Dimas Roque: UM FRACASSO RETUMBANTE.

27.7.09

UM FRACASSO RETUMBANTE.


O tal do abraço ao Hospital Nair Alves de Souza contra a estadualização do mesmo levou parcos 100 pessoas. Dos que lá foram dois ônibus trouxeram pessoas das redondezas. Um bom número de crianças também esteve presente na tentativa dos organizadores de conseguirem o intento.
Não conseguiram gente nem para dar um abraço na praça que fica enfrente ao hospital. O número de pessoas foi insignificante e o que parecia ser uma boa idéia, fracassou.
Parece que as assessoras do presidente da câmara de vereadores, todas, estavam presentes, além de funcionários.
Estiveram por lá, salvo deslize de memória, os vereadores Marcondes. Paulo Sérgio e Ozildo, além do deputado Luiz de Deus, do vice-prefeito Jugurta e do prefeito Anilton.
Nem a presença de um deputado do vice e do prefeito juntou gente, o que demonstra desarticulação, no mínimo. Para outros foi que a população não encampou a idéia do abraço.

2 comentários:

Anônimo disse...

O que podemos dizer de uma manifestação dessas, so podemos e rir.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Geraldo Alves disse...

"Onda Azul em decadência". Hoje por volta das 11:h da amanhã, estive no HNAS. Fiquei surpreso ao presenciar o desanimo que tomou conta dos poucos populares que ao se darem conta que estavam fazendo o papal de ridículos ficaram cabisbaixo. Induzidos pela caravana "gente boa", que sofre mais uma derrota. Essa turma acha que o povo de Paulo Afonso e besta e insistem no incentivo de atos vazios como esse que segundo eles seria "o abraço ao hospital nair Alves de Sousa". Eles caminham rumo a uma derrota histórica nas eleições de 2010, fruto desse modelo arcaico e coronelista o qual eles sempre reinaram. A hora do basta aproxima-se o povo de Paulo Afonso não se deixará iludir novamente por fauças promessas. A caravana "gente boa", não sabe mais o que fazer para conquista a simpatia de pauloafonsinos (as), se nem mesmo as grandes festas teem surtido efeito. Vale refletir que o nosso povo que e gosta de festeja, mais também e preciso ter motivo para tal. Será que um governo que inicia-se demitido país e mães de família, feichando a Casa do Homem do Campo, não Nomeando quase 2.000 mil aprovados no concurso público municipal, tratando os (as) feirantes com truculência, gastando aproximadamente 1.000.000 milhão de reais em um festejo...Que enquanto isso a saúde, educação e as ações sociais ficam de lado. Esse e o plano do governo "gente boa" para nossa cidade. Geraldo Alves, www.jornalgentejovem.blogspot.com