Dimas Roque: O maior mistério da arqueologia brasileira está no município de Gentio do Ouro?

17.7.19

O maior mistério da arqueologia brasileira está no município de Gentio do Ouro?



A bordo de um avião da FAB, Brian Fawcett teria sobrevoado o município de Gentio do Ouro em busca da ‘Cidade Perdida’.

Em 2001, a revista Enigmas, na Espanha, já divulgava a vila de Santo Inácio, no município de Gentio do Ouro/BA, como a "Cidade Perdida" localizada pelo explorador francês Apollinaire Frot, no final do século XIX, cuja descoberta motivou também o explorador inglês Percy Harrison Fawcett a querer visitá-la.


Recentemente, em 2018, o explorador espanhol Juan Francisco Cerezo Torres chegou à conclusão que Santo Inácio é de fato a ‘Cidade Perdida’ descrita no Manuscrito 512 (considerado o maior mistério da arqueologia brasileira) e também a ‘Cidade Perdida de Z’ tão procurada por Percy Fawcett.

A bordo de um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), o filho de Percy Fawcett, Brian Fawcett teria sobrevoado o município de Gentio do Ouro em busca da ‘Cidade Perdida’, com base em coordenadas geográficas fornecidas pelo cônsul britânico do Rio de Janeiro O’Sullivan Beare.

O brasileiro Hoel Carvalho escreveu um livro em que interliga Santo Inácio com a ‘Cidade Perdida’ do Brasil, segundo o publicitário Oscar Guedes, que vem dando suporte ao espanhol Juan Francisco Cerezo Torres nas pesquisas.

A busca por esse lugar gerou a maior exploração do mundo no século XX.

Leia a matéria completa no Site da Caraíbas FM.

Nenhum comentário: