20.7.17

LULA, O RICAÇO DE ARAQUE. (Por Francisco Costa)



Moro, na sua maníaca sanha de perseguir Lula, afirmando atender ao Ministério Público da gangue curitibana decidiu confiscar bens do Lula, o que caracterizaria uma segunda sentença num processo só e em mesma instância, já que isto não consta na sentença dada no processo.
Mais uma vez a alegação do arremedo de pequeno Hitler violenta a honestidade: bloqueou a título de “garantir o desviado por petistas”, como se Lula fosse o dono, pai, tutor ou representante legal do PT, responsabilizando-o por tudo o que as convicções de mal intencionados ditam.
De Lula foram surrupiados três apartamentos, um terreno e dois automóveis, perfazendo o valor de R$ 2 257 000,00, além de ter tido R$ 606 000,00 bloqueados em três contas bancárias, o que daria um total de R$ 2 863 000,00.
Ressalte-se de que tudo isto foi sempre declarado por Lula à Receita Federal, nas suas declarações do Imposto de Renda, bem como à Justiça Eleitoral, sempre que ele foi candidato, afastando-se de pronto a sonegação fiscal e a ocultação de patrimônio.
Depois de intensas investigações, feitas pela Polícia Federal, Ministério Público, PGR e Receita Federal, no Brasil, e instituições financeiras e serviços de inteligência, no exterior, ficam definitivamente afastadas as possibilidades de laranjas e bens no exterior.
Por comparação, todo o patrimônio de Lula é 12 vezes menor que um dos quatro apartamentos de FHC, o em Paris; menor que um dos três apartamentos de Bolsonaro, em condomínio na Barra da Tijuca, no RJ, 13 vezes menor que os R$ 40 000 000,00 que Temer arrombou numa tacada só.
Lula tem no banco o equivalente a 7 meses e meio do salário do Moro.
Num país que ultrapassou a divisão em classes e chegou à divisão em castas, onde o salário mínimo vale pouco mais que R$ 900,00 e há funcionários públicos ganhando mais de R$ 100 000,00, o patrimônio de Lula, repetido à exaustão, pela mídia, parece uma enormidade, quando é pouco, muito pouco, se melhor analisarmos os seus rendimentos.
Esqueçamos as suas palestras e conferências remuneradas, aqui e no exterior, e fiquemos só no salário: Lula ganha  R$ 9 000,00, como ex presidente, o mesmo que Sarney e FHC, e mais R$ 13 000,00 do PT, o que perfaz um total de R$ 21 000,00, menos que um ministro ou diretor de estatal, o que quer dizer que recebe 23,3 salários mínimos por mês.
Dividamos agora o seu patrimônio (R$ 2 257 000,00) por 23,3 e o seu saldo bancário (R$ 606 000,00) pelo mesmo coeficiente, e chegaremos aos valores de R$ 97 000,00 e R$ 26 000,00.
Matematicamente Lula tem o mesmo que um senhor aposentado, com 73 anos de idade, que tenha uma casinha no valor de noventa e sete mil reais e vinte e seis mil reais guardados no banco, o que é perfeitamente compatível.
Por fim, lembro que arredondei as contas e não considerei palestras e conferências remuneradas, nem o fato de Lula ter recebido, mensalmente, acima de R$ 30 000,00, por 12 anos, pelos valores de hoje, enquanto no exercício dos mandatos de Deputado e Presidente da República.
E se algum jumentinho acha que os rendimentos de R$ 21 000,00 de Lula são à custa do povo, lembro que mais de 60% desse valor são pagos pelo PT e menos de 40% pelo Tesouro Nacional.
Se o ódio não cegasse, Moro entenderia que tentando queimar Lula mais não fez que atestar a sua honestidade.
Um sujeito que por oito anos administrou trilhões, anualmente, ter esse patrimônio é atestado de indiscutível honestidade.

Francisco Costa

P.S: aos companheiros que na Europa e na matriz me dão a honra de ler os meus textos: dividindo todos os valores citados por 3, entenderão a “fortuna” de Lula, em dólares.

Nenhum comentário: