22.11.20

Projeto Pró-Catador beneficia mais de 4 mil trabalhadores baianos


Capacitar e oferecer assistência técnica a catadores de materiais recicláveis para garantia de direitos básicos, formação de redes de cooperativas e comercialização dos produtos a preços justos. Esses são os objetivos do projeto Pró-Catador, que está atendendo 4.041 catadores, em 12 municípios das regiões norte e sul da Bahia, nos meses de novembro e dezembro deste ano.

A iniciativa é da Secretaria do Trabalho Emprego, Renda e Esporte (Setre) e está sendo executada pelos Centros Públicos de Economia Solidária (Cesols) Sertão do São Francisco e Litoral Sul, com recursos do Governo Federal.

Os cursos e oficinas contam com equipes multidisciplinares, visando contribuir para a autonomia organizativa e econômica dos participantes. No norte do estado, as atividades estão sendo ministradas por pedagogos, psicólogos e gestor ambiental, nas cidades de Juazeiro, Barreiras, Jacobina, Senhor do Bonfim e Irecê. “O Pró-Catador promove a valorização de trabalhadores e trabalhadoras que muitas vezes vivem em situação de vulnerabilidade e enfrentam muitas dificuldades na comercialização. A capacitação e a assistência ofertadas pela equipe reúnem informações básicas e essenciais para os grupos”, explica a coordenadora do projeto na região, Joyce Jatobá.

Já no sul baiano, biólogos, assistente social, educador físico e técnicos estão envolvidos no projeto, que acontece em Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Itamaraju, Teixeira de Freitas, Eunápolis e Porto Seguro. “A ação leva dignidade aos catadores, que são tão essenciais na sociedade, por meio de informações e conhecimentos que, sem dúvida alguma, agregarão para o trabalho e para a vida destes cidadãos”, pontua o coordenador do Cesol Litoral Sul, Thiago Fernandes.

Equipamentos - Além das formações, os catadores estão recebendo kits de equipamentos de proteção individual, compostos por calça, camisa, botas, máscaras com filtro, bonés, big bags e luvas adequadas à atividade. Para as cooperativas atendidas, a Setre está entregando uma esteira, seis prensas, seis balanças eletrônicas e seis carrinhos elétricos, equipamentos que vão garantir melhorias significativas no trabalho dos catadores.

De acordo com a coordenadora de Inovação e Fomento à Economia Solidária da Setre, Mércia Porto, os projetos, ações e programas para os próximos anos estão sendo construídos em consonância com a nova realidade de trabalho desta categoria, tendo em vista a necessidade de adequar formações e eventos à realidade da pandemia da Covid-19.

Nenhum comentário: