10.5.17

LEVANTA MOÇADA, CURITIBA INVADIDA!

Levanta moçada, engoma a roupa vermelha mulé bonita. É da cor do coração. Chaleira no fogo. Bota a lenha no fogão. Olha a paçoca no pilão. É a quentura que brota no Brasil democrático contra os golpistas. De norte a sul, leste a oeste, contaminado de amor e emoção na defesa de Lula/Dilma contra as perseguições do golpe. Contra o chefe do cartel da justiça, o juiz fascista Moro. Levanta moçada em Curitiba, o juiz vai jogar a última cartada.
E, no Brasil carinhoso, valente como um leão, de todos os brasileiros/as e para todos/as, a reação contra a palhaçada da justiça selada no curral das Elites, que começou com o Mensalão. O julgamento mais espúrio comandado pelo Capitão do Mato Joaquim Barbosa, para destruir o PT e a esquerda brasileira. A Elite brasileira é racista por natureza, usou Joaquim e depois jogou no lixo da história. 
Pegou um juiz da República Corrupta do Paraná, branco, com antecedentes duvidosos no caso Banestado. Juntou com delegados reacionários da PF que odeiam o PT; procurador malandro na arte de esconder os bacanas, com contas suculentas, tropa feita para auxiliar o Plano do Golpe. Um dos procuradores já cantou, por serem tucanos, melhor dizer, já piou que a Operação Lava Jato foi para tirar Dilma e prender Lula. 
O truque do sequestro de Lula saiu pela culatra. A jogada dos gangsteres que tomaram o país, que controlam o Congresso, o exército que agora oferece medalha a espião (Moro), a imprensa corrupta, a justiça apodrecida...vai amanhã, dia 10 de maio, em Curitiba, aplicar o tiro de misericórdia na cabeça do povo brasileiro.
 O nosso país avançou muito na gestão petista, o mundo todo se posiciona contra o golpe. Eles, das gangues organizadas, os corruptos a serviço das empresas estrangeiras também, como vários do campo da esquerda que jogou a toalha no ringue, acreditam que o povo não vai reagir. Mais cedo ou mais tarde, prego batido, ponta virada, a tripa executando o Bolero de Ravel, ou o da Fome, o morro vai descer.
Vai sumir o “viciado na relação do chicote”, dos preconceituosos e exploradores de plantão. Destilam mentiras e veneno, no inverno e no verão contra o período de governo popular Lula/Dilma. Excluem, até, o sorriso de alegria das crianças paulistas e paranaenses, quando os ladrões de merenda escolar da marca PSDB, protegidos pela justiça, praticam todos os tipos de roubo. 
Amanhã dia 10 em Curitiba, a imprensa internacional vai cobrir o dia da vergonha, ou da derrocada da sucursal do Golpe. A macaxeira e o inhame brincam na graxa. No ponto de Cem Réis, em João Pessoa. Do mercado da Piçarra, em Teresina, o cheiro do cuscuz da banca da Paixão. Ou da casa da vizinha, sentido no bairro inteiro. São as broas e os pães de queijo, subindo e descendo a Serra de Minas. É a goma de mandioca fazendo um balé na frigideira. 
É o Brasil de corpo e alma indo para a luta, com fé e esperança de continuar mudando, com Dilma/Lula. Levanta a cabeça moçada, o Bloco da Cambada da Justiça Apodrecida da República Corrupta do Paraná vai jogar o barro na parede 
Levanta Moçada, o Bloco da Corrupção do Banestado continua ativo nas ruas e avenidas de Curitiba, e vem aí. Quer destruir a democracia no Brasil. Acorda caboclo do PT de calça de fundo mole e pulseira de ouro no braço. Acorda cabra da peste!. Segue o exemplo de luta dos guerreiros/as que estão no Acampamento da Liberdade em defesa de Lula em Curitiba, e em todo o Brasil.

Por Renato Uchôa - Educador.

Nenhum comentário: