3.2.22

Distribuidora de combustíveis e fundos de investimentos conhecem instalações do Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco

Comitiva chefiada pelo vice-governador João Leão, secretário do Planejamento, executivos da distribuidora de combustível 

Larco e das instituições financeiras Fundo Paraguaçu de Investimentos e Credfit, todas sediadas na Bahia, visitaram, nesta quarta-feira (02), a Serpasa Agroindustrial, primeira usina sucroalcooleira em implantação no Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco. A unidade, que deve entrar em funcionamento ainda no primeiro semestre deste ano, conta com 2.320 hectares (ha) plantados com cana-de-açúcar irrigada a partir da tecnologia de pivô central e uma usina para produção de etanol, foco dos investidores presentes na missão.

  

“Mais uma vez cumprimos agenda de trabalho aqui no Médio São Francisco e desta vez apresentamos a estrutura do polo para dois novos parceiros do empreendimento. A exemplo do que já aconteceu antes, esperamos que esta relação se fortaleça e que possamos contar com essas parcerias para ampliar ainda mais o potencial de sucesso desta iniciativa”, explica João Leão.  

  

Segundo Alberto Costa Neto, diretor executivo da Larco, a empresa, que apesar de ter a Bahia como berço, está presente em nove estados, vê com muito bons olhos o surgimento desta nova usina na Bahia. “Nós da Larco enxergamos como uma parceria muito forte a chegada de mais uma usina que vem contribuir com o mercado baiano. Estamos fazendo investimento junto à própria usina, já com compromisso de contratos de compra e venda, com parceria com outros fundos e esperamos, em breve, ver a primeira moagem e o nosso primeiro caminhão da Larco aqui carregando o etanol para fornecermos um produto de qualidade para os nossos clientes”, avaliou.      

  

De acordo com Danimar Raposo, diretor da Credfit e que esteve representando a Paraguaçu Investimentos, existem as melhores expectativas quanto ao sucesso da iniciativa. “Nós somos parceiros da Fazenda Serpasa, do grupo Paranhos, e tanto o fundo, quanto a Credfit, estão viabilizando o desenvolvimento do empreendimento e torcendo para que a obra finalize, a moagem seja iniciada e o empreendimento torne-se um sucesso, que ao que tudo indica será”.  

  

Adélia Pinheiro, secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), que integrou a comitiva, falou da importância de apoiar projetos de desenvolvimento e formação de pessoas nos municípios de Muquém do São Francisco e Barra para integrar o ecossistema de ciência, tecnologia e inovação a serviço das novas demandas e setores econômicos da região.  

  

Na oportunidade a comitiva visitou também a Fazenda São José, maior produtora de grãos da região, a Euroeste, a Cativa, todos empreendimentos que integram o Polo, e a Fazenda Escola Modelo, em implantação no município de Barra, que tem como objetivo formar mão de obra qualificada para atuação no polo. 


Foto: Ascom/Seplan .

Nenhum comentário: