Dimas Roque: DO LEITOR "PEDRAS NO CAMINHO".

31.7.09

DO LEITOR "PEDRAS NO CAMINHO".

AH Paulo Afonso, quem te conhece não se esquece jamais.
É festivo é emocionante ver todos os anos, 28 de julho e 7 de setembro as comemorações cívicas. Apesar de que em nossa cidade não termos nada para comemorar de bom, isto é, uma inauguração de uma grande fabrica de empregos, um tão sonhado Projeto jusante que iria dar sustentação ao morador rural e até mesmo vir investimentos da agricultura e pecuária Paulo Afonso, quem te conhece não se esquece jamais, seus filhos desfilando pelas escolas, vocês viram a quantidade de futuros desempregados? Vocês viram as pequenas crianças sorridentes e seus pais descontentes com o futuro que vem pela frente, a falta de emprego e serão mais uns desempregados na lista de população. Nada vejo de bom neste parâmetro, antigos CHESFIANOS que hoje são Avós, Pais que tem dentro de sua casa filhos e netos para dar de comer porque a única renda foi e será a aposentadoria da CHESF e o complemento quando for o caso da FACHESF. Tenho pena desta população que hoje esta desempregada, quando as vezes fazendo bicos, ou mesmo indo para outras paragens atrás de empregos. AH Paulo Afonso, quem te conhece não se esquecerá jamais.

2 comentários:

Fonte: www,politicalivre.com.br disse...

A CASA VAI CAIR
PUBLICA AÍ DIMAS,...

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) julgou parcialmente procedente a denúncia contra a prefeita de Madre de Deus, Eranita de Brito Oliveira, em razão das irregularidades relativas ao convênio no valor de R$ 960 mil celebrado pela prefeitura com o Instituto Brasil de Preservação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável, nos exercícios de 2006 e 2007. E com o agravante de que não houve comprovação da execução dos serviços contratados.

Além de Madre de Deus, as prefeituras de Lauro de Freitas, Paulo Afonso e Camaçari também realizaram contratos com o instituto, cujos valores somados ultrapassam R$ 17 milhões. O relator, conselheiro Paolo Marconi, determinou formulação de representação ao Ministério Público contra a prefeita de Madre Deus, ressarcimento aos cofres municipais, com recursos pessoais, da importância de R$ 960 mil, acrescidos de atualização monetária e juros legais, e multa máxima de R$ 30.852,00.

A relatoria também sugeriu, e o plenário aprovou, que fossem realizadas tomadas de contas e auditorias nas prefeituras de Lauro de Freitas, Paulo Afonso e Camaçari, que deixaram de encaminhar as prestações de contas dos recursos repassados ao mesmo Instituto Brasil no valor de R$ 1.107.047,41, R$ 15.162.297,32 e R$ 393.750,00, respectivamente, nos exercícios de 2006 e 2007.

Vale ressaltar que a Prefeitura de Lauro de Freitas também deixou de encaminhar a prestação de contas dos recursos repassados a União Brasileira de Desenvolvimento Social – UNIBRAS -, no montante de R$ 7.545.912,69. Diante da insuficiência das informações prestadas inicialmente, a relatoria solicitou a realização de inspeção “in loco” para apurar a legalidade e regularidade do convênio, celebrado em 1º de setembro de 2006, entre o município de Madre de Deus e o Instituto Brasil.

Consta do relatório de inspeção que, em agosto de 2006, a secretaria municipal de Governo protocolou o processo no qual requeria autorização para formalizar convênio com o instituto, que teria por objetivo “realizar ações necessárias ao desenvolvimento sustentável, o fomento da economia solidária, a educação, a saúde e o desenvolvimento da assistência social, a preservação e a conservação do meio ambiente e dos patrimônios históricos ou sociais, artísticos e culturais de Madre de Deus”, com prazo de execução previsto para 12 meses, importando aos cofres do município o valor de R$ 960.000,00, enquanto que ao Instituto Brasil caberia, a título de contrapartida, o desembolso de R$ 96.000,00

REVOLTADO disse...

Quem é esta pessoa que assina como pseudo Pedra no Caminho, não vê que ANILTON foi eleito para tirar Paulo Afonso do Ostracimo, ele ANilton vai sim gerar empregos e rendas para todos que aqui residem, está certo a construção de varios ELEFANTES BRANCOS tais como, Ginasio de Esportes, CEASÃO, Parque de Exposição, criação de avestruzes, criação de jacarés e mais outras coisas mais que não deram certo em nossa Paulo Afonso, inventadas para desvio de verbas e ficar na depredação. Este Pedra no Caminho quer mesmo desestabilizar o novo governo