10.8.21

Funtrad financia qualificação profissional de jovens soteropolitanos



Cem jovens do bairro Jardim Santo Inácio, em Salvador, participam até o mês de dezembro do curso de Gestão em Mídias Digitais, financiado pelo Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad). A aula inaugural do projeto de qualificação profissional aconteceu na manhã desta terça-feira (10), no auditório da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Com um investimento de R$ 250 mil reais, serão oferecidas quatro turmas para jovens em situação de vulnerabilidade social, especialmente negros, mulheres e LGBTQIA+. A formação conta com carga horária de 160 horas e está sendo executada pela Associação Futuro da Nação.

“É um projeto inovador na área de Tecnologia da Informação, que vai contribuir para a inserção profissional da juventude da capital baiana, não na lógica da chamada uberização, mas em uma perspectiva de trabalho decente”, destacou o chefe de gabinete da Setre, Juremar Oliveira, que representou o secretário da pasta, Davidson Magalhães, no ato de lançamento.

A jovem Sofia Araújo mostrou entusiasmo com o início do curso, que vai abordar conhecimentos que podem ser um diferencial na busca por uma oportunidade de emprego. “Minha expectativa é muito grande, porque o bairro de Santo Inácio não tem muito acesso a cursos. Está sendo muito gratificante participar”, declarou.

Também marcaram presença na solenidade de abertura do projeto o superintendente estadual do Desenvolvimento do Trabalho, Marcelo Gavião; a representante da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 5ª Região (Amatra V), Adriana Manta; o representante da Superintendência Regional do Trabalho na Bahia (SRT/BA), Maurício Nolasco; o vereador Augusto Vasconcelos; a presidente da Associação Futuro da Nação, Ana Lúcia Souza; a procuradora do Ministério Público do Trabalho, Adriana Campelo; e a presidenta da União Nacional LGBT na Bahia, Lívia Ferreira.

Funtrad - Criado pelo Governo do Estado em 2011, o fundo de natureza contábil-financeira é ligado à Setre. O intuito é captar recursos para colaborar na implementação de ações nos nove eixos prioritários da Agenda Bahia do Trabalho Decente: Erradicação do Trabalho Infantil; Promoção da Igualdade da Pessoa com Deficiência; Saúde e Segurança do Trabalhador; Serviço Público; Juventude; Promoção da Igualdade de Gênero e Raça; Erradicação do Trabalho Escravo; Trabalho Doméstico; e Empregos Verdes.

As principais fontes de recursos são destinações de Termos de Ajustamento de Conduta e de indenizações por dano moral coletivo, decorrentes da atuação do Ministério Público do Trabalho e da Justiça do Trabalho. A aplicação dos recursos é decidida pelo Conselho Deliberativo de composição multipartite.  

Nenhum comentário: