18.8.17

Lula. (Por Emiliano José)


Pensando na força desse homem.

Nada o afasta do compromisso com os trabalhadores, com os pobres, com a juventude, com os desvalidos.
Nada.

As classes dominantes, ciosas de seus privilégios, o caçam como um cão danado.
Seus feitores gritam cheios de raiva atrás dele.

E ele segue.

Sofre, como não sofrer, quando tanto tormento mata sua Marisa.


Quando perseguem seus filhos, netos.

Não verga, não obstante.

Maiores são os poderes do povo.

Que importa o meu destino?

Ele diz isso toda hora.

Disse ontem durante o apaixonado, delirante abraço que recebeu de tanta gente em Salvador.

Nós o compreendemos, mas retrucamos: importa e muito.

Lula é um sinal luminoso, uma estrela a clarear esse tempo temeroso, sombrio, tempo de canalhas descomprometidos com o destino da Nação e de seu povo.

O Brasil precisa dele, esperança de uma terra em transe.

Lula lá!

Por Emiliano José.

Nenhum comentário: