27.8.21

Ela acordou decidida a encontrar Lula



Ela acordou na quinta-feira, 26, decidida a se encontrar com ele. Para isto, sacou logo o seu celular e entrou em contato com um amigo do interior do estado, que a poderia ajudar nessa empreitada. Usou o bate papo do instagram para a conversa. Hoje as pessoas estão se comunicando mais por aplicativos que pelo próprio telefone. É um fenômeno e é o “novo normal” nas comunicações interpessoais.

Como ele mesmo disse um dia anterior, “quando a pessoa acorda decidida que vai tirar uma foto”, não há ninguém que impeça isto de acontecer, e acontece.

- Você está aqui por Salvador? Perguntou ela ao amigo.

- Infelizmente não! Foi à resposta dele.

Mas a sorte para quem quer algo, bate sempre à porta.

- Vou te passar um contato. Anunciou o amigo.

Estava ali aberta a possibilidade de que o encontro acontecesse. Daquele momento em diante, tanto o amigo quanto a Greice Zago sabiam que cada minuto era crucial para dar tudo certo.

- Gratidão!  Disse ela na mensagem.

Como a sorte surge na frente de quem a procura, mas sempre dá um pouco de trabalho, o problema era conseguir falar com o Paulo. Amigo do amigo que mora na capital.

Enquanto a procura do contato se dava, a esperança era mesmo que tudo desse certo. E deu.

Após algumas tentativas, ela conseguiu falar com o Paulo e marcou de estarem no local onde o ex-presidente Lula iria falar com a comunidade negra da Bahia. Greice enfim conseguiu entrar no espaço e ter seu desejo realizado.

Ela depois contou que já na sua chegada à Senzala do Barro Preto no Bairro do Curuzu, após subir a pé a ladeira, foi apresentada a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho. Encontrou a Vereadora Maria Marighella, Deputada Estadual Olívia Santana da bancada feminina do PCdoB, o Deputado Federal Valmir Assunção, liderança do Movimento Sem Terras da Bahia e a Presidenta do PT, Gleisi Hofmann.

Registrou em sua memória as falas de Ângela Guimarães, presidenta da Unegro,  da Secretaria de Cultura de  São Sebastião do Passé,  de Vilma Reis, secretária de cultura da Bahia, João Jorge do Olodum, Vovô do Ilê, das Mães de Santo e do Pastor Ademir santos do movimento “Evangélicos Petistas”. E me disse que o Curuzu lhe pareceu bem cuidado por suas lideranças negras. Diferente do que tinha visto há alguns anos atrás quando lá esteve.

Sendo Greice da área da cultura, ficou feliz quando viu o grande número de representantes no local. Renata Dias, diretora da Funceb, Tonho Matéria, o ator Dody Só, a multiartista Negra Jhô, o cantor Dão, as cantoras Márcia Short e Juliana Ribeiro, o artista plástico Antônio Bida, a estilista Mônica Ânjos, o ator Jorge Washington do bando de teatro Olodum e muitos outros.

Após a chegada do convidado, Lula, houve uma apresentação percussiva do Ile Aiyê com a participação das deusas do Ébano, e foi lindo de se ver e dançar, cada um em seu local e respeitando os protocolos sanitários.

As mulheres foram à maioria no encontrou e nas falas de suas representantes houve a cobrança a Lula que de fato em seu próximo governo, caso venha a ser eleito, que haja a presença feminina e negra e não só para por um número estatístico para ser mostrado, mas para que estejam atuando de fato nas tomadas de decisões das políticas públicas voltadas a raça.

No encontro, segundo a minha amiga, havia um clima de que o Brasil precisará mais uma vez de Lula para que o país possa retomar o crescimento econômico, social e cultural. Mas todos também sabem que não será um passeio, a disputa eleitoral ainda não começou e o outro lado não está morto e sabe como mobilizar a sua horda, principalmente com falsas informações disseminadas pela internet. É preciso ficar atentos para que a mentira não saia mais uma vez vitoriosa em 2022.

E quando já tinha terminado o encontro, a Greice foi até o encontro do Lula, como já dito aqui, ela acordou na quinta-feira decidida e nada a impediria. Vestida com uma camiseta onde estava estampada a bandeira de Cuba, ela se posicionou por onde o ex-presidente iria passar e ali recebeu dele um aperto de mão e um sorriso.  Greice saiu feliz por ter estado junto de pessoas que estão pensando o Brasil para o depois do inominável, que por hora ocupa a cadeira de presidente em Brasília.

Nenhum comentário: