7.6.17

Robinson rebate Neto: O prefeito deveria contratar advogado pra se defender do escândalo da Odebrecht.

O deputado federal Robinson Almeida comentou nesta terça-feira (6) a ameaça do prefeito ACM Neto de abrir uma ação contra ele. "Diante do escândalo revelado pela Odebrecht, de ter doado R$ 2,2 milhões em caixa 2 para ACM Neto em 2012, e a suspeita de ter recebido em troca a execução da obra de requalificação da Orla da Barra, o prefeito ameaça me processar. Ao invés de me atacar, ele deveria se defender das acusações da empreiteira", disparou o deputado.

ACM Neto foi delatado por André Vital, diretor da Odebrecht, que afirmou ter repassado o dinheiro, a pedido do prefeito, para Lucas Cardoso. Com a investigação determinada pelo ministro Fachin, do Supremo Tribunal Federal, será apurada a relação suspeita entre o financiamento da campanha e a realização da obra da Barra, como contrapartida dada a Odebrecht. 

Junto com o deputado Afonso Florence, Robinson Almeida pediu ao Ministério Público da Bahia que também investigue esse escândalo. A obra custou R$ 58 milhões para a requalificação de seis quilômetros de Orla, impressionantes R$ 10 milhões por quilômetro. 


"ACM Neto responda na justiça: você recebeu ou não a grana da Odebrecht? A obra da Barra foi contra-partida para a empreiteira? O povo de Salvador quer saber a verdade", questiona o deputado.

Nenhum comentário: