26.8.21

Bombeiros atuam nos incêndios florestais em Pilão Arcado e Campo Alegre de Lourdes



Nesta quinta-feira (26) bombeiros militares especialistas em prevenção e combate a incêndios florestais iniciaram o monitoramento após o combate num incêndio na Serra da Bandeira, em Barreiras. Vinte e cinco bombeiros, além de quatro aeronaves modelo Air Tractors estão combatendo os incêndios na região de Pilão Aracado e Campo Alegre de Lourdes. No Distrito de Peixe, brigadistas locais e de município vizinho e nove bombeiros do Piauí estão dando apoio no combate.

Os militares utilizam equipamentos como mochilas costais, pás, inchadas e foices para debelar os incêndios. Aceiros também estão sendo construídos, para evitar que as chamas se alastrem. Diariamente os bombeiros analisam as áreas de atuação, Preto tem trilhas para identificar possíveis novos focos e no final do dia realizam uma reunião de alinhamento para traçar metas e estratégias para o dia seguinte.

"Estamos na temporada dos incêndios florestais e começamos o momento crítico. Para termos uma resposta ainda mais rápida montamos duas bases de florestais, uma no Oeste, com 12 bombeiros especialistas e outra na Chapada, com oito bombeiros especialistas. Mas é muito importante lembrarmos sempre da prevenção, devemos evitar que os incêndios florestais aconteçam, por isso pedimos que a comunidade não queime pastos, folhagens e tenha basta te cuidado ao ascender fogueiras, caso perca o controle as chamas podem se alastrar rapidamente", explicou o comandante-geral do CBMBA, coronel BM Adson Marchesini.

Segundo a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (SECTI), a Bahia possui 164 Unidades de Conservação (UCS), sendo 128 Unidades de Uso Sustentável (UUS) e 36 Unidades de Proteção Integral (UPI), que ocupam cerca de 12,45% do território baiano sendo, unidades de conservação federal, estadual, municipal e reservas particulares do patrimônio natural. Tais unidades vêm sendo alvo dos incêndios florestais e de outras pressões antrópicas em suas zonas de amortecimento.

Nenhum comentário: