Dimas Roque: Governo do Estado entrega Policlínica Regional em Juazeiro

30.7.19

Governo do Estado entrega Policlínica Regional em Juazeiro


Também será entregue na cidade primeira unidade móvel para programa de rastreamento do câncer de colo de útero e mama 

Beneficiando dez municípios do norte baiano, será inaugurada, nesta terça-feira (30), a Policlínica Regional de Saúde em Juazeiro. O equipamento teve investimento do Governo do Estado da ordem de R$ 21,3 milhões. O recurso foi aplicado na construção e aquisição de equipamentos, mobiliário e micro-ônibus para o transporte de pacientes que residem nos outros municípios integrantes do consórcio público de saúde. Outra importante entrega para a região será a primeira unidade de operação do Programa de Rastreamento do Câncer de Colo de Útero e Mama.


A policlínica terá 71 profissionais atuando para dar assistência à população. São médicos, enfermeiros, psicólogo, farmacêutico, nutricionista, ouvidor, assessores técnicos, assistente social, técnicos em enfermagem, técnicos em radiologia e assistentes administrativos. Todos eles contratados em regime CLT pelo Consórcio Interfederativo de Saúde. Para a construção da unidade, foram mobilizados cerca de 300 trabalhadores, gerando empregos na região. 

Os cerca de 530 mil moradores de dos municípios do consórcio formado por Campo Alegre de Lourdes, Canudos, Casa Nova, Curaçá, Juazeiro, Pilão Arcado, Remanso, Sento Sé, Sobradinho e Uauá terão a disposição consultas médicas em diversas especialidades como angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia.

A policlínica também oferecerá diversos exames como ressonância magnética (com e sem contraste), tomografia (com e sem contraste), mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, ergometria, mapa, holter, eletroencefalograma, raio-X, eletrocardiograma, endoscopia, colonoscopia, nasolaringoscopia, colposcopia, ,histeroscopia, cistoscopia, entre outros, ligados às especialidades de oftalmologia. 

A gestão da policlínica será realizada em parceria entre Governo do Estado e os municípios que integram os consórcios. Os municípios cobrem 60% dos custos de operação, sendo que o valor é dividido proporcionalmente ao número de habitantes de cada um deles, e o Estado fica responsável pelos 40% restantes. 

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, o conceito dos consórcios regionais tem mudado a maneira de enxergar o sistema de saúde estadual. “Estamos consolidando esse modelo vitorioso, que tem se tornado cada vez mais uma referência de sucesso em todo o Brasil. É referência porque muda o paradigma entre os municípios, diminui os atritos e cria uma nova visão do sistema de saúde, em que todos se sentem parte do processo”, disse.

Policlínicas Regionais

Ao todo, as nove unidades inauguradas na Bahia entre final de 2017 e primeiro semestre de 2018, somam mais de 550 mil atendimentos a cidadãos das regiões de Guanambi, Jequié, Irecê, Alagoinhas, Feira de Santana, Valença, Santo Antônio de Jesus, Teixeira de Freitas e Paulo Afonso. Além da entrega de Juazeiro, outras nove policlínicas estão em construção nos municípios de Salvador, Barreiras, Itabuna, Jacobina, São Francisco do Conde, Simões Filho, Vitória da Conquista e Senhor do Bonfim.

Novo programa de rastreamento de Câncer

Além da Policlínica, o governador Rui Costa entrega em Juazeiro uma unidade móvel para operação do Programa de Rastreamento do Câncer de Colo de Útero e Mama. A iniciativa é resultado da parceria estabelecida entre Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, o Instituto Avon e a Fundação Pio XII, entidade mantenedora do Hospital de Amor.

Outras cinco unidades móveis serão entregues até outubro, contemplando as regiões de Jequié, Irecê, Teixeira de Freitas, Guanambi e Metropolitana de Salvador. Elas terão capacidade de realizar 127 exames por dia de mamografia e papanicolau. "As carretas vão operar junto com as policlínicas. Elas terão médicos e equipamentos e vão percorrer as cidades, fazendo exames de mama e de prevenção do câncer de colo de útero", explica Rui.

As policlínicas de Jequié, Irecê, Teixeira de Freitas e Guanambi, o Hospital da Mulher (Salvador) e o Instituto Ivete Sangalo (Juazeiro) serão as unidades fixas de referência dos veículos, sendo responsáveis pelo exames complementares de diagnóstico (mamografia com estereotaxia, ultrassom de mama, biópsia de mama e colo do útero), além de consultas médicas especializadas e aulas de educação continuada para os profissionais de saúde da região.

O programa tem o objetivo de ampliar a detecção precoce de dois tipos de câncer (mama e colo de útero) de grande importância epidemiológica no Estado da Bahia, por meio da estratégia itinerante e de elucidação diagnóstica. Sua implementação envolve um investimento de R$ 63 milhões, sendo R$ 51 milhões em recursos do Estado e R$ 12 milhões de contrapartida da Fundação Pio XII, captados por meio do Instituto Avon, que se dedica a projetos e ações para o combate ao câncer de mama e ao enfrentamento da violência contra a mulher. O público-alvo abrange as mulheres de 25 a 64 anos para o rastreio do câncer de colo de útero e de mulheres de 40 a 69 anos para o câncer de mama.

Nenhum comentário: