8.3.22

'Vinícola UVVA traz força para a viticultura baiana', diz vice-governador João Leão

A vinícola UVVA abriu suas portas nesta segunda-feira (07), em um cenário paradisíaco em Mucugê, na Chapada Diamantina, e o vice-governador João Leão, secretário do Planejamento e incentivador da criação de um Polo Viticultor na Bahia, comemorou. Para ele, a nova vinícola tem um alto padrão que eleva o estado a um patamar internacional de enoturismo e fortalece o segmento viticultor baiano.

“Hoje é dia de comemorar. A Chapada Diamantina junta-se ao Sertão do São Francisco e promete tornar a Bahia um dos melhores destinos enoturísticos do país”, afirma o vice-governador.

A UVVA, mais novo projeto da Fazenda Progresso, do já consagrado café Latitude 13, promete aos amantes do vinho requinte e sofisticação. São 52 hectares (ha) de vinhedo plantado. O projeto é concebido para produzir 400 mil garrafas por ano, entre vinhos tintos de guarda, brancos e espumantes.

De acordo com o Leão, em breve, a região do Médio São Francisco se juntará aos outros dois territórios na produção de uvas e vinhos. Existe um cronograma para implantar um Polo Viticultor, que irá integrar o Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco, no município de Barra. 

“Firmamos termo de intenção com 14  investidores de Santa Catarina, produtores de uvas. Estima-se que na fase inicial do projeto serão gerados entre 500 e 1 mil empregos diretos e indiretos. Na fase final, deve chegar a 2 mil empregos. Os investidores catarinenses irão montar em Barra uma cooperativa específica para a iniciativa, que inicialmente se dedicará ao plantio de uva e posteriormente a agroindústria, para produção de vinho, suco de uva integral e uva de mesa”, destaca Leão.

Foto: Ascom Seplan

Nenhum comentário: