28.7.17

A sentença errada de Moro. (Por Míriam M. Moraes)


Por que Moro daria uma sentença "errada" contra Lula que envolve retenção de bens e contas bancárias? Sendo "errada", não seria óbvio que ela acaba derrubada nas instâncias superiores?

1 - As sentenças "erradas" servem para causar uma despesa financeira ao acusado, causar constrangimento, desgaste emocional, de tempo gasto para se defender e oferecer elementos para a imprensa desgastar a imagem da pessoa. Depois, quando revogada, não se devolve o dinheiro gasto na defesa, nem o tempo nem a saúde, nem a reputação da pessoa.

2 - Em caso de ditaduras, não se devolve nada e fica por isso mesmo. Isto sempre foi comum contra jornalistas, mas há casos comprovados em que além de não revogar a sentença nem devolver os bens, ainda enviaram o "acusado" para campos de concentração e para "banhos" em câmaras de gás letal.

A população costuma ficar inerte em relação a isto, porque pensa que só acontece com "os outros".

Por Míriam M. Moraes - Jornalista de Goiânia- GO.    

Nenhum comentário: