29.5.17

CARTA DOS VIGILANTES AO POVO DA BAHIA

NOSSA GREVE É CONTRA O DEBOCHE E HUMILHAÇÃO DOS PATRÕES DA VIGILÂNCIA.
Os vigilantes da Bahia, profissionais qualificados, registrados na Policia Federal, que tem a responsabilidade de cuidar E PROTEGER a sua vida nos bancos, escolas, hospitais, parques, museus, teatros, shoppings, industrias, órgãos públicos, etc.etc.etc., iniciaram uma greve desde o ultimo dia 24, fundamentalmente, contra o deboche e a tentativa de humilhação. Somos cerca de 30 mil profissionais, mães e pais de família, conhecidos por todos pela nossa honra e honestidade. 
Para proteger a vida dos outros pagamos, muitas vezes, com a nossa própria vida. 
Já os donos das empresas recebem, em media, pelo nosso trabalho 6.000 reais e nos pagam um mísero piso 1002 reais. 
Para nos humilhar, após 4 meses de tentativa de negociação,  respondem com uma proposta de aumento de 10 reais. Isto mesmo: DEZ REAIS. 
Para completar a maldade insistem para fazermos trabalho extra nas folgas ou prorrogar a jornada de 12 horas para  13, 15, 20 horas por dia. Isto é ESCRAVIDÃO.  
A estas propostas indecentes e indignas respondemos firme: NÃO! 
Não nos restou alternativa senão a GREVE.
Sabemos que sem bancos, agencias do INSS e outras instituições fechadas, homens, mulheres, aposentados e você cidadão tem prejuízos. A culpa é dos patrões da vigilância e seus contratantes. 
O Ministério do Trabalho chegou convocar uma nova rodada de negociação para o 3º. dia da greve, que poderia ter abreviado o movimento. Mas os patrões fugiram e pediram para adiar para o 7º dia (30 – terça-feira), castigando ainda mais a população. 
Queremos trabalhar, mas não aceitamos deboche e humilhação. 
Somos trabalhadores honestos, dignos e merecemos valorização e respeito. 
Contamos com seu apoio e solidariedade. 
Salvador, 27 de maio de 2017 
Sindvigilantes/Bahia 
71 3525 6520.

Publicado primeiro aqui.

Nenhum comentário: