8.8.17

Deputada não aceitou ser chamada de “gostosa” e quer punição no Conselho de Ética.


A deputada Sheridan, filiada ao PSDB de Roraima, que foi chamada de “gostosa” por um dos deputados durante a votação na Câmara e que salvou o presidente Michel temer de ser investigado, resolveu tirar essa história a limpo. Ela decidiu entrar com uma representação no Conselho de Ética da Câmara pedindo a investigação e quer saber quem foi.

Ausente no dia, Sheridan, foi avisada pela filha sobre o ocorrido e se sentiu agredida em sua honra.

Caso o Conselho de Ética acate a representação da deputada, acontecerá no parlamento um fato inusitado que é a investigação de um parlamentar por emitir a sua opinião no plenário da Câmara e que para a deputada agredida, foi ofensivo.

Foto de uma moça só de calcinha na internet foram postadas com informação de que seriam da deputada Sheridan. Há internautas que discordam e dizem ser montagem.

7 comentários:

Alzira Paiva disse...

ELA PODE SER O QUE FOR NÃO DÁ O DIREITO A NENHUM DEPUTADO SE REFERIR A ELA DESSA FORMA. É ASSÉDIO, CADEIA NELE

VFAR FARINON disse...

Da próxima vez, deputado. Chama ela de dragão. penso que ela vai gostar, considerando o "mal" que os elogio lhe fazem.

Leide Natacha disse...

Ela é farinha do mesmo saco!

Leide Natacha disse...

Ela é farinha do mesmo saco!

lu disse...

É assédio sim, independente do que ela faça com sua vida particular não da ao direito de homem nenhum se referir a ela desse modo. Lei Maria da Penha nesse safado.

Paulo Pereira Leite disse...

É do PSDB? Foda-se!
É vagabunda do mesmo nível de Temer.

beidd disse...

É muito repugnante ver as mariasdaspenhas-pistoleiras abrirem a boca pra falar besteiras. Devem ser dragões-feminazis.