Dimas Roque: Pescadoras do Sertão do São Francisco recebem atendimento médico gratuito.

13.11.17

Pescadoras do Sertão do São Francisco recebem atendimento médico gratuito.

Uma equipe multidisciplinar da área de saúde estará nesta semana (de 14 a 17/11) realizando oficinas para orientar, diagnosticar e tratar as pescadoras do Sertão do São Francisco. A ação faz parte do Programa de Saúde Ocupacional para os Trabalhadores de Pesca, realizado pela Bahia Pesca (empresa vinculada à Secretaria de Agricultura) em parceria com a Federação das Associações, Sindicatos e Colônias dos Pescadores e Aquicultores do Estado da Bahia (Fapesca).

A primeira cidade a receber a equipe será Remanso, no dia 14 (terça-feira). O atendimento será realizado no centro social da diocese de Remanso (rua Padre José Daniel Potter, 86, Quadra 6, Centro).

Já no dia 16 (quinta-feira) é a vez das pescadoras de Sobradinho serem beneficiadas. A ação será realizada na Colônia de Pescadores Z- 26 (Av. José Balbino de souza, Centro).

A programação no Sertão do São Francisco será encerrada no dia 17 (sexta-feira), em Curaçá. As pescadoras serão atendidas no Parque de Exposições Durval de Aquino. As consultas e palestras nas três cidades acontecem das 8h às 12h e das 13 às 17h.

O programa – voltado ao cuidado com as mulheres, público mais vulnerável aos problemas de saúde ocupacionais relacionados a esse segmento econômico – conta com oficinas de saúde, consultas clínicas e nutricionais, além de palestras educativas.

Cerca de 360 pessoas serão beneficiadas com a ação. “Serão disponibilizados três técnicos de enfermagem, uma enfermeira, três médicos, dois fisioterapeutas e um nutricionista para, juntos, levar informações de saúde ocupacional às pescadoras”, afirma a coordenadora de promoção social da Bahia Pesca, Eliana Carla Ramos.

As profissionais serão orientadas sobre os principais problemas que atingem esta classe profissional e passarão por exames clínicos. Caso sejam identificados problemas de saúde mais complexos, os profissionais serão encaminhados para a realização de exames no sistema público de saúde.

Nenhum comentário: