26.3.21

Cooperativa da agricultura familiar do Sudoeste passa a contar com Laboratório de Classificação Sensorial de Café


A qualificação do processo de produção dos cafés produzidos pela Cooperativa dos Cafeicultores de Barra do Choça e Região (Cooperbac) passou a contar, a partir desta quinta-feira (25), com uma importante ferramenta. Trata-se do Laboratório de Classificação Sensorial de Café, instalado na unidade de beneficiamento da cooperativa, no município de Barra do Choça, inaugurado durante evento, via plataforma digital. A expectativa é de crescimento de mais de 60% na agregação do valor dos produtos da Cooperbac.

Com a chegada do laboratório de classificação sensorial, será realizada a análise e identificação da qualidade do café entregue pelo associado, sendo possível identificar o tipo do café, que pode ser bebida dura, rio ou despolpado. São direcionandos para os clientes interessados em comprar cada tipo específico de café, além de identificar possíveis erros nas etapas do processo de produção, para qualificar ainda mais o produto comercializado pela cooperativa.

A construção do laboratório integra um conjunto de intervenções do Governo do Estado da Bahia, por meio do projeto Bahia Produtiva, da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial. No total, estão sendo aplicados na Cooperbac recursos da ordem de R$ 4,4 milhões, em ações para a melhoria de todo o processo produtivo e escoamento da produção.

O secretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Josias Gomes, destacou que esse e outros avanços na agricultura familiar da Bahia, que empregam, atualmente, cerca de 1,5 bilhão de pessoas, é resultado do compromisso do Governo do Estado nos últimos anos, que permite, além da sustentação econômica das famílias agricultoras, o protagonismo de lideranças jovens e mulheres, como na Cooperbac: “Com mais essa inauguração temos a certeza que estamos trabalhando não só para elevar a melhoria das condições de vida das famílias agricultoras, mas também aumentar a geração de emprego e renda e a produção e produtividade de alimentos do estado, que é um dos objetivos desse projeto, por meio da ação Parceria mais Forte, Juntos para Alimentar a Bahia”.

A presidente da Cooberbac, Joara de Oliveira, comemorou mais uma conquista da cooperativa e salientou que a expectativa é de crescimento na agregação do valor dos produtos, o que irá potencializar a comercialização da produção: “É mais um sonho que realizamos e que trará um impacto grande para o nosso município, região e estado. Com ferramentas tecnológicas e muita união, avançamos”.

Os cafés da Cooperbac possuem Selo de Identificação de Produtos da Agricultura Familiar (SIPAF), registrado na embalagem, e geram emprego e renda para mais de 9 mil pessoas, direta e indiretamente, fortalecendo a economia local. O cultivo do café na região é a principal fonte econômica do município de Barra do Choça.

De acordo com o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, é importante comemorar cada nova conquista alcançada pelas cooperativas apoiadas pelo Governo do Estado. Ele ressaltou que o objetivo é colocar no mercado produtos cada vez mais qualificados e competitivos: “A inauguração do laboratório é, sem dúvida, mas um degrau que a cooperativa sobe. Queremos que os produtos da agricultura familiar alcancem diferentes mercados, com melhores preços Por isso, o laboratório é uma etapa importante no crescimento da Cooperbac, compondo um conjunto de estratégias desenvolvidas pela cooperativa”.

A Gerente de Projetos e Especialista Sênior em Desenvolvimento Rural do Banco Mundial, Fátima Amazonas, observou que a cooperativa vem se destacando e ganhando mercado: “A Cooperbac já tem uma estratégia definida, que parabenizo e elogio. Com o investimento para o laboratório, que é um importante marco para o desenvolvimento da cooperativa, agregará um valor ainda maior. Isso é muito importante para os resultados e compartilhamento desses resultados com aqueles que participam efetivamente da cooperativa e da produção primária”.

A solenidade virtual foi conduzida pela presidente da União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes) na Bahia, Regina Dantas, e contou ainda com a participação do presidente Nacional da Unicafes, Vanderley Ziger, que ressaltou a participação das mulheres na construção do cooperativismo e a importância do trabalho coletivo: “Percebemos o avanço que a Bahia teve nos últimos anos, apoiado por políticas públicas e pelo trabalho das cooperativas. A pandemia não impediu a continuidade das ações, da inovação, aproximação das pessoas e do fortalecimento de laços”.

A produção da cooperativa

A unidade de beneficiamento de café da Cooperbac tem capacidade de processamento de 12 toneladas de café por dia, atendendo diretamente a 335 famílias agricultoras produtoras de café. A Cooperbac trabalha com a produção e comercialização de grãos crus e torrados e café a vácuo. Possui quatro marcas de café, desde uma mais popular, o Tia Rege, até o Premium, um café gourmet para consumidores mais exigentes.

Os cuidados com a sustentabilidade estão presentes em todos os processos produtivos, desde a seleção dos grãos, aproveitamento das cascas, para produção de adubo e até o aproveitamento da fumaça das torrefadeiras, que, em vez de ser lançada na atmosfera, volta na forma de calor.

Presenças - A solenidade de inauguração contou ainda com a participação do chefe de Gabinete da SDR, Jeandro Ribeiro, do prefeito de Barra do Choça, Oberdan Rocha, do Coordenador do Projeto Bahia Produtiva, Fernando Cabral, além de representantes do Sebrae, Colegiado Territorial do Sudoeste Baiano e Coordenação Estadual dos Territórios dentre outros.

Nenhum comentário: