30.3.21

Ministério da Justiça apresenta projetos para delegados da Bahia


O Plano de Forças-Tarefas do Sistema Único de Segurança Pública (Susp), foi apresentado na manhã desta terça-feira (30)

O coordenador Geral de Combate ao Crime Organizado do Ministério da Justiça e Segurança Pública, delegado Carlos Bock, apresentou na manhã desta terça-feira (30), o Plano de Forças-Tarefas do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) , para os delegados da Polícia Civil da Bahia. A exposição busca alinhar todas as ações de combate ao Crime Organizado.

"Nós viemos até a Bahia para falar do nosso plano de tarefas, que deve ser pactuado com o Estado nas próximas semanas. Também apresentei o programa Vigia de Segurança nas Fronteiras e Divisas e o projeto Mosaico, que busca fomentar a rede dos profissionais de unidades que investigam organizações criminosas. O Susp também visa apoiar operações, fomentar capacitações e aquisições voltadas ao direcionamento das investigações também para o aspecto patrimonial, além da parte de tráfico, homicídio e organização criminosa”, explicou o delegado Carlos Bock.  

Participaram da apresentação o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o Laboratório de Tecnologia contra a Lavagem de Dinheiro, o Laboratório de Crimes Cibernéticos (Ciberlab) e o Departamento de Inteligência Policial (DIP), unidades diretamente ligadas ao projeto.  

O diretor do DIP, delegado Edenir Cerqueira, explica a importância da Força-Tarefa para os policiais da Bahia. "O Susp propõe uma integração entra as policiais civis de todos os estados, além de uma aproximação com o Ministério da Justiça, trazendo a possibilidade de capacitação dos servidores, aquisição de materiais e o alinhamento das ações", declarou.

Por: Natália Verena.

Nenhum comentário: