19.6.22

“Medida proposta pelo governo federal é eleitoreira e ineficaz”, afirma Éden sobre teto do ICMS

O presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, criticou nesta quarta-feira, 15, projeto de lei complementar (PLP) para criar um teto sobre o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, energia elétrica, transportes e telecomunicações. A mudança, que tira recursos de áreas prioritárias, como saúde, educação e segurança pública, foi defendida pelo presidente da república, Jair Bolsonaro,

“Está errado retirar quase R$ 90 bilhões da Saúde, Educação e Segurança Pública para garantir lucro de acionistas da Petrobras. O caminho para assegurar a redução dos valores dos combustíveis na bomba, ou seja, no bolso do cidadão brasileiro, é simples: acabar com a dolarização dos preços”, afirmou o dirigente petista, para quem a “medida proposta pelo governo federal é eleitoreira e ineficaz”.

“Aliás, incompetência e insensibilidade são marcas da atual administração. Nós, do PT Bahia, do time de Lula e Jerônimo Rodrigues, seguiremos contra a alta da inflação, dos juros, do endividamento das famílias, do custo de vida e da carestia. Queremos a volta de Lula para retomar a valorização do salário, do crescimento econômico e da prosperidade com justiça social. A turma que é contra Lula, os Netos da vida se juntam na defesa de mais um erro de Bolsonaro que bota os mais pobres, os trabalhadores e a classe média para pagar por sua incompetência”, destacou Éden.

Nenhum comentário: