10.5.17

Wagner é um dos convidados do Brazil Forum Uk 2017, em Oxford.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, será um dos palestrantes do Brazil Forum UK 2017, realizados na London School of Economics and Political Science (LSE) e Universidade de Oxford, nos dias 13 e 14. O tema deste ano será "Reestruturando Sistemas", que propõe reflexões sobre possíveis saídas para a crise institucional vivida no Brasil.
O Brazil Forum 2017, realizado por estudantes brasileiros das universidades britânicas, integra a programação do Think Brazil, evento promovido pelo Governo Britânico e Embaixada do Brasil em Londres, celebrando a parceria bilateral entre as duas nações. "Há uma polarização no Brasil que tem impedido o debate sereno que possa apontar soluções para o futuro sem que ocorra a perda de direitos da maioria da população. Mas jamais podemos desistir do debate, pois é a livre circulação das ideias, e o confronto dos pensamentos divergentes, que constroem e mantém a democracia", diz Wagner.
O secretário explica que o momento não é crucial apenas para o Brasil, mas também para os britânicos. "O Reino Unido acaba de sair da União Européia e volta seus olhos para o resto do mundo em busca de novos parceiros. Uma aproximação mais efetiva seria benéfica tanto para nós como para eles".
Além de Wagner, participarão o ministro do Supremo Luis Roberto Barroso, Guilherme Leal, CEO da Natura, Cláudia Sender, CEO da Latam e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, entre outros.

De acordo com os organizadores, "as discussões serão reunidas na publicação Reestruturando os sistemas: diretrizes e ações para mudar o Brasil. No formato de um documento que pretende auxiliar na formulação de políticas públicas (policy document), textos e artigos buscarão caracterizar o que se chama de redes de atenção e de impacto - problemas e entraves jurídicos, sociais, políticos, culturais e estruturais existentes no Brasil e amplamente discutidos durante o BRForum17; e de forma propositiva, espera-se que os leitores encontrem na matriz de responsabilidades um mapeamento de ações prioritárias sobre o que chamamos de reestruturação dos sistemas no Brasil".

Nenhum comentário: