperineoplastia anterior e posterior

Exerese de glandula de bartholin / skene

Histerectomia c/ anexectomia (uni / bilateral)

Laqueadura tubaria (salpingectomia)

Miomectomia

Ooforectomia / ooforoplastia

Capsulectomia posterior cirúrgica

Capsulotomia a yag laser

Exerese de calazio e outras pequenas lesões da pálpebra e supercílios

Facoemulsificação c/ implante de lente intra-ocular dobrável

Fotocoagulação a laser por sessão

Iridotomia a laser

Tratamento cirúrgico de pterígio

Vitrectomia anterior

Amigdalectomia

Amigdalectomia c/ adenoidectomia

Orquidopexia unilateral

Prostatectomia suprapúbica

Ressecção endoscópica de próstata

Tratamento cirúrgico de hidrocele

Tratamento cirúrgico de varicocele

 

Para acessar o edital de credenciamento, clique aqui.

Foto: Leonardo Rattes/Saúde GovBA.

Nenhum comentário: